iFolha - Rodrigo e Geninho podem atrapalhar a liberação de recursos para Olímpia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 15 de Julho de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 14/07/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 25 de Novembro, 2018 - 16:53
Rodrigo e Geninho podem atrapalhar a liberação de recursos para Olímpia

Quanto ao fato do ex-prefeito, agora deputado federal eleito, Eugênio José Zuliani, Geninho, ser apadrinhado do deputado federal, eleito vice-governador, Rodrigo Garcia, poder vir a se transformar em fator que venha a atrapalhar sua administração, o prefeito Fernando Cunha admitiu a possibilidade, mas avisa que, mesmo assim, conseguirá trabalhar do mesmo jeito.

“Claro que pode (atrapalhar), mas eu administro com ele (Geninho) ou sem ele”, avisou durante entrevista que concedeu na quarta-feira desta semana, dia 21, ao jornalista José Antônio Arantes, âncora do programa Cidade em Destaque, levado ao ar diariamente na rádio Cidade FM.

“Em Brasília nós temos 81 deputados do Estado de São Paulo. Ele é mais um. Ele que prove para Olímpia e para a região que valeu a pena a pessoa votar nele. Ele que tem que demonstrar para que ele está lá”, criticou, explicando que já tem contatos com deputados federais em Brasília.

Já no caso do governo do Estado, onde Rodrigo Garcia será o vice-governador, Cunha também vê saídas em caso de uma eventual perseguição política. “Pode atrapalhar, mas não sei se vai atrapalhar. A prática política deles costuma ser de guerrilha, ou seja, atacar e destruir para fazer sucessores. Mas isso não quer dizer que a gente não vai receber coisas do Estado porque o governador, que é o Dória, tem um monte de aliados e temos gente aliada nossa que vai estar no governo e o governador vai ouvir os outros secretários também”, afirmou.

ATRAPALHAR OBRAS

De acordo com Fer­nan­do Cunha, pelo menos duas grandes obras, como nos casos das vias de acesso Dr. Wil­quem Manoel Neves e Desem­bar­gador Manoel Arruda, correm riscos de ser prejudicadas.

“A duplicação da Wil­quem eu acho que está garantida. É uma obra que vai custar aproximadamente 7 milhões de reais. Então, são 5 milhões de reais do governo do Estado. A da Wilquem a gente deve conseguir”, observou.

Mas a situação pode ser diferente em relação a outra via de acesso. “A duplicação da Manoel Arruda corre risco. Eu vou fazer o trevo do Minha Casa Minha Vida e do Aroeiras com dinheiro da Prefeitura. Chova ou faça sol”, um custo, segundo Cunha, de R$ 2,3 milhões. Já o restante, caso dos viadutos, os dois agentes políticos podem atrapalhar.

Ainda de acordo com Fer­nando Cunha, os dois políticos já atrapalharam no caso das 100 casas populares de Ribeiro dos Santos. “Ficaram dois anos na Secretaria da Habitação e não fizeram as 100 casas. O terreno eu já tinha doado para a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano). Atrapalham, sim”, reforçou.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
14 de Julho, 2019
Vídeo criticando caos na Saúde com cenas de jornalista chorando viraliza na internet - 120
14 de Julho, 2019
Bueiro sem tampa derruba e fere motociclistas na Américo Battaus - 167
14 de Julho, 2019
Polícia registra quatro casos de suicídio em uma semana - 612
14 de Julho, 2019
Cadeirante de 73 anos cai no golpe do “falso parente” - 142
14 de Julho, 2019
Lavador morre em batida frontal entre Gol e Corsa próximo a Altair - 542


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites