iFolha - TCU quer que Associação devolva mais de R$ 300 mil para o governo federal

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 08 de Dezembro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 02/12/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 28 de Julho, 2019 - 21:06
TCU quer que Associação devolva mais de R$ 300 mil para o governo federal

O valor de R$ 80 mil que em 2010 era cobrado pelo Ministério do Turismo, relativo a falta de prestação de contas de uma verba que veio para a realização do Fefol (Festival Nacional do Folclore) em 2006, a­go­ra o Tribunal de Contas da União (TCU) quer que a Associação Olimpiense de Defesa do Folclore Brasileiro (AODFB), entidade que realiza os Festivais Nacionais do Folclore (Fefol), em parceria com a Prefeitura de Olímpia, devolva mais de R$ 300 mil.

Segundo a reportagem a­purou, o valor é referente ao convênio número 566.881, assinado no dia 1.º de agosto de 2006, pa­ra custear a realização da 42.ª edição do evento. Agora a associação deve devolver mais de R$ 300 mil referente a um convênio de 2006.

Pelo que se depreende, na verdade o que faltou foi fazer a prestação de constas do festival naquele a­no, quando transcorria o segundo ano do segundo mandato do ex-prefeito Luiz Fernando Carneiro, que tinha como diretora de Turismo, a comerciante Rosali Gobatto Ducatti.

Na época em que o problema surgiu, segundo o Ministério do Turismo, caso a entidade apresentasse a documentação sa­tisfatória, assim como as demais instituições e prefeituras, não precisaria devolver o dinheiro.

Mas segundo consta, a notificação de cobrança do Ministério do Turismo, não representaria o total do convênio assinado, que seria no total de R$ 190.749,30, com publicação em 30 de agosto de 2006, vigência de 1º de agosto de 2006 a 1º de janeiro de 2007. A data da última liberação foi 1º de setembro de 2006, cujo valor ficou sendo R$ 188 mil. Já a contrapartida do município era de R$ 37 mil. A comissão executiva do 42.º Fefol era presidida pelo empresário Marco Antônio Balbo.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
02 de Dezembro, 2019
No cinema nacional - 616
02 de Dezembro, 2019
Época do ano boa para se exercitar - 596
02 de Dezembro, 2019
Mano Walter apresenta a faixa e o clipe de “Tô Disponível” - 598
02 de Dezembro, 2019
O filme Luta de Classes já está disponível! - 644
02 de Dezembro, 2019
Panetone com Gotas de Chocolate - 628


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites