iFolha - Analista usa site de banco e paga prestação com boleto fraudado

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 02 de Abril de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 01/04/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Fevereiro, 2020 - 19:13
Analista usa site de banco e paga prestação com boleto fraudado

ESTELIONATO!        Falsificações são quase perfeitas podem passar despercebidas.

Ele teve um prejuízo de R$ 1.348,00 na tentativa de pagar a prestação do carro.

Ao tentar quitar uma par­cela do financiamento de seu carro um analista, de 38 anos, morador em Olímpia, acabou caindo do golpe do falso boleto e teve um prejuízo de R$ 1.340,00. O dinheiro foi para outro destino.

O registro de estelio­nato foi feito na delegacia de polícia de Olímpia, na quin­ta-feira. O analista relatou na polícia que solicitou pelo site do banco e pelo aplicativo, que lhe fos­se enviado o boleto pa­ra pagar a parcela de janeiro, que estava em atraso.

O analista contou que re­cebeu o boleto em seu e-mail e efetuou o pagamento no autoatendimento. Depois de consumado o pagamento, por meio do extrato bancário, constatou que o beneficiário era uma pessoa, cliente do banco BSZ, de Belo Horizonte.

Foi quando ele percebeu que havia realizado o pagamento de um boleto fra­udado. Ele foi orientado pe­la instituição financeira a registrar o boletim de ocorrência, para tentar ser restituído.

GOLPE DO WHATSAPP

Uma economista de 62 anos registrou na delegacia de polícia de Olímpia, na terça-feira, 04, um boletim de ocorrência de es­te­lionato. Ela relatou na polícia que recebeu u­ma men­sagem, via a­pli­cativo “whatsApp” de su­a sobrinha solicitando R$ 2.950,00.

A economista efetuou o depósito em uma conta do Banco do Brasil, em no­me de terceiro. Depois ela acabou constatando que o dispositivo eletrônico de sua sobrinha havia sido invadido e clonado.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
01 de Abril, 2020
Juíza nega liminar para incluir hotel de Olímpia como atividade essencial durante a pandemia - 223
01 de Abril, 2020
Jovem de 27 anos é nova suspeita de ter contraído o novo coronavírus em Olímpia - 163
31 de Março, 2020
Olímpia passa três dias seguidos sem novos suspeitos do novo coronavírus - 117
31 de Março, 2020
Terceiro lote de vacinas da gripe esgotam no meio da tarde de terça - 428
31 de Março, 2020
Prefeito explica medidas envolvendo servidores, anuncia doação do próprio salário e compra de testes para coronavírus - 131


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites