iFolha - Juíza nega liminar para incluir hotel de Olímpia como atividade essencial durante a pandemia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 24 de Maio de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 24/05/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 01 de Abril, 2020 - 17:31
Juíza nega liminar para incluir hotel de Olímpia como atividade essencial durante a pandemia

DA REDAÇÃO COM SITE
CONJUR – CONSULTOR JURÍDICO

Em decisão proferida na segunda-feira, 30, a justiça local negou liminar a um hotel de Olímpia que pedia alteração do decreto municipal que determinou a suspensão das atividades hoteleiras como medida de combate à Covid-19. O hotel alegou que sua atividade deveria ser considerada essencial, por permitir alojamento de familiares de vítimas da pandemia, médicos e agentes do governo, se houver necessidade.

Segundo a juíza Maria Heloisa Soares, da 3ª Vara Cível de Olímpia, “não incumbe ao Judiciário fazer análise de essencialidade da prestação de serviço, ou não, até porque esse critério é relativo, sob vários aspectos”. A magistrada disse que alguns direitos individuais não podem se sobrepor ao coletivo, pois "passamos por uma período de extrema exceção, com uma crise humanitária e econômica mundial, sem precedentes e parâmetros, diante da pandemia causada por um vírus que se propaga pelo contágio e contato humano”.


O Ministério Público pediu que o município de Olímpia e os demais da Comarca tomassem providências urgentes no combate à pandemia, bem como o fechamento de empresas turísticas da região. Diante dos decretos municipais, editados posteriormente à data de início da ação, que elencam medidas de combate à Covid-19, o Juízo da Comarca considerou que as providências postuladas pela promotoria já estão sendo tomadas.

“Em que pese o esforço e a boa intenção do nobre Ministério Público, reitero neste momento tão peculiar de nossa existência que liminar impositiva se mostra incompatível com o período de exceção, em que medidas justas precisam ser tomadas na base da cooperação e ciência de cada realidade”, escreveu a juíza Maria Heloisa Soares.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
24 de Maio, 2020
Ajudante geral confessa o crime e diz que estava sendo ameaçado de morte - 94
24 de Maio, 2020
Delegados recorrem para poder retomar investigação sobre fugitivo morto pela PM - 78
24 de Maio, 2020
Homem preso por importunação sexual contra adolescente no bairro São José - 101
24 de Maio, 2020
Comandante da GCM rebateu as críticas do vereador e mostrou resultado da operação - 72
24 de Maio, 2020
Prefeitura rechaça e classifica como leviana a manifestação de vereador sobre bloqueio - 218


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites