iFolha - Daemo reajusta tarifa de água em quase 10%

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 23 de Março de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/03/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 06 de Janeiro, 2019 - 16:20
Daemo reajusta tarifa de água em quase 10%

Em tempos de forte estiagem, situação que tem prejudicado o sistema de abastecimento composto praticamente por postos rasos que produzem pouco, a Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente – Daemo Ambiental, confirmou nesta semana um reajuste de quase 10% na tarifa da água consumida pela população da Estância Turística de Olímpia.

Por isso, desde o início deste mês de janeiro, as tarifas de água e esgoto da Daemo Ambiental estão sendo reajustadas após dois anos e meio congeladas. O realinhamento dos valores será de 9,40%, ou seja, 40% menor do que o índice inflacionário acumulado (15,76%).


Segundo a assessoria, a porcentagem acrescida é a menor dos últimos quatro anos e também inferior à tarifa cobrada por cidades da região do mesmo porte. Os valores foram definidos após criterioso estudo por parte da equipe financeira da autarquia. O decreto regulamentando foi publicado na sexta-feira, 28 de dezembro, no Diário Oficial Eletrônico (DOE).

A autarquia explica que o reajuste, além de corrigir a inflação, se justifica também pelos altos investimentos da autarquia para melhorias no abastecimento de água e tratamento de esgoto, uma vez que, no próximo ano, a expectativa é de que a cidade esteja com 100% do esgoto tratado devido à conclusão da Estação de Tratamento do Esgoto, considerada a maior obra de saneamento da história do município. Parte dos recursos também será investida na causa de proteção animal.

O decreto fixa ainda o valor mínimo mensal de consumo de água por unidade em 10 m³ para todas as classes de consumo e o valor de R$ 0,12 por metro cúbico de água consumida, a ser acrescentado nas faturas mensais, cuja arrecadação será destinada ao Programa Permanente de Manutenção de Hidrômetros implantado pela autarquia.

INVESTIMENTOS

Durante os anos de 2017 e 2018, foram cerca de R$ 10 milhões investidos em recursos próprios em melhorias de abastecimento, como a perfuração de dois novos poços profundos e outros menores, instalação de novos reservatórios nos bairros, aquisição de novos veículos, construção do Centro de Acolhimento Animal, castrações, novas Centrais de Tratamento de Água Potável, execução da interligação (adução e distribuição) do Centro de Distribuição no bairro Viva Olímpia, além de outras melhorias.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Março, 2019
Saiba como cuidar dos fios brancos - 108
18 de Março, 2019
O CD de Rosa de Saron chegou nas lojas - 114
18 de Março, 2019
O filme Os Crimes de Grindelwald chegou nas locadoras - 78
18 de Março, 2019
Almondegas ao Molho - 97
18 de Março, 2019
Costelinha ao Forno - 91


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites