iFolha - O livro Arquivo das Crianças Perdidas está nas livrarias

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Julho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/07/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 18 de Junho, 2019 - 15:41
O livro Arquivo das Crianças Perdidas está nas livrarias

Os Sertões
Escrito a partir do trabalho jornalístico de Euclides da Cunha sobre a rebelião de Canudos, “Os Sertões”  é considerada uma das obras mais importantes da literatura nacional. Ao narrar a violenta e exaustiva repressão sofrida pelo bando de Antônio Conselheiro, o autor narra também a formação do homem sertanejo. Muitas vezes visto como corroboração às ideias evolucionistas que permearam os anos 1900, este livro, na verdade, leva as contradições de tais ideias ao limite. A própria narrativa, o contar dos acontecimentos, vai desenhando um argumento contrário às polaridades e dicotomias estanques.
Ainda muito atual, “Os Sertões” denuncia os crimes cometidos por uma sociedade eurocêntrica, violenta, autoritária, desigual e excludente, além de desafiar qualquer resposta fácil para as questões sertanejas. Esta edição conta com introdução de Lilia Moritz Schwarcz e André Botelho; posfácio de Luiz Costa Lima; e estabelecimento de texto, notas e cronologia de André Bittencourt. Com 704 páginas é da Editora Penguin Companhia.

 

Arquivo das Crianças Perdidas
Uma família viaja de carro de Nova York para o Arizona durante as férias de verão, com o objetivo de chegar até a terra dos Apaches. No carro, eles passam o tempo como podem, com jogos e música, mas no rádio a notícia da “crise da imigração” não para de aparecer. Centenas de crianças cruzam a fronteira do México para os Estados Unidos só para serem presas do outro lado — ou pior, ficarem perdidas no deserto. Conforme a família passa pelos Estados do Tennessee, Oklahoma e Texas, a crise que eles mesmos enfrentam se torna mais clara. Os pais se distanciam cada vez mais, e as crianças — um menino e uma menina — são puxadas para o abismo que se abre. Um livro de temática ampla, “Arquivo das Crianças Perdidas”  reflete a onipresença da “crise da imigração” ao deixá-la como pano de fundo constante — A autora Valéria Luiselli nunca traz a política para o foco de sua narrativa, mas sempre a insere no contexto. O livro é também uma crítica à tecnologia, uma análise sobre a volta do rádio como importante meio de comunicação, a estética vintage, entre outros. Mas seu maior tema é a escuta: esta obra mostra como precisamos escutar tudo a nossa volta para melhor entender o mundo em que vivemos. Com 408 páginas, o livro é da Alfaguara.

 

O Guia das Doações
Após visitas feitas à Associação Beneficente Santa Fé, Cris Zanetti e Fê Resende decidiram criar um guia para compartilhar o que aprenderam no processo. Afinal, doar pode ser entendido como o oposto exato de consumir. E ao se pensar na sustentabilidade e ética da moda, também podemos pensar no processo de suprir carências, e exercitar abun- dância. Neste livro aprenda a: doar de forma consciente, ajudar ao próximo; como pensar o descarte: não doe aquilo que está inutilizável!; e onde doar. Com 12 páginas, o livro está disponível em Ebook e é da Editora Paralela.

 

Verdade
Verdade ou mentira? Raramente é assim tão simples. Há mais de uma verdade em relação à maioria das coisas. Quando nos comunicamos, escolhemos as verdades que são mais favoráveis a nossos inte- resses. Podemos selecionar verdades de forma construtiva para inspirar pessoas, encorajar as novas gerações e promover mudanças positivas. Ou podemos optar por aquelas que dão uma falsa impressão da realidade e enganam as pessoas sem de fato serem mentiras. Outros podem fazer o mesmo, usando a verdade para nos motivar ou nos manipular. As verdades são ferramentas neutras e muito versáteis, que podem ser empregadas para o bem ou para o mal. Hector Macdonald explora como se usa e abusa da verdade na política, nos negócios, nos meios de comunicação e na vida cotidiana. Com dicas práticas e histórias fascinantes, “Verdade”  é um livro essencial sobre o quanto de nossas ações e opiniões é influenciado pelas verdades que as pessoas à nossa volta escolhem contar. Com 336 páginas, o livro é da Editora Objetiva.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Julho, 2019
De bem com a vida - 142
16 de Julho, 2019
Os ingredientes naturais á favor da beleza - 134
16 de Julho, 2019
O clipe Pra Gente Ser Feliz - Plutão Já Foi Planeta está disponível - 125
16 de Julho, 2019
Todas as Canções de Amor - 145
16 de Julho, 2019
Batida de Chocolate - 113


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites