iFolha - Operador de máquina fica nervoso e quebra a porta da Upa de Olímpia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Fevereiro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/02/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 05 de Janeiro, 2020 - 16:52
Operador de máquina fica nervoso e quebra a porta da Upa de Olímpia

DANO QUALIFICADO!        Ele disse que fico nervoso pela demora no atendimento da mãe que teria tido um AVC.

Tiago Perpetuo Reis Brigati, de 30 anos, foi colocado em liberdade mediante pagamento de fiança.

Foi autuado em flagrante, acusado de dano qualificado, o operador de máquina Tiago Perpétuo Reis Brigati, de 30 anos, morador no Campo Belo. Ele promoveu “quebra-quebra” na Upa de Olímpia por causa da demora na liberação de internação de sua mãe que estava sendo atendida no local.

O flagrante aconteceu na manhã de sábado, por volta das 11h20. A Polícia Militar foi acionada, pois um homem descontrolado estava “quebrando tu­do” na Upa. Quando os po­liciais chegaram ao local o acusado já estava mais calmo, sentado em uma cadeira na sala de sutura, com o braço lesionado.


Foi constatado que uma porta estava com o vidro quebrado, uma porta de madeira com afundamento e uma porta de metal com amalgamento. Depois de medicado ele foi levado para o plantão na delegacia de polícia de Barretos, onde foi autuado em flagrante.

O operador foi assistido pelo advogado Léo Cristi­an Alves Bom e no depoimento em Barretos declarou que trabalha como o­pe­rador de colhedeira de cana há oito anos em uma mesma empresa.

Sobre o motivo de sua revolta, declarou que sua mãe estava se sentindo mal desde a data anterior, acreditando que era um AVC e que levou sua mãe até a Upa, mas o atendimento estava demorando muito e ela estava passando mal, inclusive chegou a desmaiar em seus braços, então desesperou quebrou as portas e vidro da porta.

Depois de autuado em flagrante foi arbitrada fiança de R$ 1 mil. Ele pagou e vai responder o processo em liberdade.

Por sua vez, a assessoria de imprensa da Upa, em nota, nega que tivesse havido demora para o atendimento da paciente e que ela já havia sido medicada e estava totalmente estabilizada.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Fevereiro, 2020
Mais um médico - 97
18 de Fevereiro, 2020
Mexa os músculos sem hora marcada - 85
18 de Fevereiro, 2020
Mariana Fagundes lança “Tá Melhor que Antes” - 79
18 de Fevereiro, 2020
Bit Boys - Uma História Sobre Estar Certo na Hora Errada - 90
17 de Fevereiro, 2020
Batata Assada com Casca Crocante - 109


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites