iFolha - O livro Como Criar Filhos na Era Digital está nas livrarias

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 22 de Outubro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/10/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 04 de Abril, 2018 - 13:02
O livro Como Criar Filhos na Era Digital está nas livrarias

Como Criar Filhos na Era Digital
Brincar, nos dias de hoje, não é mais uma experiência física e criativa usando brinquedos e imaginação — é algo que agora envolve ficar sozinho por horas sentado em frente a uma tela. Os pais têm que lidar com crianças que não os escutam, que são incapazes de se concentrar por muito tempo, que se recusam a fazer a lição de casa e que batalham constantemente por mais tempo de tela. Este é o livro de que todos os pais precisam para navegar esse novo mar digital, que tem imposto problemas inéditos no dia a dia. Em “Como Criar Filhos na Era Digital”, a psicóloga Dra. Elizabeth Kilbey oferece conselhos acessíveis e práticos sobre como “desconectar” seu filho de seu dispositivo para que seu tempo on-line não se torne excessivo e prejudicial e para que os pais possam se conectar com os nossos filhos. Com 224 páginas, o livro é um lançamento da Editora Fontanar.



A Paixão de Mademoiselle S.
Parece mentira, mas não é: enquanto ajudava uma amiga a esvaziar o sótão de uma casa, o diplomata francês Jean-Yves Berthault descobriu por acaso uma antiga sacola de couro com iniciais gravadas em prateado. Dentro dela, cartas de amor, escritas pela mesma pessoa, “numa linguagem mais que ousada, inacreditável em matéria de audácia erótica”. Datada dos anos 1920, essa correspondência, assinada por uma misteriosa Simone, está dirigida a seu amante Charles, um homem mais jovem e casado. Nela, a autora, uma parisiense de classe alta, expressa seus desejos e fantasias enquanto adentra um universo de prazer físico que, conforme rompe tabus, toma rumos inesperados. Escrito em uma linguagem tão elegante quanto explícita, este tesouro epistolar é uma jornada de despertar sexual e exploração psicológica no qual uma mulher corajosa desafia as fronteiras que a sociedade impunha a seu sexo e classe para encontrar a liberdade e, em última instância, a si própria. Com 208 páginas, o livro é um lançamento da Editora Companhia das Letras.



Queria que Você Me Visse
Jonah Daniels vive em uma cidadezinha na Califórnia desde que nasceu. Há seis meses, com a morte de seu pai, toda a sua família teve que se adaptar: Jonah e seus cinco irmãos se tornaram responsáveis por manter a casa em ordem e cuidar do restaurante que o pai deixou. No começo do Verão, porém, a vida do garoto parece prestes a seguir um novo rumo com a chegada de Vivi Alexander. Vivi é apaixonada pela vida. Encantadora e sem papas na língua, ela se recusa a tomar um de seus remédios porque sente que ele reprime seu ímpeto de viver novas aventuras. E, ao encontrar Jonah, ela tem certeza de que está prestes a viver mais uma. Mas será que Jonah está disposto a correr os mesmos riscos que ela?  Da autora Emery Lord, o livro tem 352 páginas e é um lançamento da Editora Seguinte.



Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei
Quando foi publicado, a tiragem inicial de 30 mil exemplares de “Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei” esgotou em uma semana. Ao mesmo tempo, sua publicação em outros países já era negociada — este livro chegou a ser lançado em mais de quarenta idiomas. Um sucesso inimaginável mesmo considerando que, naquela época, Paulo Coelho já era o autor brasileiro mais lido internacionalmente. Esta obra narra a história de dois amigos que se separam e voltam a se encontrar onze anos depois. Durante todo esse tempo, muita coisa mudou. Pilar se tornou uma mulher forte e independente e ele se tornou um líder espiritual extremamente carismático, capaz de influenciar multidões. O que para Pilar, a princípio, seria um rápido encontro, se transforma em um novo relacionamento que vai fazer que ambos tenham que enfrentar seus próprios obstáculos interiores. Em um romance que fala de entrega, dor, sofrimento, perdão e esperança, Paulo Coelho nos mostra que o amor é a melhor forma de trilharmos o nosso caminho. Com 224 páginas, o livro é da Editora Paralela.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
22 de Outubro, 2018
Depois da tempestade sempre vem a Bonança! - 105
22 de Outubro, 2018
Gesseiro ateia fogo em colega que fica com 70% do corpo queimado - 76
22 de Outubro, 2018
STJ anula julgamento dos irmãos que mataram Fedato - 176
22 de Outubro, 2018
Rapaz tenta matar avô da ex-namorada no São Francisco - 210
21 de Outubro, 2018
Batida frontal mata mãe e filha de Altair na SP 425 - 190


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites