iFolha - Mãe está com medo de levar a filha e a escola pegar fogo

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 25 de Junho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/06/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 01 de Abril, 2018 - 16:06
Mãe está com medo de levar a filha e a escola pegar fogo

A Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Joaquim Miguel dos Santos, localizada ao lado da Igreja Matriz de São José, no bairro do mesmo nome, na zona sul da cidade, atende cerca de 300 alunos da rede municipal de ensino. A informação foi passada na manhã desta quinta-feira, dia 29, por Léia Mirian da Silva Araújo (foto), que é mãe de uma criança de apenas seis anos de idade, que é aluna da escola, que atende principalmente as crianças que residem no Jardim São José e Jardim Vila Nova.

De acordo com Léia Mirian, na noite do dia anterior houve uma reunião na escola envolvendo os pais de alunos, a direção da unidade e a secretária municipal de Educação, Maristela Aparecida Araújo Bijotti Meniti, para tratar da questão da situação em que se encontra o prédio que abriga a escola.

“Tem uma caixa de energia elétrica que quando chove, chove dentro dessa caixa, correndo o risco de um curto circuito na escola e pegar fogo. Estudam mais de 300 crianças lá, imagina acontecer isso. Eles estão esperando acontecer uma tragédia para eles resolverem”, questionou.

Conta essa mãe que falta água para tudo e que a água que as crianças estão bebendo é levada pela professora que busca na sala dos professores. Além disso, a comida que é produzida para os alunos é feita com água de galão que a prefeitura tem mandado para lá.

Outra questão apontada por ela é que há um vazamento –ela não sabe há quantos anos – que pode abrir um buraco grande e as crianças caírem dentro. “Eu não mando minha filha para a aula”, asseverou.

Mas ao contar sobre a reunião da noite anterior, informou que a secretária havia determinado a suspensão das aulas já a partir desta quinta-feira para dar início às reformas necessárias. No entanto, segundo pais de alunos entraram em contato com a reportagem desta Folha da Região, um pouco mais tarde, a secretária teria explicado que a decisão de suspender as aulas poderia ser tomada na próxima segunda-feira, dia 2 de abril. Mas ela, até mesmo em razão do receio que tem, pode ter entendido errado e pensado que já seria a partir de ontem, quinta-feira, dia 29.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Junho, 2018
Dois membros de quadrilha são presos com grande quantidade de munições - 309
25 de Junho, 2018
Polícia recupera moto furtada e suspeitos fogem pulando o muro - 135
25 de Junho, 2018
Casal suspeito de praticar roubos em Olímpia é preso com drogas e arma - 294
25 de Junho, 2018
Aposentado perde R$ 1.700,00 em mais um golpe do “falso mecânico” - 100
25 de Junho, 2018
Olímpia FC contrata Vilson Tadei para dirigir a equipe na Copinha - 93


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites