iFolha - Presos em Rondonópolis confirmam o envolvimento de Teixeira no crime

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 22 de Novembro de 2017
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 21/11/2017
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 13 de Novembro, 2017 - 00:20
Presos em Rondonópolis confirmam o envolvimento de Teixeira no crime

Em depoimentos prestados na DIG-Delegacia de Investigações Gerais de Fernandópolis, Rogério de Oliveira, Ronilso Peris da Silva e Anderson Lopes Dias, confirmaram o en­volvimento do ex-vereador Celso Teixeira, de 69 anos, morador no jardim Glória, na tentativa de homicídio sofrida por sua ex-mulher Rosangela Cristina Fréo, de 41 anos, na cidade de Fer­nandópolis.

Os três envolvidos no crime foram ouvidos pelo delegado Ailton Cavato, na quinta-feira. Ele não foi encontrado para falar do caso. No entanto, uma escrivã da delegacia, sem entrar em detalhes, informou que os três confirmaram o envolvimento de Celso no crime.

Também foi informado que Teixeira, preso na segunda-feira, continua encarcerado na cadeia pública de Guarani D‘Oeste e ainda não foi ouvido. Ele está com a prisão temporária de 30 dias decretada pela justiça. Estrategicamente, o delegado queria primeiro ouvir os presos em Rondonópolis.

Rogério de Oliveira é morador em Olímpia. Consta que a polícia trabalha com a possibilidade de ter sido ele quem contratou Ronilso e An­derson em Rondo­nópolis, para executar o crime que teria sido a mando de Celso Teixeira.

ESCUTA  TELEFÔNICA

Conforme consta no mandado de prisão em desfavor de Teixeira, sua prisão temporária foi decretada em razão dos indícios de seu envol­vi­mento no crime. Um deles foi uma conversa telefônica em que ele conversa “em códigos” e estaria passando ordens para os executores da tentativa de homicídio.

Conforme apurado pela polícia de Fer­nan­dópolis, foram Ronilson e Anderson que tentaram matar Rosangela Fréu no dia 16 de outubro, quando ela mostrava um imóvel de sua propriedade para um deles que dizia que estava interessado em comprá-lo.

 

Ao mesmo tempo que o ex-vereador e agropecuarista Celso Teixeira era preso em Olímpia, na segunda-feira, 6, policiais civis de São Paulo e de Mato Grosso também realizavam a prisão de outros três suspeitos em Rondonópolis acusados de serem os autores dos disparos que atingiram o carro e o braço da ex-mulher de Teixeira ocorrido no dia 16 de outubro em Fernandópolis.

Rogério de Oliveira (único de Olímpia), Anderson Lopes Dias e Ronilson Peres da Silva foram presos na segunda-feira, 06, em Rondonópolis, em cumprimento a mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, depois de investigações conjuntas entre as Polícias Civil do Estado de São Paulo e de Mato Grosso.

Anderson Lopes Dias e Rogério de Oliveira são apontados como os autores dos disparos de arma de fogo contra a vítima da tentativa de homicídio em Fernandópolis.

A PRISÃO EM OLÍMPIA
O ex-vereador e agropecuarista Celso Teixeira, 69 anos, foi preso por volta das 16 horas da segunda-feira, 06, após a policia encontrar arma e munição em sua casa, na Rua João Carlos Cote Gil, no Jardim Glória. Embora tenha pagado fiança pelo crime de porte ilegal de armas, acabou sendo preso por existir um mandado de prisão temporária expedida pela justiça de Fernandópolis, onde é suspeito de ser o mandante de uma tentativa de homicídio ocorrida naquela cidade no mês passado.

Policiais da cidade de Fernandópolis vieram a Olímpia na segunda-feira, para cumprir mandado de busca e apreensão e de prisão temporária, expedidos pela 1ª Vara Criminal da comarca daquela cidade e acabaram localizando Celso defronte à cooperativa de crédito Sicoob/Credicitrus, na Praça da Matriz.

Para cumprir o mandado de busca e apreensão, os policias foram com o ex-vereador até sua casa na Rua João Carlos Cote e Gil, no Jardim Glória e acabaram encontrando um revólver da marca Taurus e um total de 148 munições intactas, calibres 32 e 38. Os policiais apreenderam também um notebook Samsung, três celulares e uma escova usada para limpar arma de fogo.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão para Celso Teixeira e ele foi conduzido até a delegacia de polícia local onde foi ratificada a voz de prisão e determinada a lavratura do auto de prisão em flagrante delito, por posse ilegal de armas.

Por se tratar de crime afiançável na esfera policial, foi arbitrada a fiança no valor de R$ 1 mil, que foi paga e, consequentemente, expedido alvará de soltura pelo crime cometido em Olímpia.

No entanto, em razão da existência de um mandado de prisão temporária expedido pela justiça de Fernandópolis Celso continuou preso e foi encaminhado para a Cadeia Pública de Guarani D’oeste, cidade próxima à região de Fernandópolis.

TENTATIVA DE ASSASSINATO
Embora ainda sem uma informação oficial, pois o processo em que o mandado de prisão temporária foi expedido ainda não está aparecendo no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, segundo informações que circulam nos meios policiais, Teixeira teria tido a prisão decretada em razão de ser suspeito de ser o mandante da tentativa de assassinato ocorrida no dia 16 de outubro, onde figura como vítima sua ex-mulher, Rosangela Cristina Freo, 40 anos, atualmente residindo na cidade de Fernandópolis.


Segundo BO registrado pela polícia, naquele dia teria ido mostrar uma casa para uma pessoa interessada no imóvel do qual era proprietária e já dentro da residência o indivíduo teria tentado dar uma "gravata" em Rosangela. Ato contínuo, ela teria entrado em luta corporal e desferido uma mordida na pessoa. Esta teria saído correndo do local e Rosangela teria ido atrás e encontrado o sujeito próximo de um carro preto, onde este teria pegado uma arma e disparado contra a caminhonete Hilux que ela estava dirigindo.

Na ocasião do registro do BO, pela fragilidade em que se encontrava, Rosangela disse não poder reconhecer a pessoa que a havia agredido e tentado assassiná-la.

Ao que se informa, em investigações feitas pela polícia de Fernandópolis, se teria chegado a Celso Teixeira que está sendo investigado como o mandante do crime.

Rosangela seria ex-mulher do ex-vereador e agropecuarista Celso Teixeira que deverá agora ser ouvido pela justiça de Fernandópolis que poderá, após o interrogatório, libertá-lo, prorrogar a prisão temporária ou convertê-la em preventiva, dependendo dos indícios e provas que existirem contra ele.

Na justiça de Fernandópolis, Celso já responde por um processo por posse ilegal de arma de fogo e em Olímpia, deverá responder por outro pelo mesmo crime, com a apreensão da arma na última segunda-feira em sua residência.

Teixeira, há quase 20 anos, teve seu mandato de vereador cassado por fornecer água de um poço artesiano de sua propriedade para a prefeitura, no distrito de Ribeiro dos Santos, recebendo R$ 100 por mês, sem o devido processo de licitação.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
21 de Novembro, 2017
Réveillon 2018 será no estacionamento do Thermas com shows sertanejos e escola de samba - 95
20 de Novembro, 2017
Futuro - 33
20 de Novembro, 2017
Cirurgia de correção pode ser a solução para aumentar a autoestima - 34
20 de Novembro, 2017
CD Na Luz do Som - Victor & Leo está nas lojas - 29
20 de Novembro, 2017
O filme Como Se Tornar um Conquistador chegou nas locadoras - 30


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
































Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites