iFolha - Internauta reclama de esgoto que é jogado no Riacho Olhos D’água

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 20 de Setembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 17/09/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 25 de Junho, 2018 - 00:11
Internauta reclama de esgoto que é jogado no Riacho Olhos D’água

Um internauta manteve contato com a redação da rádio Cidade FM, onde o jor­nalista José Antônio Arantes ancora o programa Cidade em Destaque, reclamando da grande quantidade de esgoto in natura que está sendo jogado no córrego Olhos D’­água. Essa situação, se­gun­­do ele, está poluindo o rio Cachoeirinha. Trata-se do final de um emissário instalado em agosto de 2007, pelo ex-prefeito Lu­iz Fernando Carneiro, quan­do, inclusive, o leito do rio foi devolvido ao seu lugar de origem.

Esse ponto está localizado cerca de um quilômetro à frente da Avenida Benat­ti, que foi inaugurada pelo atual prefeito, Fer­nando A­ugusto Cu­nha, cu­jo projeto é levar essa avenida até, pe­lo menos, a rodovia Assis Chateaubrian­d, SP-425, dando sustentação ao chamado Vale do Turismo.

A mudança do leito do rio e a instalação desse e­missário, que retirou o esgoto do rio na parte ainda central da cidade, que foi realizada por Carneiro, foi concluída no dia 13 de a­gosto de 2007.

Trata-se de uma obra pa­ra mudança da passagem das águas do córrego O­lhos D’água, fazendo o leito voltar ao seu curso natural, no trecho que passa ao lado do Parque Aquático Thermas dos Laranjais. “Foi um desvio do rio saindo das imediações próximas ao Thermas para um pouco mais longe”, explicava a época o ex-prefeito.

OUTRO LADO

Por outro lado, segundo a Superintendência de Á­gua, Esgoto e Meio Ambiente – Daemo Ambiental, o trecho em questão é on­de se encontra o ponto de interligação do emissário de esgoto atual com o no­vo emissário do sistema de tratamento de esgoto do Água Limpa, onde logo haverá uma interligação deste ponto de lançamento no novo emissário em execução.

De acordo com a Daemo Ambiental, todo o processo executivo está sendo acompanhando pela au­tarquia e parte do planejamento para 100% do esgoto tratado.
 

Construtora inicia implantação de emissário de esgoto até nova ETE
 

A empresa ETC – Empreendimentos, Tecnolo­gia e Construção Ltda., de São Paulo, responsável pe­la execução da obra de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (E­TE), além da rodovia Assis Chateaubriand, SP-425, iniciou nesta semana os trabalhos de construção de um emissário, que terá 2.500 metros e será a in­terligação do córrego O­lhos D’água com a ETE.

Para chegar até a estação, o emissário irá atravessar a Rodovia Assis Chateaubriand, mas de forma não destrutiva, ou seja, a tubulação irá cruzar por baixo da rodovia. Para tanto, a empresa responsável pela execução da o­bra, deu início na limpeza, topografia e escavação pa­ra assentar a tubulação. O emissário está sendo implantado no prolongamento da Avenida Benatti.


Desta forma, segundo o diretor da Superintendência de Água, Esgoto e Meio Ambiente – Daemo Ambi­ental, José Augusto Gia­not­to, Guto Gianotto, o esgoto 100% tratado da Estância Turística de Olím­pia está mais próximo de se tornar realidade.

Isso porque as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) seguem em ritmo acelerado, após empenho do prefeito Fer­nan­do Augusto Cunha para en­tregar uma das maiores obras de saneamento da história do município.

A obra da Estação de Tratamento de Esgoto, que começou em 2011 e estava paralisada desde 2014, faz parte do Programa Água Limpa, do Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE - Departamento de Águas e E­nergia Elétrica.

Em janeiro, depois de mu­ito trabalho, o prefeito Fernando Cunha assinou um aditamento ao convênio que liberou mais de R$ 16,5 milhões em recursos estaduais para a retomada das obras.

De acordo com a secretaria de Obras, Engenharia e Infraestrutura do município, estão concluídos na parte de obra civil o Centro de Treinamento e Administração, estrutura da caixa de areia e pe­neira­mento, reator 1, filtros 1 e 2, os decan­ta­do­res 1 e 2 e a câmara de contato, tota­lizando 60% da obra.

O objetivo do equipamento é implantar infra­es­trutura para o tratamento da totalidade de esgoto da cidade. Após sua conclusão, a Estação de Tratamento de Esgoto será suficiente para atender a uma população estimada de 61 mil habitantes. Hoje, o mu­nicípio conta com a Estação Com­­pacta de Tratamento de Esgoto “Córrego dos Pretos”, localizada no Jardim Santa Fé e que trata apenas 22,8% do esgoto da cidade. A expectativa é de que no próximo ano a ETE esteja em pleno funcionamento.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
17 de Setembro, 2018
Colhendo os frutos - 65
17 de Setembro, 2018
Óculos de sol: mais do que beleza, são uma necessidade! - 57
17 de Setembro, 2018
CD Baile do Nêgo Véio – Alexandre Pires chegou nas lojas - 48
17 de Setembro, 2018
O filme A Morte de Stalin chegou nas locadoras - 53
17 de Setembro, 2018
Patê de Queijo - 55


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites