iFolha - Delegado pede revogação da preventiva de dois acusados

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 20 de Fevereiro de 2019
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/02/2019
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 18 de Junho, 2018 - 13:30
Delegado pede revogação da preventiva de dois acusados

Na conclusão do inquérito que apura o homicídio praticado em Cajobi, o delegado Fernando Cezar Galleti, pediu a revogação da prisão preventiva contra dois acusados. Os lavradores Márcio de Brito Nunes, de 19 anos e Denivaldo Oliveira Machado, de 20 anos, assumiram a prática do assassinato de Dione Alves Ferreira, de 19 anos.

O inquérito foi remetido ontem, sexta-feira, dia 15, ao Fórum de Olímpia, on­de o juiz de direito E­duar­do Luiz de Abreu Costa de­verá decidir sobre a revogação ou não das preventivas. Quatro acusados continuam presos no CDP – Centro de Detenção Provisória de Icém. Apenas um menor de 17 anos está em liberdade.


A confissão de Márcio e Devanil aconteceu no início desta semana no CDP de Icém ao delegado Fernando Galleti. Már­cio contou que o motivo do crime foi um rádio que havia pego de Dione pelo fato dele não ter pago a sua parte no aluguel quando moravam juntos.

Explicou que, sábado, dia 9, Dione foi até a sua residência e exigiu o rádio de volta. Como ele, Már­cio, se recusou a entregar, Dione teria sacado uma faca e partido para cima dele. Garante que foi quando ele pegou um pedaço de pau e desferiu um golpe, mesmo assim, ainda correu para um pasto nas proximidades, tendo sido alcançado, e com a ajuda de Denivaldo que utilizava uma pá, executaram o crime.

Márcio e Denilvado afirmaram ao delegado que  Vandeilton Felismino Brito, de 22 anos, Fagner Batista Nogueira, de 19 anos e o menor de 17 anos, não tiveram nenhuma participação no crime, pois eles somente queriam apartar e cessar as agressões.

Como se sabe, Vandeilton foi preso em flagrante e Fagner teve a preventiva  decretada e foi encarcerado depois de se apresentar no meio desta semana no 1º Distrito Policial de Barretos. No entanto, agora, com a confissão dos dois, o delegado decidiu pedir a revogação da preventiva de Vandeilton e Fagner.

Todos os envolvidos neste assassinato (acusados e vítimas) são naturais da cidade de Carinhanha/BA e se mudaram para o bairro Eurovile em Cajobi, onde trabalham como lavradores. Dioni foi morto na noite de sábado, dia 9, com golpes de pau e pá.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Fevereiro, 2019
Ladrões armados roubam carro e eletroeletrônicos de engenheiro - 231
18 de Fevereiro, 2019
“Padeirinho” preso com armas e drogas no Jardim Harmonia - 154
18 de Fevereiro, 2019
Pai é acusado de agredir filha “funqueira” com golpes de fio - 206
18 de Fevereiro, 2019
O talk show de Maisa Silva - 64
18 de Fevereiro, 2019
Homem desaparecido é encontrado morto em estado de decomposição em Severínia - 186


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites