iFolha - Celso Portiolli se mantém firme no SBT

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 18 de Abril de 2021
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15/04/2021
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 23 de Novembro, 2020 - 10:25
Celso Portiolli se mantém firme no SBT

1- Ignorando a crise que a TV aberta vem passando, Celso Portiolli é uma das melhoras audiências do SBT e um dos grandes faturamentos da emissora / Lourival Ribeiro

 

2- No período em que trabalhou como produtor no SBT, Celso Portiolli sempre demonstrou sua vontade de ter uma chance como apresentador num programa da casa e conseguiu; hoje ele é sucesso comandando o “Domingo Legal” / Francisco Cepeda

 

3- Atualmente, Celso Portiolli é considerado um dos apresentadores mais carismáticos da TV brasileira e um dos mais conceituados na opinião do “patrão” Silvio Santos / Lourival Ribeiro

 

4- Chamado para gravar um piloto do “Passa ou Repassa”, Celso Portiolli agradou em cheio. Com a ida de Angélica para a Globo, precisamente no dia 29 de abril de 1996, ele assumiu a apresentação da atração que ia ao ar diariamente no período da tarde / Lourival Ribeiro

 

5- Há tempos o “Passa ou Repassa”, um dos grandes sucessos do SBT, também está no “Domingo Legal”, com o comando de Celso Portiolli, que nunca perde o pique e a desenvoltura diante das câmeras / Lourival Ribeiro

 

Com a faxina geral que está tendo no SBT, assim como está acontecendo em outras emissoras nas quais nomes de peso estão sendo dispensados para equilibrar o caixa, devido à crise gerada pela pandemia, Celso Portiolli resiste, é um dos nomes de peso do canal de Silvio Santos e um dos apresentadores mais carismáticos do Brasil, não só da televisão, mas também do rádio e da internet.

Na verdade, a grande chance de Portiolli veio quando Augusto Liberato, o saudoso Gugu, transferiu-se para a Record em 2009. O Programa “Domingo Legal”, no ar desde 1993 e assim uma marca no final de semana do telespectador, parecia ter perdido o seu ícone e foi daí que Sílvio Santos decidiu apostar na garra de Portiolli. O experiente empresário acertou no alvo. Desde a sua estreia frente à atração, o “Domingo Legal” vem dando ótimos pontos de audiência. O carisma do apresentador é tanto que vira e mexe Portiolli é convidado a fazer alguma participação especial em atrações da casa, assim como acontece com Fátima Bernardes, na Globo.

O sucesso não chegou fácil para este rapaz esforçado que nasceu na cidade de Maringá, no Estado de Paraná, numa família que já tinha onze filhos. A trajetória do apresentador assemelha-se um pouco aos folhetins romanescos. Celso Portiolli nasceu no dia 01 de junho de 1967; começou sua carreira no rádio, aos dezessete anos, na Rádio Apolo FM, em Curitiba; depois passando por outras emissoras do Paraná, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Na década de 1990 foi o líder de audiência de uma emissora de Ponta Porã (MS) e em 1992 foi eleito vereador daquela cidade, aos 24 anos de idade e com número recorde de votos. Tempos depois, se engajou na campanha política de Paulo Maluf. Ele abandonou a política depois que se firmou como profissional no SBT. 

Apesar do sucesso no rádio e na política, Portiolli acalentava o sonho de ter uma carreira na televisão; assim, em 1993 escreveu uma carta para Sílvio Santos com sugestões para o quadro “Câmera Escondida” exibido no extinto “Topa Tudo Por Dinheiro”. Silvio aproveitou a maior parte delas e ainda quis conhecer o radialista. O resultado é que Celso Portiolli passou a ser então o redator da atração. No período em que trabalhou como produtor no SBT, ele sempre demonstrou sua vontade de ter uma chance como apresentador num programa da casa.

Chamado para gravar um piloto do “Passa ou Repassa”, Celso Portiolli agradou em cheio. Com a ida de Angélica para a Globo, precisamente no dia 29 de abril de 1996, ele assumiu a apresentação da atração que ia ao ar diariamente no período da tarde.

Com o sonho de ser apresentador realizado, Celso Portiolli se desligou definitivamente da carreira política.

O “Passa ou Repassa” ficou no ar ininterruptamente até 04 de janeiro de 1998, alternando períodos de exibição diários e semanais. Retornou à grade de programação no dia 21 de fevereiro de 1999, sendo exibido semanalmente até 05 de agosto de 2000, data do último programa. Há algum tempo a atração é um quadro exibido no “Domingo Legal”, repetindo o sucesso do passado.

Antes de estrear o “Curtindo Uma Viagem”, como apresentador e diretor, em julho de 2001, Portiolli também apresentou os programas “Tempo de Alegria”, aos domingos, de 19 de maio de 1997, até 10 de janeiro de 1999 e “Xaveco”, atração que era exibida também aos domingos, no ar até abril de 1998.

Depois comandou o reality “O Conquistador do Fim do Mundo”, que foi gravado nas paradisíacas paisagens da Patagônia reunindo 60 participantes de cinco países: Brasil, Chile, Estados Unidos, México e Equador, divididos em equipes de 12 pessoas por país e foi exibido simultaneamente em todos. Os concorrentes enfrentaram neve, ultrapassaram montanhas e lagos, além dos problemas gerados pela convivência. O apresentador comandou também o “Curtindo uma Viagem”, quadro mostrado no programa “Silvio Santos”. Tratava-se de uma competição entre duas equipes formadas por cinco amigos, uma masculina e outra feminina que disputavam várias provas. A equipe vencedora era aquela que completava as 15 provas de palco e mais duas externas em menor tempo. O prêmio era uma viagem para uma cidade do Brasil ou do Exterior, com as despesas pagas para todos os integrantes da equipe campeã.

Vale lembrar ainda alguns aspectos da trajetória de Celso Portiolli; também trabalhou como radialista em São Paulo nas rádios Jovem Pan, Transamérica, Band FM e Record. Ex-aluno de Engenharia Civil e Jornalismo, com os vários compromissos da carreira de apresentador e locutor, Celso Portiolli não chegou a completar os cursos.

Pensando no futuro, Celso Portiolli também é um empresário de sucesso. Ele é proprietário da Rádio Ótima FM em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, e um dos sócios de um grande grupo de varejo. Esse garoto vai longe!

Quanto à vida pessoal ele também não tem do que reclamar. Celso Portiolli é marido de Suzana Marchi e tem três filhos com a designer de interiores. Com certeza a estrela do apresentador ainda irá brilhar muito!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
15 de Abril, 2021
A mortes por covid e Barretos abrindo bares, restaurantes e igrejas, foram os principais temas do Cidade em Destaque de quinta-feira, 15.04.2021 - 85
15 de Abril, 2021
Bombeiro incendiário teve que ser escoltado para prestar depoimento na prefeitura e cinco entidades representativas de jornalistas formam comissão para acompanha caso do editor da Folha, foram os temas do Cidade em Destaque de quarta-feira, 14.04.2021. - 127
15 de Abril, 2021
Cidade em Destaque de terça-feira, 13.04.2021 comentou a intolerância e ódio incontidos: advogados jogam ácido em carro de outro advogado. - 133
14 de Abril, 2021
Com 06 mortos em 03 dias Olímpia vai a 18 em abril e 172 na pandemia - 287
14 de Abril, 2021
Casos confirmados de covid caem de 50 para média de 30 por dia - 154


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       














Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites