iFolha - 14.05.2020. Morre a primeira vítima do novo coronavírus em Olímpia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 24 de Maio de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 24/05/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 14 de Maio, 2020 - 10:03
14.05.2020. Morre a primeira vítima do novo coronavírus em Olímpia

E AGORA, SERÁ QUE A POPULAÇÃO VAI ACREDITAR QUE NÃO É UMA GRIPEZINHA?

Foi na madrugada de 14 de maio de 2020, no segundo andar da Santa Casa de Misericórdia, onde o novo coronavírus, a covid-19, fez a sua primeira vítima em Olímpia. Trata-se de um homem, de 70 anos, que tinha comorbidades preexistentes.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Olímpia, ele estava internado na Santa Casa há vários dias e já tinha histórico de internações anteriores recentes por problemas pulmonares.

Entre as comorbidades, o paciente apresentava diabetes, hipertensão e doença pulmonar obstrutiva crônica, que somadas à idade e à contaminação por Covid-19, agravaram o quadro e, infelizmente, ele não resistiu.


Segundo a Santa Casa, o exame para detecção da Covid foi colhido no fim de semana, após avaliação médica, e a confirmação saiu na quarta-feira, 13. Um dia depois ele morreu.

Segundo a assessoria, mesmo antes da confirmação doença ele vinha sendo acompanhado pela equipe de Atenção Básica da secretaria municipal de Saúde, passando por atendimentos e os cuidados necessários, desde 2010.

Já o diretor técnico do hospital, médico Fábio Martinez, explicou que o senhor de 70 anos estava na ala de covid-19, no segundo andar, bem ao lado da UTI do novo coronavírus sob os cuidados da Dra Naiara. Porém a piora foi súbita.

O município acrescenta ainda que todos familiares da vítima continuarão sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica e serão testados para a doença com o devido acompanhamento, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde.

O corpo do primeiro paciente que veio a óbito em Olímpia foi preparado de acordo com as normas do Ministério da Saúde e a Vigilância Sanitária orientou sobre a necessidade de não se realizar o velório, nem por uma hora como ocorre normalmente durante o período de quarentena decretado pela prefeitura.

COM ACOMPANHANTE

Na internet, entretanto, surgiram vários comentários, antes da morte deste paciente de que as pessoas com suspeita de estar contaminadas com o vírus que estavam internadas da Santa Casa estavam ficando com familiares como acompanhantes.

Inclusive, uma ouvinte da rádio Cidade que conhece a família do falecido, garantiu que o caso vinha ocorrendo com o paciente que morreu na madrugada de quinta-feira.

MANIFESTAÇÃO DA PREFEITURA
Sobre os acompanhantes na Santa Casa, a assessoria assim se manifestou: “Todos os notificados oficialmente, sejam suspeitos ou já confirmados, são orientados pela Vigilância a tomar os devidos cuidados e respeitar o período de isolamento domiciliar, com restrição de circulação e com monitoramento constante do quadro dos pacientes. No caso dos internados, a política de visita e acompanhamento fica a cargo do hospital que tem autonomia para definir dos critérios, respeitando as diretrizes dos órgãos responsáveis”.

MANIFESTAÇÃO DO HOSPITAL
Um pedido de resposta para a situação dos problemas de internação foi enviado para o diretor técnico do hospital, o médico Fábio Martinez, que a recomendação segue orientação do Ministério da Saúde que prevê a possibilidade de se autorizar a presença de acompanhante em casos de idade avançada e se a pessoa apresentar dificuldades especiais. Caso contrário o paciente tem que ficar sozinho, isolado.

"O certo é que apenas um acompanhante que já estava em contato com o paciente permaneça com ele durante o período da internação. Não pode haver troca de acompanhante. E por falha de vigilância isso acabou acontecendo", afirmou Martinez.

E continuou: "A partir de agora pediremos para que o acompanhante assine um termo de responsabilidade de que vai seguir as normas exigidas e haverá uma fiscalização maior", destacou.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
24 de Maio, 2020
Ajudante geral confessa o crime e diz que estava sendo ameaçado de morte - 101
24 de Maio, 2020
Delegados recorrem para poder retomar investigação sobre fugitivo morto pela PM - 82
24 de Maio, 2020
Homem preso por importunação sexual contra adolescente no bairro São José - 110
24 de Maio, 2020
Comandante da GCM rebateu as críticas do vereador e mostrou resultado da operação - 80
24 de Maio, 2020
Prefeitura rechaça e classifica como leviana a manifestação de vereador sobre bloqueio - 223


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites