iFolha - Ameaçado Niquinha recua no caso da proibição de igrejas evangélicas na Av. Aurora Forti Neves

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 21 de Junho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/06/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 29 de Abril, 2018 - 22:59
Ameaçado Niquinha recua no caso da proibição de igrejas evangélicas na Av. Aurora Forti Neves

Se sentindo ameaçado com a repercussão política que poderia vir a sofrer, ca­so a lei fosse realmente a­provada, o vereador Antônio Delomodar­me (foto), Ni­quinha, recuou no caso da proposta de lei que a­presentou na Câmara Municipal da Estancia Turística de O­lím­pia, com a finalidade de proibir a instalação e funcionamento de igrejas evangélicas em determinado trecho da Avenida Aurora Forti Neves, na região central de Olím­pia. “Já foi retirado”, en­fa­tizou.

Trata-se do Projeto de Lei número 5353/2018, avulso nº 37/2018, dispondo sobre a proibição de instalação e funcionamento de Igrejas e Templos Religiosos na extensão da Avenida Aurora Forti Neves. A proposta foi deliberada durante a sessão ordinária realizada na noite da segunda-feira, dia 23, e encaminhada à Comissão de Justiça e Redação.

Logo após o anúncio da propositura, os evangélicos de Olímpia iniciaram uma campanha nas redes sociais contra o vereador Antônio Delomodarme, Niquinha, que teve até que gravar um vídeo e postar em sua página no Facebo­ok, tentando esclarecer a situação.

No vídeo, ele diz que tem “Deus no coração” e que fez o projeto atendendo ao pedido de um comerciante da avenida, mas que se equivocou.

“Estou aqui gravando esse vídeo para justificar um projeto que foi deliberado ontem, mas já foi arquivado, a respeito da igreja. Eu quero deixar bem claro que eu sou devoto, tenho religião, sou católico, não sou contra religião nenhuma. Já participei, já ajudei na construção de uma igreja evangélica, que faz parte hoje do Quinta das Aroeiras. Já ajudei igreja católica”, afirma.

“Então, não sou contra religião nenhuma. Tenho Deus no coração, quem me conhece sabe muito bem disso. Simplesmente esse projeto, que já foi arquivado, um pedido de uma pessoa evangélica, porque tem uma igreja perto da Lanchonete Tropicália que costuma no dia do culto ali na igreja, ter show ao vivo também a lado, na lanchonete”, acrescentou.

“A pessoa me pediu para evitar ter igreja naquela extensão, da tropicália até nas proximidades do Thermas, porque tem muitos lugares para construir igrejas. Ninguém é contra igreja nenhuma. Eu participei da primeira missa lá do Santo Expedito. Não tenho nada contra igreja. Só fui atender esse pedido, mas acho que me equivoquei em atender esse pedido dessa pessoa evangélica, mas só foi por isso, para proibir naquela extensão que é uma avenida movimentada e mistura show, bebidas e religião”, justificou.

“É um pouco complicado. Então, minha intenção foi essa. Agora, tem pessoas falando que eu não tenho Deus no coração, que eu sou contra igreja. Pelo amor de Deus não interpreta por esse lado porque eu sou ... (parou para pensar) ... confio muito em Deus, sou devoto em todos os santos. Não tenho nada contra igreja evangélica. Então, não confunda as coisas. Não tenta querer me desgastar politicamente porque Deus sabe que eu estou falando a verdade. Eu tenho Deus no coração e muito, tá? Todo dia que eu saio de casa eu rezo para proteger eu e todos os meus amigos e to­da a população de Olím­pia. Não sou contra igreja nenhuma, simplesmente fui a­ten­der um pedido e confesso que eu errei”, reforçou ao final do vídeo que gravou.

Pastor classifica projeto de leicomo “indecente e vergonhoso”

Depois de tomar conhecimento da proposta de lei apresentada pelo vereador Antônio Delomodarme, Ni­­quinha, que proibia a instalação e funcionamento de igrejas evangélicas em determinado trecho da Avenida Aurora Forti Neves, no centro de Olím­pia, se dizendo inconfor­mado, o pastor Igor Souza, da AAM (Associação Assis­ten­cial De Missões), que reside em Caucaia, Estado do Ceará, região nordeste do Brasil, classificou o projeto como “indecente e vergonhoso”.

A manifestação em uma página do Facebook foi no final da manhã da terça-feira desta semana, dia 24 de abril, às 11h25: “Gostaria de me pronunciar a respeito do projeto de lei indecente de n° 5313 do Sr. Antônio De­lomodarme – Niqui­nha. Projeto indecente e vergonhoso criado por este homem que pensa ser representante do povo olimpiense. Que sem sobra de dúvida repudia este seu projeto”.

E acrescentou: “Proibir a instalação de igrejas na Av. Aurora Forte Neves é uma afronta a Deus e a nós os servos de Deus que vivemos para propagar o evangelho de Jesus. A igreja tem papel importantíssimo e fundamental na sociedade, querer proibir a instalação da igreja é um fe­rimento a Constituição Federal, no artigo 5º, VI, estipula ser inviolável a liberdade de consciência e de crença, assegurando o livre exercício dos cultos religiosos e garantindo, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias”.

Uma internauta que se identificou com sendo Lucia Maranata, disse: “Com tantas coisas a serem feitas em Olímpia. Criar um projeto desse é não ter noção nenhuma do que realmente um eleitor necessita. Francamente”.


 

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Junho, 2018
Delegado pede revogação da preventiva de dois acusados - 367
18 de Junho, 2018
Ladrões armados roubam empresa no São Francisco - 311
18 de Junho, 2018
Mulher é encontrada com faca cravada no abdômen - 644
18 de Junho, 2018
Armador roubado por dois ladrões um com um 38 no J. Santa Ifigênia - 288
18 de Junho, 2018
Empresário encontra a cachorra baleada perto de sua residência - 304


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites