iFolha - Qual o tamanho ideal para a mochila da escola?

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 07 de Dezembro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 02/12/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 08 de Julho, 2019 - 17:47
Qual o tamanho ideal para a mochila da escola?

Elas são coloridas, decoradas com os personagens do cinema e já fazem parte do dia a dia da escola. Estamos falando das mochilas.

Os ortopedistas chegaram à conclusão que o peso das mochilas escolares não pode ultrapassar dez por cento do peso das crianças, mas o que levar, e o que não levar, para as aulas?

Este é um cuidado que deve ser redobrado a cada ano, para que possam ser evitadas lesões e também para não torná-las uma doença crônica.

Pesquisadores analisaram crianças que vão ao médico e se queixam de dor nos ombros e viram que 23% delas tinham lesões causadas pelo uso inadequado da mochila. A maioria apresenta queixas de dor na coluna e nos ombros.

A maneira de carregar, erguer ou retirar a mochila das costas também deve ser supervisionada. Se comparada a bolsas de uso lateral a mochila tem uma melhor aceitação, pois distribui o peso dos objetos pela coluna e abdômen. Porém se estiverem com peso acima do recomendado podem causar alterações nos ombros dos pequenos.

O mau uso da mochila pode ocasionar desconfortos, distensões musculares e alterações posturais. As crianças podem sofrer danos na coluna vertebral ao carregar uma mochila muito pesada.

Muitos pais optam então pelo uso de mochila com rodinhas, porém, se puxadas de maneira inadequada, os riscos são os mesmos. A alça do carrinho tem que ter a altura adequada para a criança, e o peso também não pode ultrapassar a porcentagem desejada, senão o esforço que é feito causa lesões tão sérias quanto ao carregar nas costas, orientam os ortopedistas.

Os pais devem ficar atentos para qualquer reclamação dos filhos. Ao primeiro sinal de dor devem levá-lo ao médico especialista para uma melhor avaliação. Vale também acompanhar se o que ele leva na mochila é realmente essencial para as tarefas daquele dia.

As lesões mais comuns – que devem ser tratadas assim que detectadas, pois podem levar a alterações crônicas de postura e dores persistentes nas articulações – são dor muscular, dor na coluna, ferimentos abrasivos nos ombros, modificação na postura e até mesmo desvios posturais.

O melhor remédio ainda é a prevenção. As mochilas deverão ter duas tiras para distribuir o peso da melhor forma. As tiras devem ser preferencialmente acolchoadas e ajustadas de forma que a mochila fique rente ao corpo. A largura da mochila não deve ultrapassar a largura do dorso da criança. A mochila deve estar nivelada com a cintura da criança. Dê preferência a mochilas com poucos bolsos. A diversidade de compartimentos pode ser um atrativo para carregar objetos inúteis.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
02 de Dezembro, 2019
No cinema nacional - 553
02 de Dezembro, 2019
Época do ano boa para se exercitar - 532
02 de Dezembro, 2019
Mano Walter apresenta a faixa e o clipe de “Tô Disponível” - 533
02 de Dezembro, 2019
O filme Luta de Classes já está disponível! - 579
02 de Dezembro, 2019
Panetone com Gotas de Chocolate - 563


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       
























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites