iFolha - Como acreditar em um governo que vive tentando enganar a população?

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 18 de Setembro de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/09/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 19 de Janeiro, 2020 - 16:48
Como acreditar em um governo que vive tentando enganar a população?

“Se a realidade precisa ser ocultada, é porque a verdade não pode ser alcançada e sempre haverá pessoas que serão prejudicadas”.

Mestre Baba Zen Aranes.


SE EXISTIA
ALGUMA ...


... dúvida quanto ao viés autoritário e a falta de transparência do atual governo municipal, esta se dissipou neste início de ano.

O AUTORI­TA­RIS­MO, ...

... dentro da análise sociológica, fica estampado pelas useiras e vezeiras vezes em que ficou patente situação que transparece que o governante se considera totalmente autossufi­ciente em todas as áreas e que demonstra tenta impor goela abaixo de todos (assessoria e população) os seus desejos, sem exercitar aquilo que seria a base da reflexão: ouvir as várias premissas sobre um mesmo tema para poder se chegar à tese mais próxima da realidade.

JÁ DENTRO ...

... dos sintomas ou consequências práticas estão as demissões sempre envoltas em comentários de que foram antecedidas  por manifestações ríspidas e agressivas e a imposição de atos pessoais mesmo quando estes notoriamente repercutem mal perante a população, como se as vontades do senhor de engenho fossem cláusulas pétreas de uma lei criada por um ditador que não consegue enxergar nada além do próprio umbigo.

OU SE ...

... segue à risca, com todos os detalhes mais insignificantes, os desejos do coronel, ou se corre o risco de ser humilhado na frente de outros e demitido sumariamente.

AO QUE PARECE, ...

... a ninguém, além do próprio, é dado o direito de pensar, de ter vida intelectual. Ou se é vassalo, mero serviçal, ou se é eri­gido à condição de inimigo do rei. Ninguém pode brilhar mais que o soberano.

DIANTE DESTE ...

... quadro fático, a falta de transparência é mera consequência do princípio dito maquiavélico de que os fins justificam os meios. Ou seja, para se manter a situação ditatorial, não é preciso agir dentro da chamada ética e tudo pode ser feito para se preservar o estado mesmo que comprometedor das coisas.

CLARO ESTÁ, ...

... que exemplos crassos da situação de imposição de regras e o culto ao en­deusamento ficaram demonstrados por situação como a recente exoneração do secretário do turismo e de todos os outros que o antecederam.

MAS, ...

... o maior exemplo das consequências do coro­ne­lismo atual foi demonstrado por outro dos que discordaram e tiveram que sair, o pré-candidato Otavio Lamana Sarti, que, tecnicamente, em entrevista à rádio Cidade, demonstrou que não basta fazer, tem que se estudar mais, ouvir outras teses, planejar mais, para que o que se quer implantar tenha resultado satisfatório, não para sair nas fotografias, mas para efetivamente prestar o serviço anunciado para a população.

O PIOR É QUE ...

... o pré-candidato, que foi superintendente do Daemo por quase um ano, além de demonstrar que de tudo que se anuncia que foi feito, muito pouco funcionou, inclusive a obrada do século, a Estação de Tratamento de Esgoto, também explicou que a fatura pelo erro estava sendo cobrada da população e este colunista não conseguiu entender de imediato.

OTÁVIO ...

... explanou, com todas as letras, que tudo que havia sido feito não estava funcionando, ou servindo direito aos propósitos anunciados com toda a pompa no mundo virtual criado pela assessoria do governante (cada mexida é um flash), já estava sendo absorvido pela população não só pela não efetivação dos serviços (água e esgoto), mas também pelo aumento da tarifa de água e esgoto muito além da inflação que afeta diretamente o bolso do contribuinte.

NUM VERDADEIRO ...

... trabalho de ma­quia­gem, ou de mentir mesmo (pois ocultar também é mentir), a prefeitura divulgou que o reajuste da tarifa de água (que traz embutido a do tratamento do esgoto na mesma proporção do consumo do líquido), teria sido de apenas 6,5%, o que já seria um despautério, já que a inflação não passou dos 4%.

MAS, MAIS DEVASTADOR AINDA ...

... é que não foi de apenas 6,5% o dito reajuste que já está pesando no bolso principalmente da população mais pobre. Foi muito maior, pois reajustou em mais de 20% o valor cobrado pelo tratamento inexistente de esgoto, já que este além do reajuste de 6,5% passou a ser cobrado na mesma proporção do consumo de água.

SORRATEIRAMENTE, ...

... num decreto extenso, onde, através dos chamados considerandos, até o campo de concentração nazista animal entrou como realização, se tenta justificar com as “obradas” os aumentos e em apenas duas linhas, num parágrafo único, se esconde aquilo que não se divulgou: “As tarifas correspondentes à administração de coleta e tratamento dos esgotos: acrescer 100% dos valores acima”.

OU SEJA ...

... o contribuinte pagava o equivalente a 80% sobre o valor do consumo de água de taxa de esgoto. O que, significa que ir ao banheiro passou a custar 20% a mais em cima do valor reajustado do consumo da água. Ou seja, mais de 20%. E, ainda por cima, com tarifa progressiva. Se aumentar o consumo, aumenta o valor sobre o metro cúbico da água e, consequen­te­men­te, do esgoto. E, isso acaba acontecendo muitas vezes, não pelo aumento do consumo real, mas pelo fato de que, muitas vezes, os leituristas demoram mais de 30 dias para aferir o consumo e a população paga muito mais pelo serviço mal prestado.

O PIOR DE TUDO ...

... é que a assessoria, claro, não pode ter sido ao arrepio do coronel, em release enviado para imprensa, não citou, numa linha sequer o exagerado aumento na taxa de esgoto que, pelas declarações do ex-superintendente e pela reclamação de feden­tina total no cachoei­rinha pelos ribeirinhos, continua não sendo tratado. Simplesmente na tentativa de camuflar a situação e induzir ao erro os veículos de comunicação não atrelados e utilizar os que são para a divulgação total da informação capciosa.

PARA QUEM ...

... utiliza o recurso de classificar e divulgar nas mídias sociais da prefeitura, tudo que afeta o atual governo e não tem confirmação oficial como “FakeNews”, será que não poderia ter classificada como “Notícia Mentirosa” a informação passada para a imprensa por um governo obscuro que falseia a realidade para tentar impor uma imagem de competência e austeridade?

ORA, SENHORES, ...

... vamos tentar entender a amplitude deste reajuste que já está sendo motivo de muitas reclamações pelas redes sociais.

VAMOS SUPOR ...

... que este colunista tenha um consumo mínimo de 10 m³ de água, pelo qual antes pagava R$ 16,56, hoje, estaria pagando R$ 17,64, com o reajuste de 6,5%. Mas isso não significa que, estaria pagando este valor pela tarifa de água e esgoto.

É QUE, ...

... a este número seria acrescido mais R$ 0,12 por metro³ para a tal da conservação do hidrôme­tro. O que daria mais R$ 1,20 acrescidos no total.

PARA NÃO TRATAR ...

... o esgoto e apenas recolher, teria que desembolsar 80% do valor da água, portanto, mais R$ 13,24.

JUNTANDO ...

... tudo, teria pago no ano passado, R$ 31,00 por mês. Isso se for mantido religiosamente o mesmo consumo e não passar de 10 m³. Caso contrário o valor seria maior.

SE A GENTE ...

... pegar a mesma situação da taxa mínima para 10 m³ após o último decreto, teríamos:

- R$ 17,64 consumo de água;

- R$ 17,64 pela coleta poluidora do esgoto.

- R$ 01,30 de conservação de hidrômetro.

Total: R$ 36,58.

OU SEJA, ...

... com o aumento de 20% no valor do esgoto e este calculado em cima do metro cúbico que teve reajuste de 6,5%, temos um aumento  de R$ 5,58 na tarifa mínima, o que representaria um reajuste aproximado de 18% na referida cobrança, para um serviço capenga e que, mesmo com todo investimento, continua a ser motivo de constantes reclamações nas redes sociais.

SIMPLESMENTE ...

... o reajuste foi 11,5 % superior ao anunciado e quase 15% acima da inflação. E, agora o contribuinte passa a sentir no bolso o resultado de um governo que, ao que parece, acredita que é dono da verdade, ungido e que pode decidir sobre a vida de todos.

ISSO, ...

... se o leiturista não demorar mais de 30 dias (no Face tem uma conta registrando a leitura de 33 dias) e você tiver que pagar um valor por metro cúbico de água maior ainda e consequentemente também maior o preço de ser humano e obrigado a produzir dejetos

O NOBRE ...

... leitor, no seu íntimo e já inconformado com a situação, pode estar se perguntando: a solução então, não seria ir cagar no mato? Elementar meu caro interlocutor, também não resolve. Não importa quanto você tenha defecado. Se consumiu água, vai pagar.

E O QUE É ...

... pior, com uma inflação de menos de 4% e com o desemprego e o achatamento salarial batendo à porta da população.

José Salamargo – fechando a reflexão com apenas uma pergunta: como confiar e acreditar num governo ditatorial que reajusta tarifa em 18% e anuncia 6,5% como sendo um dos menores da região? Dá pra acreditar que o turismo arrecadou R$ 1,5 bilhão, que já representa 65% do PIB, que é responsável por 60% do emprego, ou seja lá o que for divulgado por este governo?


 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Setembro, 2020
Prefeito publica decreto determinando a suspensão de aulas presenciais na rede pública até o fim do ano e regulamenta a volta do mototáxi foram os temas do Cidade em Destaque de sexta-feira, 18. - 50
17 de Setembro, 2020
Após seis dias sem óbitos, Olímpia registra mais dois e chega a 50 mortes na 4.ª feira - 426
17 de Setembro, 2020
Cidade em Destaque de quinta-feira, 17, divulga em primeira mão que Thermas abre no dia 1.º de outubro e a volta dos mototáxis. - 125
17 de Setembro, 2020
Thermas confirma a reabertura do Parque Aquático em 1º de outubro - 285
16 de Setembro, 2020
Com mais 25 positivos na quarta Olímpia mantém a média de casos - 103


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites