iFolha - O batom, um poderoso aliado!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 25 de Junho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/06/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 09 de Abril, 2018 - 18:47
O batom, um poderoso aliado!

O batom surgiu no final do Século XIX e era disponível apenas na cor carmim. No entanto, rapidamente ganhou muitas adeptas. O resultado é que cem anos depois, é praticamente impossível viver sem ele / GB Imagem



A cada dia uma novidade! O batom não é somente produto de beleza, mas também de tratamento da pele dos lábios. Está disponível nas mais variadas cores e texturas / GB Imagem

 

 

Você sabe escolher o batom?  Você procura combinar com o tom da roupa? Você prioriza o seu tom de pele? Ou você usa a cor que acha bonita sem se importar com a roupa ou com a pele?

Vamos combinar que é difícil resistir a tanta novidade que existe, não somente na cor, mas também na textura, no brilho, enfim, na composição do batom propriamente dito.

E mais, também tem o medo de escolher errado, de ficar “fora de moda”. Como administrar tudo isso?

É claro que sempre vale um toque de ousadia e é válido dizer que cada um pode usar o que quiser. Mas tem que ser bem dosado e é preciso respeitar as particularidades de cada rosto, de cada tonalidade de pele e de cada lábio.

Existem algumas regrinhas que valem para todas as ocasiões.

Os tons rosados, marrons avermelhados, cobres, dourados e os “cor de boca”, também chamados de nude, ou pêssego combinam com qualquer pele.

Os batons cintilantes acentuam as rugas dos lábios. Os pigmentos se concentram nas fissuras, aquelas que passaram dos trinta anos devem evitar.

Mulheres com peles muito claras e batom escuro ficam com um visual dramático. Melhor é optar por um visual mais suave.

É bom evitar o uso de batom vermelho quando a roupa também é vermelha. A ordem é contrastar.

Se tem pequenas peles soltas nos lábios, é só fazer uma leve esfoliação usando gotas de hidratante e uma toalha felpuda. Passe-a de um lado para outro nos lábios que as casquinhas sairão com facilidade.

Os batons de longa duração não combinam bem com bocas muito secas porque o próprio batom provoca a sensação de lábios ressecados logo após sua aplicação.

Os lábios exigem cuidados especiais assim como a área dos olhos. Aos primeiros sinais de rugas nos lábios, adote um creme à base de ácido glicólico toda noite, antes de dormir. De manhã, aplique hidratante com filtro solar para evitar os efeitos da radiação do sol.

Outra regrinha de ouro é quando os olhos estiveram bem marcados com sombra e delineador, opte por batom clarinho, tipo “cor de boca”. Quando ocorrer o contrário, ou seja, a maquiagem nos olhos estiver bem natural, daí capriche escolhendo uma cor de batom bem vibrante.

Como surgiu o batom?

Os relatos históricos dão conta que o hábito de colorir os lábios entre as mulheres é mais antigo do que se imagina, mas ganhou popularidade no Século XVI quando os lábios vermelhos e pele do rosto branca era moda, mas acessível somente aos ricos. O batom era fabricado a partir de uma mistura de cera de abelha e extratos vegetais que davam a cor.  Mas, logo depois, usar batom passou a ser considerado vulgar.

Foi no ano de 1884 que apareceu o primeiro batom comercial inventado por perfumistas de Paris; era vendido enrolado em papel de seda e produzido a partir de cera de abelha, óleo de rícino e sebo.

A cor disponível era o carmim e era bem popular entre os atores e atrizes. Naquela época o batom não fazia parte do dia a dia das mulheres; foi somente a partir de 1912 que colorir os lábios foi se tornando moda e o batom passou a ser comercializado em embalagens metálicas e cilíndricas. Cem anos depois, o resultado é que as mulheres não vivem sem ele. E haja variedade! Que bom!


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Junho, 2018
Dois membros de quadrilha são presos com grande quantidade de munições - 309
25 de Junho, 2018
Polícia recupera moto furtada e suspeitos fogem pulando o muro - 135
25 de Junho, 2018
Casal suspeito de praticar roubos em Olímpia é preso com drogas e arma - 294
25 de Junho, 2018
Aposentado perde R$ 1.700,00 em mais um golpe do “falso mecânico” - 101
25 de Junho, 2018
Olímpia FC contrata Vilson Tadei para dirigir a equipe na Copinha - 93


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites