iFolha - Verminose não é doença de criança!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 27 de Fevereiro de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 27/02/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 19 de Janeiro, 2021 - 08:23
Verminose não é doença de criança!

Quase ninguém de lembra deles e verminose parece ser coisa de criança, mas a verdade é que muitos adultos descuidam dos exames e quando menos esperam estão infectados por helmintos.

Verminose, na verdade, é uma doença provocada por parasitas que se “hospedam” dentro do organismo humano ou animal. A verminose pode acometer crianças e adultos, que vivem nas cidades ou no meio rural. É uma doença de difícil controle e que ainda desafia a Saúde Pública. Se não for tratada adequadamente, pode levar à morte. Os exames preventivos ainda são o melhor remédio, o problema é que principalmente na idade adulta, quase ninguém mais se lembra do exame das fezes.

Um desses parasitas é o helmintos que vivem dentro da barriga das pessoas. Alguns desses vermes se transmitem diretamente, de uma pessoa para outra; a maioria, porém, é através de ovos. Não dos ovos de aves usados na alimentação, mas dos próprios ovos de tais vermes.

Alguns necessitam que outro animal participe da transmissão. Nesse caso, chamamos o animal de "hospedeiro intermediário". O animal (mosca e mosquito) encarregado de levar a doença até o Homem é chamado de "vetor".

Os helmintos podem ser divididos em dois grupos: platelmintos e nematelmintos. A seguir, conheceremos alguns platelmintos.

O "Schistosoma mansoni" é um dos helmintos mais importantes do Brasil. Causa a doença chamada Esquistossomose, a qual atinge milhões de brasileiros e que mata milhares todos os anos.

A "Fasciola hepática" é rara, mas pode aparecer. Ela mede dois a quatro centímetros e vive na vesícula biliar e canais biliares do fígado. É transmitida através da água ou verduras aquáticas (tipo agrião). Essa doença pode ser evitada com o uso de água filtrada e lavando-se muito bem as verduras.

A "Taenia saginata" e  "Taenia solium" são das famosas solitárias. Receberam esse nome porque normalmente cada pessoa só tem uma. Isso acontece porque o indivíduo parasitado desenvolve anticorpos que impedem o desenvolvimento de novas solitárias. Mas exceções existem; relatos médicos informam que certa vez foi encontrado um nativo da Guiné que tinha 71 exemplares da "Taenia saginata".

Mesmo com a difusão e implantação do saneamento básico e tratamento da água que a população consome, o ser humano vive infectado por vermes e parasitas. É como se os tais bichinhos fizessem parte de sua existência.

No entanto, nem de longe se pode banalizar tal situação. É preciso dar atenção especial às crianças, ensinando-lhes hábitos de higiene como lavar as mãos constantemente, escovar os dentes, não se alimentar com as mãos sujas, não andar descalço, lavar as mãos após usar o sanitário etc etc etc.

A mesma lição serve para os adultos também. É preciso sempre filtrar a água e em alguns casos até fervê-la antes de beber; lavar bem as verduras e frutas; quando preparar os alimentos, certificar-se de que os utensílios, fogões, pias, e outras dependências onde os alimentos serão manipulados, estão bem limpos e arejados, livres de moscas e mosquitos; cobrir e acondicionar os alimentos adequadamente e lavar sempre as mãos, estas são algumas medidas que ajudam a diminuir e até a evitar a contaminação.

Tanto crianças quanto adultos devem fazer exame de fezes regularmente a fim de detectar a presença de vermes e parasitas que tanto mal podem fazer à saúde. Geralmente, apenas as crianças são submetidas ao exame, mas os adultos também precisam fazer este controle, uma vez que, como já visto anteriormente, os vermes quando não tratados se transformam em graves doenças, em alguns casos, incuráveis.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
27 de Fevereiro, 2021
Prefeito faz nova regulamentação e evita uma semana de fase vermelha - 21
27 de Fevereiro, 2021
Escola particular paralisa as atividades com 4 alunos confirmados com o vírus - 23
27 de Fevereiro, 2021
Aniversário terá entrega simbólica de obras e live com artistas locais - 26
24 de Fevereiro, 2021
Em 4.ª feira com tendência de alta de internações, Olímpia vai de 43 para 47 hospitalizados, 21 em UTI - 243
24 de Fevereiro, 2021
Prefeitura confirma que Olímpia está na fase vermelha desde segunda-feira - 967


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites