iFolha - Falta de espaço força escolha de árvores verticais na Avenida Aurora Forti Neves

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Setembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 17/09/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 18 de Junho, 2018 - 11:28
Falta de espaço força escolha de árvores verticais na Avenida Aurora Forti Neves

Ao notarem o início do plantio de algumas árvores ao lado do meio fio, mas bem próximo da guia, ouvintes da rádio Cidade FM, entraram em contato com o jornalista José Antônio Arantes, âncora do programa Cidade em Destaque, questionando a posição das árvores na avenida e alegando que as mesmas poderiam, não só atrapalhar o tráfego de veículos, mas também até provocar acidentes.

De acordo com o paisagista Eder Zocal, responsável pelos serviços que estão sendo realizados no local, embora a decisão tenha sido de plantar bem próximo da guia, a intenção foi evitar acidentes de trânsito, principalmente com os grandes veículos – ônibus e caminhões – que trafegarem pelo local.

“Nós não temos muito espaço de área verde e se tornando uma cidade turística, o fluxo nas avenidas de ônibus, turismo, até caminhão. A área verde é uma faixinha praticamente ali na beira do meio fio da guia, então se nós colocássemos uma árvore que formasse copa, uma árvore que formasse um chapéu de sombra, na realidade que seria o ideal, só que os galhos delas ficariam na avenida ocasionando danos”, explica.

Esse fator não ia ser favorável a que a árvore ficasse bonita. “Nunca ia ficar porque passa ônibus, passa caminhão, quebrando galhos, então nunca ia ter uma árvore frondosa, bonita”. Por isso, segundo o paisagista, “o intuído de colocar essas árvores mastro, chama árvore mastro, chou­pala que nós chamamos, é que ela é uma árvore mais vertical, então ela fica aí com os seus 8, 9, 10 metros de altura, porém ela dá um efeito vertical”.

Entretanto, segundo ele, a beleza aparece quando essa espécie é plantada em módulos de três ou quatro árvores. “Então a finalidade dessas árvores foi para isso, para ter uma sensação de vegetação verde em volta da orla, porém num efeito vertical, então uma dela é essas”.

“Depois tem a palmeira rabo de raposa que ela está plantada mais abaixo, naquelas áreas verdes onde não aparece, que fica bem ali na parte debaixo do córrego, porém é uma palmeira diferenciada, uma palmeira bonita, diferente para valorizar”, acrescenta.

Segundo ele, como já não tem área verde em cima, “a ideia foi valorizar lá embaixo para elas darem um efeito bem bacana ali, para quem estiver fazendo uma caminhada, algum turista que estiver ali, para que na hora que olhar, não ver aquele rio chapado, não ver aquele buracão e sim ver umas palmeiras fazendo um efeito ornamental, junto com outras plantas que ainda vão ser implantadas”.

No entanto, avisas que “também estamos trabalhando com umas palmeiras, a verdadeira, da folha azulada, que é uma planta mais nobre que tem nas avenidas de Dubai, que é uma planta diferente, são 15 peças ali que vão ser colocadas em alguns pontos estratégicos: quatro no começo da avenida, quatro em frente ao open mall, três no final da avenida e duas do outro lado. Então, nos decks de madeira vão ter umas árvores jasmim manga grande, formando uma sombra já para pessoas colocarem um banco ali, a ideia é colocar um banco ali para trazer uma sensação de bem-estar para quem estiver ali fazendo uma caminhada ou até mesmo passeando naquela área. A proposta é essa daí, depois tem outras vegetações que vão ser implantadas lá, mas a ideia ali é deixar uma coisa bem bonita, bem diferente, criando uma identidade para a cidade”.    

NOTA OFICIAL

Em nota a prefeitura se manifestou: “Segundo a empresa responsável pelo paisagismo da Avenida Aurora Forti Neves, contratada pela Prefeitura, a vegetação implantada foi definida com base no fato de que o calçamento da via é muito compacto e, por isso, optou-se por plantar espécies verticais, como é o caso das árvores mastro (choupala) que estão sendo plantadas.

A escolha também levou em conta o fato de que a avenida é um local de fluxo intenso de automóveis, ônibus e caminhões e uma árvore que formasse copa poderia ter os galhos invadindo a área de tráfego, ocasionando danos, além de que os galhos quebrados não causariam um bom efeito visual.

Dessa forma, a finalidade da árvore mastro, que chega a ter cerca de 8 metros de altura, é dar a sensação de vegetação verde na orla da avenida, criando um efeito vertical. Além disso, o paisagismo contará com outras espécies de árvores que serão plantadas no barranco do Córrego Olhos D´Água, bem como em jardins e decks, como a palmeira rabo de raposa, palmeira tamareira (dactylifera) e jasmim-manga grande, que criarão um ambiente bonito e bem-estar”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
17 de Setembro, 2018
Colhendo os frutos - 62
17 de Setembro, 2018
Óculos de sol: mais do que beleza, são uma necessidade! - 54
17 de Setembro, 2018
CD Baile do Nêgo Véio – Alexandre Pires chegou nas lojas - 45
17 de Setembro, 2018
O filme A Morte de Stalin chegou nas locadoras - 47
17 de Setembro, 2018
Patê de Queijo - 53


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites