iFolha - Pio ou ímpio Gênio XII, o Papa, ou o que papada cachorrada?

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 12 de Novembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 12/11/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 06 de Maio, 2018 - 21:51
Pio ou ímpio Gênio XII, o Papa, ou o que papada cachorrada?

Do Conselho Editorial

O atual contratado da Câmara Municipal, ex-radialista e blogueiro OC, um dos primeiros a denunciar Eugênio José pelas páginas deste jornal, em artigo, e que hoje dá mostras de comer na mão e no pratinho que Geninho lhe serve, denunciava em 17 de novembro de 2014 no seu blog, que era de oposição radical ao Genial, entre outras coisas:

Melhor reproduzir o texto de OC para que o mesmo relembre suas preciosas pon­derações e compare com a atual defesa do ex mandatário que considerava irresponsável no trato com a coisa pública.

Que o então vereador petista Hilário Juliano Ruiz de Oliveira encaminhou ao Executivo Municipal quatro Requerimentos – 681, 682, 683 e 684, com pedidos de informações, todos eles datados de 7 de novembro, nos quais cobra detalhes sobre obras autorizadas pelo Governo Federal ao município, mas todas ainda ou paradas, ou sem iniciar anos após terem verbas liberadas. Mas Ruiz cobra informações por sete obras no total, até agora sem solução.

Uma delas é o Canil Municipal, na Estrada Municipal conhecida como do “Gra­tão”, obra contratada em 18 de junho de 2013 à EPPO Construções e Comércio Ltda., no valor de R$ 90.428,87, por meio da Tomada de Preço 05/2013, mas que ainda hoje está inacabada e sem placa de identificação.

Outra obra é o Terminal Rodoviário “Paschoal Lamana”, contratada em 21 de dezembro de 2010 à empresa CA-2 Engenharia e Construtora Ltda, no valor de R$ 606.310,12, também inacabada e sem placa de identificação. A UBS do Jardim Tropical II, contratada em 8 de fevereiro de 2011, é um exemplo bem gritante.

A empresa Olívio & Aguillar Ltda., assinou contrato no valor de R$ 149.147,64 há quase quatro anos, e o prédio está inaca­bado, passando por uma situação de deterioração, além do que sem a placa de identificação.

A ponte sobre o Córrego Matadouro interligando os jardins Tropical I e II e Cote Gil, deveria estar pronta desde o dia 27 de outubro passado, segundo Ruiz. Mas, ainda hoje está inacabada, sem placa de identificação e praticamente pela metade, com somente uma parte concretada.

“E o que dizer da Creche do Idoso?”, pergunta o vereador. Aquela Unidade de Assistência Social “Projeto Quero Vida”, foi contratada em 10 de dezembro de 2010, portanto há quase quatro anos, no valor de R$ 249.554,74. Ela está pronta, considera Hilário Ruiz, “porém não funciona, não tem placa de identificação”, critica.

Ainda tem a Praça de Lazer que teria que estar construída na Cohab III. Contratada em 22 de março de 2011 por da Carta-convite 26/2011, a empresa Novamar Ambiental e Construtora Ltda., recebeu verba de R$ 126.524,59, mas a praça está inacabada e sem placa de identificação.

Outra obra, e esta atinge diretamente ao vereador, é a da Praça dos Bancários, a ser construída ao lado da sede do Sindicato da categoria, na Rua Washington Luiz. Ela foi contratada em 22 de março de 2011, pela Carta-convite 25/2011, a empresa Olívio & Aguillar Ltda. recebeu verba de R$ 100.467,50, mas nem começou a obra que, igual a todas as outras, está sem placa de identificação.

Entre as obras abandonadas por Eugênio José lista­das por OC, blogueiro e ex-oposicionista radical, constava o Canil Municipal, na Estrada Municipal conhecida como do “Gratão”, obra que fora, segundo ele, contratada em 18 de junho de 2013, à EPPO Construções e Comércio Ltda., no valor de R$ 90.428,87.

Vive-se nos dias de hoje e o jornal publica nesta edição a décima segunda denúncia contra Eugênio José que trata exatamente da cachorrada que pode ter sido a construção do Canil que nunca foi canil.

Eugênio, que doravante, até que atinja o número do azar, será tratado como Pio Gênio XII e a cada leitor fica disponibilizada a discussão sobre se a ação levada a efeito na construção do canil foi pia ou ímpia de acordo com a convicção de cada um.

Primeiro vale destacar que ímpio vem de pio e significa piedoso, devoto, caridoso, caritativo, compassivo, misericordioso.

Ímpio significa desumano, desnaturado, insensível.

É aquela pessoa que não tem piedade, que age cruelmente.

Um indivíduo ímpio é uma pessoa indiferente, intolerável, que pratica barbaridades, que tortura.

É também o indivíduo que possui valores contrários aos estabelecidos pelo senso comum.

Ou ainda aquele que ofende a moral e a justiça.

É uma pessoa que age com libertinagem, que abusa da liberdade.

Colocados os significados de pio e ímpio o leitor busque a matéria sobre a denúncia a respeito da construção que não houve, segundo o MP e decida em que contexto deve inserir o ex-prefeito colecionador de inquéritos e processos.

Vale notar que, pelo lado positivo, houve pelo menos a preocupação de se levantar a questão da falta de um canil municipal.

Pelo lado negativo, observe o que diz a Promotora do caso que diz que “não há ligação de água e mesmo iluminação e estão ausentes instalações sanitárias”.

A estrutura precária existente no local está sujeita aos efeitos das intempéries.

Não há telhas, pintura, nem calçadas.

Além disso, a estrutura é totalmente imprópria para o acolhimento de animais em confinamento.

E para arrematar acrescenta: “Não há somente administração falha, mas verdadeira má fé, já que as verbas públicas saíram do patrimônio municipal em 2014 e o então gestor público permaneceu no cargo até o final de 2017”.

 OC, em 2014, denunciava esta e outras possíveis mazelas que hoje não consegue perceber com a mesma observação crítica de então, justificativa mais que razoável para convocar o atento e o desatento leitor para opinar se a atitude de Pio Genio XII, no tocante a construção do canil foi pia ou ímpia, se foi ação humana de Papa ou de um simples desnaturado que papou desumanamente de forma contrária aos valores estabelecidos pelo senso comum e que ofendem a moral e a justiça.

Em suma, se foi misericordioso ou se simplesmente fez uma indevida cachorrada.

Pense ai, mas evite publicar para que daqui a alguns anos não seja cobrado como OC que pode até defender que é melhor mudar de ideias do que não ter ideias para mudar, mesmo sabendo que ideias não são fraldas que se recomenda que se mude com frequência.

E Pio Gênio XII caminha na direção do décimo terceiro; pelo jeito, infelizmente, preencherá um álbum.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
12 de Novembro, 2018
O caos na Saúde pública local e a miopia de quem se nega a ver - 42
12 de Novembro, 2018
Tratando a pele do modo certo - 18
12 de Novembro, 2018
O CD Duas da Tarde – Silva chegou nas lojas - 19
12 de Novembro, 2018
O filme O Escorpião Rei 5 – O Livro das Almas chegou nas locadoras - 19
12 de Novembro, 2018
Camarão Ensopado - 20


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites