iFolha - O sucesso Patrícia Pillar

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Setembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 17/09/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 27 de Junho, 2018 - 13:42
O sucesso Patrícia Pillar

Patricia Pillar começou sua carreira no cinema, aos 19 anos de idade, depois de ter estreado em suas peças no teatro. A primeira novela foi em 1985, “Roque Santeiro”, da Globo / Estevam Avellar-RG




Patrícia Pillar, Alice Wegmann e Marco Pigossi cumplicidade e parceira dentro e fora da tela. Atualmente, eles trabalham juntos em “Onde Nascem os Fortes”, interpretando Cássia, Maria e Nonato / Estevam Avellar-RG

 

 

Depois de dois anos longe da televisão, Patrícia Pillar voltou à cena interpretando a corajosa Cássia, na supersérie “Onde Nascem Os Fortes”, exibida na faixa global das onze da noite.

A personagem vem crescendo a cada capítulo da trama e quem acompanha a história sabe que Cássia está prestes a desvendar uma grande armação, supostamente comandada pelo juiz Ramiro Curió (Fábio Assunção) ao mesmo tempo em que ela mesma está expondo o seu segredo. Cássia é uma personagem complexa, cheia de vida e força para lutar ao mesmo tempo em que esconde sua fragilidade e seus verdadeiros sentimentos.

O papel parece ter sido feito sob medida para uma atriz acostumada a viver “mocinhas” e “vilãs”. E falando em vilã, a maior delas parece ter sido a Flora, da novela “A Favorita” que conseguiu enganar o público até quase os capítulos finais.

Deixando de lado a ficção, Patrícia Pillar é uma mulher “do bem”, procura ser feliz e leva a vida com leveza. É atriz, apresentadora de televisão e também diretora de cinema. Sempre foi muito discreta e não fala de assuntos pessoais; seu nome nunca esteve ligado as inevitáveis fofocas que rondam o mundo da fama e tampouco aparece em badalações.

Guerreira e corajosa são adjetivos que também se aplicam à atriz. Quando descobriu que tinha câncer de mama, veio a público, contou o seu drama e ajudou a conscientizar as mulheres quanto à prevenção da doença. Não teve medo da opinião pública e muito menos do preconceito.

Por causa da doença, afastou-se do trabalho, mas voltou a trabalhar em 2004 interpretando a decidida Emerenciana no remake da novela "Cabocla", fazendo par romântico com Tony Ramos, além de ter feito algumas participações especiais como, por exemplo, no seriado "Carga Pesada", ao lado de Antonio Fagundes e Stênio Garcia. Ela atuou ainda em “Sinhá Moça”, no papel de Cândida, a Baronesa de Araruna. Depois, em “A Favorita” foi protagonista na pele de Flora, fazendo dupla com outra talentosa, a Claudia Raia. Depois, participou de algumas atrações globais, entre elas apresentou o “Som Brasil” e apareceu nos últimos capítulos de “Passione”, fazendo par romântico com Tony Ramos. E depois vieram ainda, “Lado a Lado”, “Amores Roubados”, “O Rebu” e “Ligações Perigosas”.

Nascida Patrícia Gadelha Pillar, em Brasília, em 11 de janeiro de 1964, Patrícia Pillar tem razões de sobra para estar feliz da vida. Ela está comemorando mais de trinta anos de profissão, iniciada no filme “Para Viver Um Grande Amor”, do cineasta Faria Jr, sendo que a estreia em novelas foi em 1985, em “Roque Santeiro”, da Globo.

A novela “Cabocla” marcou a volta da atriz às novelas. Sua última atuação tinha sido em “Um Anjo Caiu do Céu”, na qual contracenou ao lado de Marcello Antony, Caio Blat e Tarcisio Meira.

Por ironia do destino, Patrícia Pillar, interpretou Cris, uma ginecologista, no seriado “Mulher”, que acompanhou o drama da Dra. Marta (Eva Wilma), protagonista do seriado e que também tinha câncer de mama. Patrícia decidiu tornar público seu problema para encorajar outras mulheres a buscar prevenção e tratamento.

Um tanto avessa às badalações, ela prefere o sossego de sua casa e a companhia de amigos leais. Ela confessa que adora receber as pessoas e cozinhar, nestas ocasiões prepara massas com molhos especiais.

Apesar de viver num mundo cheio de celebridades, Patrícia não se deixou “contaminar” pelos exageros. A atriz costuma cuidar dos cabelos em casa e só vai ao cabeleireiro para cortar ou fazer luzes já que gosta de realçar os tons naturalmente claros de suas madeixas. Para cuidar da pele, Patrícia conta com a ajuda de um dermatologista e faz questão de fugir do sol.

Em seus momentos de folga, Patrícia Pillar gosta ainda de se alimentar bem, fazer ginástica, ir ao cinema e ao teatro.

Quanto ao futuro, a artista quer mesmo é ser feliz e só reclama da falta de tempo; tem planos para voltar a estudar, mas ainda não conseguiu colocá-los em prática. Enquanto isso, o público-fã das novelas vai deliciando-se com seu talento.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
17 de Setembro, 2018
Colhendo os frutos - 80
17 de Setembro, 2018
Óculos de sol: mais do que beleza, são uma necessidade! - 68
17 de Setembro, 2018
CD Baile do Nêgo Véio – Alexandre Pires chegou nas lojas - 58
17 de Setembro, 2018
O filme A Morte de Stalin chegou nas locadoras - 63
17 de Setembro, 2018
Patê de Queijo - 70


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites