iFolha - O livro Entre Cabul e a Dança das Borboletas já está nas livrarias!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 18 de Janeiro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/01/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Dezembro, 2019 - 15:32
O livro Entre Cabul e a Dança das Borboletas já está nas livrarias!

Entre Cabul e a Dança das Borboletas
Cabul, Afeganistão, princípio do Século XXI: um sonho possível ou uma esperança de fuga? Para Maria, personagem principal da obra “Entre Cabul e a Dança das Borboletas”, a cidade exótica é promessa de liberdade, mas talvez o preço seja alto demais. O romance entre Maria e João é pano de fundo para a abordagem de assuntos distintos: gastronomia, viagens, cultura, história, política e economia de outros países são temas que se alinhavam por uma intensa história de amor. A impossibilidade do relacionamento, a solidão, os desencontros, os ciúmes e a espera são elementos concretos e bem dosados por meio de encontros fortuitos, mas românticos e atemporais, que criam uma relação complexa entre os amantes. A narrativa é fluida e estruturada de forma a prender e provocar o interesse o leitor. Com 260 páginas, o livro é da Editora Edite.

 

A Grande Arte de se Reinventar
Leo Chaves acaba de lançar o livro “A Grande Arte de se Reinventar – As 7 Habilidades que Podem Mudar a Sua Vida”, publicado pela Editora Planeta, no qual compartilha estudos e experiências próprias para ajudar o leitor a resgatar a capacidade de escrever e conduzir sua própria história. Leo compartilha que é preciso reinventar-se para melhorar diariamente e, finalmente, se tornar o autor transformador de si mesmo, conectando-se com sua versão superior, aceitando-se não para se adaptar, mas para combater os monstros internos. O livro traz prefácio de Leandro Karnal. O livro tem 208 páginas.

 

O Silêncio dos Livros
Ter livros é crime. Denuncie! Numa época em que os livros são proibidos, o misterioso Santiago Pena acaba de chegar a Portugal, onde conhecerá Alice, menina desprezada pelos pais. O encontro de um antigo caderno trará questões intrigantes. Que relação haveria entre um jovem acusado de crime que alega não ter cometido, suntuosos projetos arquitetônicos e a descoberta de uma biblioteca abandonada? “O Silêncio dos Livros” é uma declaração de amor à Literatura. Romance para ser saboreado não só pelo enredo recheado de tensões e suspense, mas também pelos detalhes de construção, insere-se na melhor tradição da cultura ocidental, com sutis menções a livros, poemas e vinhos, a mitos clássicos e folclore, a obras de arte e teorias científicas, além de enveredar por grandes discussões da contemporaneidade, como privacidade, identidade, genética e direito ao esquecimento. Manejando uma linguagem precisa e poética, o autor Fausto Luciano Panicacci cria metáforas surpreendentes, explora recursos estilísticos e sabe convidar o leitor a desvendar sentidos apenas sugeridos. O livro tem 312 páginas.

 

Ensaio Sobre a Crise da Felicidade
Por que temos a sensação de que sempre falta algo em nossas vidas? Parece que não conseguimos nos encaixar nas diversas possibilidades existentes de como viver. Atualmente, constatamos a grande quantidade de pessoas, de diferentes idades, perdidas e sem rumo, que vivem de forma automática, sem propósito e objetivo definido. O que aconteceu com a geração atual? O autor identifica uma crise da sociedade contemporânea, fazendo uma reflexão sobre como vivemos e, com a ajuda de Bauman, Epicuro e outros pensadores, apresenta-nos uma crítica aos valores atuais. Desenvolve, ainda, a ideia do "Saber Perder", que, em sua visão, é a virtude necessária para o indivíduo contemporâneo seguir sua trajetória sem perder o foco do que realmente é importante. Do autor Antoine Abed, o livro tem 84 páginas e é da Editora Albatroz.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Janeiro, 2020
Como cuidar dos cabelos descoloridos neste verão - 168
13 de Janeiro, 2020
Bem cotada - 110
13 de Janeiro, 2020
A trilha sonora de “Éramos Seis” - 131
13 de Janeiro, 2020
O filme Coringa já está disponível - 134
13 de Janeiro, 2020
Canelone de Espinafre - 81


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites