iFolha - Boa saúde depende de prevenção

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 06 de Agosto de 2020
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 05/08/2020
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Cidade em Destaque
Radio iFolha
TViFOLHA


Olimpia, 01 de Julho, 2019 - 17:07
Boa saúde depende de prevenção

Mesmo sabendo da importância dos exames ginecológicos periódicos, algumas mulheres ainda negligenciam a sua saúde em nome do excesso de trabalho, do cuidado com a família ou de dificuldades encontradas no Sistema Único de Saúde, e assim se esquecem de si mesmas.

Segundo dados do Ministério da Saúde, anualmente mais de 60 mil mulheres brasileiras morrem em decorrência de algum tipo de câncer, que poderia ser evitado com exames periódicos.

Os ginecologistas orientam as mulheres a checarem sempre suas condições físicas, para evitar problemas maiores, sendo que o ideal é consultarem o ginecologista pelo menos uma vez por ano.

Doenças como câncer de mama, maior causa de morte por câncer entre mulheres, e os tumores de útero, podem ser tratadas de maneira eficaz quando descobertas precocemente. Dentre alguns métodos diagnósticos das doenças, os mais eficientes são a mamografia e a citologia oncótica, ou seja, o Papanicolau.
As mulheres, a partir dos 20 anos, devem se preocupar com sua saúde periodicamente, verificando níveis de colesterol, triglicérides, glicemia (para descartar diabetes), atividade cardíaca e DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), sendo que todas as mulheres devem consultar periodicamente um ginecologista; o recomendado é pelo menos uma vez ao ano.

A pressão arterial não deve ser esquecida e por isso tem que ser conferida constantemente. Outro flagelo é a obesidade que deve ser combatida, pois ela aumenta os riscos de problemas cardiovasculares.

Aquelas que fumam, devem se esforçar para livrarem-se da dependência e todas as mulheres devem praticar exercícios físicos. Para começar, caminhar regularmente é um bom remédio.

Outro item negligenciado é a carteirinha de vacinação. É bom relembrar quando foi tomada a vacina contra tétano, por exemplo, e dar um pulinho no posto de saúde para colocar a prevenção em dia. Tem ainda a vacina contra Hepatite B e HPV.

O dermatologista não é apenas para cuidar da beleza da pele do rosto, avaliações periódicas são importantes para detectar câncer e outras doenças da pele.

Importante também é o controle do colesterol, triglicérides, glicemia, creatinina e urina, além de exames para verificar os hormônios da tireoide.

Aos 40 anos, além dos exames já citados, as mulheres  devem fazer a mamografia anualmente. As que possuem antecedentes familiares de câncer de mama ou ovário devem fazer a primeira mamografia aos 35 anos. O pico de incidência de câncer de mama é entre 47 e 52 anos. Importante também repetir o ultrassom da tiroide e fazer as dosagens hormonais.

A partir dos 50 anos, diminui a incidência de câncer de colo uterino, mas aumenta o risco de câncer de ovário e endométrio, o rastreamento pode ser feito pelo ultrassom transvaginal e alguns marcadores tumorais; lembrando que muitas doenças são silenciosas, demorando a apresentar os primeiros sintomas. Por isso, prevenir é fundamental.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
05 de Agosto, 2020
Olímpia chega a 798 positivados na 4.ª feira com mais um bebê de 10 meses infectado - 127
05 de Agosto, 2020
A 16.ª morte na Santa Casa por covid-19 e um desabafo de uma internauta que ficou vários dias convalescendo pela doença foram os temas do Cidade em Destaque de quarta-feira, 05. - 111
05 de Agosto, 2020
Santa Casa pode ter registrado a sua 16.ª morte por Covid-19 - 357
04 de Agosto, 2020
Na terça Olímpia bateu outro recorde absoluto de casos de covid-19: 70 em 24 horas além de mais uma morte - 308
04 de Agosto, 2020
Cidade em Destaque de terça-feira, 04, teve como tema principal a 11ª morte por covid-19 e a situação da pandemia em Olímpia. - 109


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       








Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites