iFolha - Candidatos não eleitos pedem aumento de 10 para 15 cadeiras na Câmara Municipal de Olímpia iFolha - Os Viajantes

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 27 de Fevereiro de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 27/02/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 06 de Dezembro, 2016 - 18:09
Candidatos não eleitos pedem aumento de 10 para 15 cadeiras na Câmara Municipal de Olímpia

Pelo menos cinco candidatos a vereadores que não se elegeram ou não se reelegeram, mas ficaram como suplentes, segundo informações divulgadas pela imprensa local no início da manhã de terça-feira, dia 6, querem um acréscimo de cinco cadeiras na Câmara Municipal de Olímpia, que atualmente tem 10 e passaria para 15. Consta que a questão deverá ser decidida pelo juiz da 80.ª Zona Eleitoral, Comarca de Olímpia, Lucas Figueiredo Alves da Silva.

A possibilidade surge a partir da Emenda Constitucional número 58, de 23 de setembro de 2009. A partir de então o Artigo 29 da Constituição Federal, em seu Inciso IV, foi alterado com a inclusão da letra D, principalmente, que diz: 15 vereadores nos municípios de mais de 50 mil habitantes e de até 80 mil habitantes.

Os suplentes que estariam pleiteando a criação de mais cinco cadeiras seriam: Marco Antônio Parolim de Carvalho, João Luiz Stelari, Leandro Marcelo dos Santos, João Batista Dia Magalhães e Leonardo Simões.

No entanto, em razão de Magalhães passar a ocupar a vaga de Izabel Cristina Reale Thereza, que deverá assumir a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, o próximo nome seria o do Sargento Tarcísio.

Também consta que não seria necessária a votação em plenário uma vez que, por se tratar de matéria prevista também no Artigo 232 da Lei Orgânica do Município (LOM).

Mas há outra interpretação. Segundo o “CAPÍTULO VII, Das Disposições Gerais, Art. 232 – Para as próximas legislaturas incluindo a que terá início a partir de 1º de janeiro de 2005, o número de Vereadores será fixado pela Câmara, observadas as seguintes normas: I – até 47.619 (quarenta e sete mil, seiscentos e dezenove) habitantes corresponderá o número de 9 (nove) Vereadores; e mais 1 (uma) vaga a partir de 47.620 (quarenta e sete mil, seiscentos e vinte) até 95.238 (noventa e cinco mil, duzentos e trinta e oito) habitantes; II – O número de vereadores fixado pelo inciso anterior será automaticamente modificado advindo Emenda Constitucional que altere o artigo 29, inciso IV, da Constituição Federal”.

Dessa maneira, a cidade deveria ter 10 vereadores já que não atingiu 95 mil habitantes.  Agora, para que a Emenda Constitucional seja validada para Olímpia, o juiz eleitoral precisava ser provocado, o que foi feito pelos cinco suplentes candidatos a vereadores.

O prazo pode ser de cinco dias, mas o juiz poderá decidir nesta terça, devido à confecção do diploma legal, que será entregue na quinta-feira da próxima semana, dia 15.

 


Olimpia, 19 de Janeiro, 2021 - 07:49
Os Viajantes

Callíope, a Escrava de Atenas

No Brasil, “Callíope, a Escrava de Atenas”. Na Grécia, “Καλλι?πη, η δουλη τ?ν Αθην?ν”. A obra da paulista Cindy Stockler é dividida em 12 capítulos, cada um levando o nome de um dos 12 deuses do Olimpo. As 336 páginas contam a história de Callíope, uma jovem muito bonita que com apenas 15 anos foi dada em casamento por seu pai, um rico proprietário de terras ao redor de Atenas, a um cidadão muito mais velho do que ela. Os anos se passam e, em meio à Guerra do Peloponeso, a protagonista é vendida como escrava a outro cidadão da cidade. Em meio a uma viagem à Grécia Antiga, e ao misturar o entretenimento ficcional com personagens históricos, Cindy enriquece a produção com a política, filosofia e os costumes daquele tempo. A escravidão, os direitos de sucessão e de propriedade, o acesso à cidadania e o casamento tradicional da época são outros temas explorados pela autora. Além de ser finalista do Prêmio Jabuti 2020 na categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior, outra novidade envolve a produção de Cindy: a edição em inglês foi lançada em dezembro em Nova Iorque, pela Adelaide Books, com o título: “Calliope, the Slave from Athens”. Com 336 páginas o livro é da Editora Letras do Pensamento.

 

Os Viajantes

James Samuel Vincent, um rico advogado, tenta se afastar de sua origem humilde de descendente de imigrantes irlandeses em Nova York. Seu filho, Rufus, se casa com Claudia Christie, uma mulher de família negra cujo pai tem uma vida atravessada pela guerra do Vietnã e pelas tensões raciais que tomam conta dos Estados Unidos nos anos 1960. Histórias se alternam, se cruzam. E assim o leitor é levado por Regina Porter neste seu extraordinário romance de estreia. Através da perspectiva de diversos homens e mulheres, numa trama que avança e volta no tempo, o que vemos desenrolar é um panorama rico e variado da vida na América entre os anos 1950 e a eleição de Barack Obama. Porter justapõe uma série de breves episódios, vozes e fotografias, num recurso que ecoa o mestre W. G. Sebald, criando um efeito único. Com 384 páginas, o livro é da Editora Companhia das Letras.

 

Bauman: Uma Biografia

Zygmunt Bauman morreu em janeiro de 2017, aos 91 anos, deixando como legado uma produção literária extensa que o consagrou como um dos maiores intelectuais públicos do início do Século XXI. Sociólogo incansável na denúncia do individualismo e das desigualdades, sua voz ultrapassou a academia, levando milhões de leitores a pensar a sociedade através do conceito de liquidez. Escrita pela polonesa Izabela Wagner, esta é a primeira grande biografia de Bauman. Resultado de um longo trabalho de pesquisa, baseado em fontes inéditas, o livro traz à tona as complexas conexões entre as experiências de vida do autor e sua obra, mostrando de que forma sua trajetória como judeu polonês e refugiado moldou seu pensamento e fez dele um humanista radical, sempre em defesa da ética e da solidariedade. Neste trabalho primoroso, a autora reconstitui com brilhantismo os eventos mais dramáticos da história de Zygmunt Bauman, percorrendo os caminhos que o levaram a conquistar sua condição única, singular. Com 648 páginas, o livro é da Editora Zahar.

 

Os Incansáveis

Obstáculos existem para deixar a vida mais emocionante. Não há adversário forte demais. Não há treino pesado demais. Sempre é possível mais: lutar mais, ganhar mais e, principalmente, se esforçar no limite. Muito além do limite. Neste livro, o jornalista Sérgio Xavier Filho narra a trajetória de três judocas incansáveis, Rodrigo Guimarães Motta, Bahjet Hayek e Cristian Cezário, que se uniram para formar o Instituto Camaradas Incansáveis (ICI) e em pouquíssimo tempo mudar o patamar do judô brasileiro veterano no cenário mundial. Com 160 páginas, o livro é da Editora Faixa Preta.


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
27 de Fevereiro, 2021
Publicação de novo decreto e regras evitou condenação no TJ - 1
27 de Fevereiro, 2021
Prefeito faz nova regulamentação e evita uma semana de fase vermelha - 24
27 de Fevereiro, 2021
Escola particular paralisa as atividades com 4 alunos confirmados com o vírus - 23
27 de Fevereiro, 2021
Aniversário terá entrega simbólica de obras e live com artistas locais - 26
24 de Fevereiro, 2021
Em 4.ª feira com tendência de alta de internações, Olímpia vai de 43 para 47 hospitalizados, 21 em UTI - 243


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites