iFolha - Livro: Um Coração Por Casal

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 30 de Outubro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 29/10/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 03 de Fevereiro, 2020 - 16:21
Livro: Um Coração Por Casal

Um Coração Por Casal
Sofrimento, aceitação, relações amorosas, vulnerabilidade social e emocional impostos pelo câncer e o tempo que tece um amor poderoso durante o intenso tratamento. Esses são alguns dos pontos importantes que constroem uma narrativa visceral em “Um Coração Por Casal”, escrita pela autora e artista Camila Marciano. A obra lançada pela 3DEA Editora aborda a rotina de pacientes com câncer e as emoções e dificuldades dos familiares nesse momento tão delicado. Como dizem: “Tudo começa com um fim”. É dessa forma que a escritora nos apresenta os protagonistas da trama: Iracema e Dênis. Para Cema ou Rosa, como era chamada carinhosamente pelo seu pai, o câncer de mama foi os dois: o final de um relacionamento e o início de um caminho de confiança e esperança. Aos trinta anos, ela é assistente social, noiva e se considera feliz e realizada, até descobrir um nódulo no seio que mudaria sua vida por completo. Em meio a descoberta da doença, Guilherme, que é médico e noivo da moça há cinco anos, não quer se tornar viúvo tão cedo e nem carregar o fardo de cuidar de alguém doente. Afinal, o diagnóstico não é nada bom, já que o histórico familiar era grave: Maria das Graças, mãe de Iracema, sobreviveu duas vezes ao câncer, mas não resistiu ao terceiro. “Um Coração Por Casal” é uma trama intrigante com personagens bem construídos, onde Camila descreve a realidade de 70% das mulheres diagnosticadas com essa patologia: o abandono. Mas ao retratar o valor e a diferença que as relações afetivas podem fazer diante aos problemas, a obra é uma receita para a felicidade. O livro tem 170 páginas.

 

Terceirização da Fé
Relacionamentos baseiam-se no amor e cumplicidade. Seja qual for o tipo de união, amorosa ou de amizade, a demanda por estes sentimentos é a mesma. Então por que a relação de fé deve ser diferente? Ao se comprometer com Deus, a devoção deve ser direta. Não é possível terceirizar essa relação, mas grandes igrejas e líderes religiosos se aproveitam da falta de informação e conhecimento dos fiéis para se tornarem “mediadores” da comunicação divina. Essa prática não está presente só nos templos, mas também na mídia. Fenômenos como estes acontecem com aqueles que confiaram a sua vida espiritual em homens, deixando de lado o verdadeiro relacionamento com Deus. Isso se deve muito, também, às inúmeras demandas do nosso dia a dia e a busca de praticidade para atendê-las. Em sua mais nova obra, “Terceirização da Fé: Assuma a Responsabilidade do Seu Relacionamento com Deus,” publicada pela Editora Mundo Cristão, o autor Tomás Camba apresenta ao leitor maneiras de sincronizar o coração ao do Pai de forma esclarecedora. “Terceirização da Fé” traz uma visão alternativa e esclarecedora sobre o nosso acesso direto com Ele, mostrando os caminhos para se tornar o protagonista da sua própria fé. O livro tem 96 páginas.

 

Ensaio Sobre a Crise da Felicidade
Por que temos a sensação de que sempre falta algo em nossas vidas? Parece que não conseguimos nos encaixar nas diversas possibilidades existentes de como viver. Atualmente, constatamos a grande quantidade de pessoas, de diferentes idades, perdidas e sem rumo, que vivem de forma automática, sem propósito e objetivo definido. O que aconteceu com a geração atual? O autor Antoine Abed identifica uma crise da sociedade contemporânea, fazendo uma reflexão sobre como vivemos e, com a ajuda de Bauman, Epicuro e outros pensadores, apresenta-nos uma crítica aos valores atuais. Desenvolve, ainda, a ideia do "Saber Perder", que, em sua visão, é a virtude necessária para o indivíduo contemporâneo seguir sua trajetória sem perder o foco do que realmente é importante. Lançamento da Editora Editora Albatroz, o livro tem 84 páginas.

 

A Vida Como Ela É
Ambientada em um prédio de classe média, essa narrativa tão atual quanto instigante traça as trajetórias de dois vizinhos que se encontram com certa frequência no elevador do prédio. Enquanto um se preocupa essencialmente em subir na vida e se transformar em uma personalidade de sucesso, o outro opta por uma vida qualitativa, afinada ao que lhe proporciona animação e paz. Esses dois modos muito distintos de perceber a realidade e de se relacionar no mundo levam cada um dos personagens a caminhos e escolhas radicalmente distintos, que conduzem a um surpreendente desfecho.  O romance “A Vida Como Ela É” da escritora e psicóloga Christiane Couve de Murville, mostra de forma singular e intensa como o modo de perceber a vida conduz a diferentes propósitos e escolhas. O livro tem 144 páginas.

 


Comentários - 1
Christiane
Publicado em 10 de Junho, 2020

Muito obrigada pela matéria publicada sobre meu livro A VIDA COMO ELA É. Inseri a notícia em meu site https:www.cmurville.com.brAbraço e ótima semana!

 
Ultimas Noticias
29 de Outubro, 2020
Motorista da Daemo denúncia suposta proposta para sabotar água da cidade e juiz manda suspender o “Blog da Verdade” foram os principais assuntos do Cidade em Destaque de quinta-feira, 29. - 201
29 de Outubro, 2020
Gravação surpresa do vereador Niquinha agradecendo as orações que recebeu, mais uma morte por Covid-19 e a extinção do processo do “chapeludo” foram os temas principais do Cidade em Destaque de quarta-feira, 28. - 176
28 de Outubro, 2020
Prefeitura interdita ponte na vicinal Matadouro/Kimberlit - 163
28 de Outubro, 2020
Um de manhã e outro no final da noite. Olímpia teve duas mortes na terça-feira - 193
28 de Outubro, 2020
Coligação recorre ao TRE e garante que o vídeo “viralizado” no “Whats” foi propaganda negativa - 244


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites