iFolha - Criminosos negacionistas, Manaus pode ser aqui no futuro

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 09 de Março de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 08/03/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 18 de Janeiro, 2021 - 06:07
Criminosos negacionistas, Manaus pode ser aqui no futuro

“Não há governo, nem governantes, há boçais
no poder e gado aplaudindo na plateia”.

Do Conselho Editorial

É preciso dizer sem rodeio algum que temos na presidência da República uma mente criminosa, um homem que adota a mentira e a negação da realidade como estratégia. Um des­qualificado para o cargo que seduz iguais em insignificância e mediocridade.

Para se ter ideia da com­pulsão pela mentira, em 741 dias como presidente, Bolsonaro deu 2228 declarações falsas ou distor­ci­das.

Esta base agrega todas as declarações de Bolso­na­ro feitas a partir do dia de sua posse como presidente.

 As checagens são feitas pela equipe do Aos Fatos semanalmente.

A atualização de que trata esta matéria foi feita em 11 de janeiro de 2021 e como nos últimos dias ele distorceu mais fatos e irá distorcer mais, pode se dizer que se está diante de um mentiroso compulsivo.

E o que é pior. Há quem acredite neste incapaz pa­ra o comando da nação e divulga suas barbaridades “negacionistas” como se tivessem fundamento e base científica.

O mundo já percebeu a reba, a patuléia, o rebo­ta­lho que desgoverna o País e o nível da gentalha que o aplaude nas redes sociais e está horrorizado com o nível dos absurdos propagados.

As mortes em Manaus colocou diante do cenário internacional uma tragédia sem igual e um presidente idiotizado juntamente com seu Ministro da Saúde recomendando Cloroquina e Ivermectina para tratamento precoce. 

Em qualquer lugar do mundo já estaria tranca­fiado junto com alguns ministros em uma cela de hos­pício, tendo as chaves jogadas em um rio bem profundo pra não voltar a apresentar riscos à humanidade.

Manaus vive seu pior momento da pandemia, com médicos relatando ter que escolher quais pacientes assistiriam enquanto outros morriam por asfixia devido à baixa oferta de oxigênio nos hospitais em Manaus.

A situação é tão grave que cerca de 700 pacientes devem ser transferidos para outros estados.

Veja a situação caro leitor: pessoas morrendo asfixiadas, uma das mortes mais violentas e cruéis que pode haver, em hospitais públicos e o presidente declara este absurdo:

Diante da crise em Manaus, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira “nós fizemos a nossa parte” e como se não bastasse sua estupidez sem limites voltou a de­fen­der tratamentos sem eficácia comprovada para o novo coronavírus.

Bolsonaro voltou a falar em “tratamento precoce” feito com uso de medicamentos que não têm eficácia cientificamente comprovada no combate à doença como uma alternativa vital ao enfrentamento à pandemia.

Como exemplo e sem provas que corroborassem a sua fala, ele citou o fato de que 200 vizinhos dele teriam sido contaminados com a covid-19 e supostamente não “foram para o hospital”.

Segundo Jair, “O médico pode receitar o tratamento precoce. Se o médico não quiser, procure outro médico. Não tem problema. Repito o tempo todo aqui: no meu prédio, mais de 200 pessoas pegaram a covid, se trataram com cloroquina e ivermec­tina, ninguém foi para o hospital”.

Veja se tem cabimento uma pessoa semialfa­be­ti­zada, sem conhecimento cientifico algum, sem nenhum respaldo em algum estudo técnico, primeiro mandatário da nação, recomendar um tratamento para uma doença que já matou mais de 200 mil pessoas no país.

Isto é o cumulo da irresponsabilidade e da insanidade, pessoas morrendo sem poder respirar e este ser imbecilizado ou que se faz de imbecil para manter a adoração de outros imbecis, alimentar mais mortes com sua de­sin­formação total.

 Em ação civil pública ajuizada na Justiça Federal de Manaus, cinco órgãos públicos federais e estaduais afirmam que a responsabilidade por dar uma solução ao colapso no fornecimento de oxigênio no Amazonas é do governo federal.

A ação foi ajuizada por representantes do MPF (Ministério Público Federal), DPU (Defensoria Pública da União), Ministério Público do Estado do Amazonas, Defensoria Pública do Estado do Amazonas e Ministério Público de Contas do Estado.

O idiotizado que está Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, não poderia estar de fora e deu sua contribuição patética neste circo de horrores que se transformou esta nação.

O Ministro atribuiu o colapso no Amazonas a fatores como umidade e falta de tratamento precoce, fatores não relacionados à crise.

“No período chuvoso, a umidade fica muito alta e você começa a ter complicações respiratórias. Então, este é um fator”, disse Pazuello.

Em sentido contrário, o próprio Ministério da Saúde diz que o tempo seco traz mais problemas respiratórios.

Não bastasse a insanidade do presidente e de seus comandados, dias antes do colapso nos hospitais de Manaus por falta de oxigênio para os pacientes, o governo federal elevou o imposto de importação sobre os cilindros usados no armazenamento de gases medicinais.

Os produtos estavam isentos de tributação desde o início do ano passado, quando o Ministério da Economia lançou um pacote para facilitar o combate à pandemia da covid-19.

Agora, os cilindros voltaram a ser tributados, em resolução publicada em dezembro pela Câmara de Comércio Exterior.  

Como a maioria dos produtos vêm do exterior, muitos importadores estão deixando de trazer os cilindros, afetando o armazenamento de oxigênio e outros gases.

Para piorar o quadro, não há aviões para envio de cilindros de oxigênio, um caos completo.

Você leitor, que tem os pés no chão e já se convenceu que a terra não é plana, que os negacionistas são lunáticos e desprovidos de cérebro, se cuide, pois para esta gente sem cérebro e sem noção qualquer argumentação de qualquer estúpido que vá de encontro ao que querem ouvir, vira verdade absoluta.

E foi assim que o País se transformou em um pária mundial.

E foi assim que pessoas estão morrendo sem poder respirar no Amazonas.

E foi assim que a tragédia estimulada pelos “negacionistas” nos festejos de fim de ano e anunciada pelos que creem na ciência, aconteceu como previsto.

Aconteceu e tudo indica vai se ampliar.

Não se iludam com o discurso de gente criminosa e imbecil, respeitem as normas, utilizem máscaras, mantenham o isolamento, evitem aglomerações.

Não há governo, nem governantes, há boçais no poder e gado aplaudindo na plateia.

A tragédia de Manaus pode ser aqui no futuro.


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
08 de Março, 2021
Alanis Guillen - 47
08 de Março, 2021
A busca pelos contornos definidos - 43
08 de Março, 2021
Baby Me Atende - Matheus Fernandes e Dilsinho - 46
08 de Março, 2021
Amor Proibido - 47
08 de Março, 2021
Filé de Peixe Grelhado Com Legumes - 49


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       


















Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites