iFolha - O amor acima de todos os preconceitos

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 14 de Agosto de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 14/08/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 19 de Março, 2018 - 13:25
O amor acima de todos os preconceitos

A família Benedito, protagonista da novela “Orgulho e Paixão”: Felisberto (Tato Gabus Mendes), Cecília (Anaju Dorigon), Mariana (Chandelly Braz), Jane (Pamela Tomé), Ofélia (Vera Holtz), Elizabeta (Nathalia Dill) e (Lídia) Bruna Griphão / Marília Cabral-RG



Em “Orgulho E Paixão”, Thiago Lacerda é Darcy Williamson, filho de um lorde inglês e muito convicto de seus valores aristocráticos / João Miguel Jr-RH




Livremente inspirada no livro escrito pela britânica Jane Austen, no ano de 1797 e editado em 1813, a novela “Orgulho e Paixão” estreia no dia 20, próxima terça-feira, na faixa global das seis da tarde. O autor Marcos Bernstein produziu uma história romântica e bem humorada que se passa no fictício Vale do Café, no início do Século XX.

No vilarejo voltado para o plantio e a comercialização do “ouro verde”, vivem as famílias ricas, donas das fazendas de café, os trabalhadores e aqueles que lutam para não perder tudo que têm. A história mostra questões relacionadas aos costumes da época, como o valor do casamento na sociedade, o universo feminino e suas possibilidades, e a crise da economia cafeeira do início do Século XX.

Numa época em que a vida determinava quem você deveria ser, elas ousaram ser elas mesmas. Em uma sociedade onde o casamento é visto como o único futuro possível para uma jovem de boa família, Ofélia Benedito (Vera Holtz) tem muitos motivos para se preocupar. Na verdade, cinco: Elisabeta (Nathalia Dill), Mariana (Chandelly Braz), Jane (Pamela Tomé), Cecília (Anaju Dorigon), e Lídia (Bruna Griphão). Apesar da reprovação do marido, Felisberto Benedito (Tato Gabus Mendes), a matriarca é capaz de fazer malabarismos e trapalhadas na busca de um bom partido para suas filhas. Quem não se encaixa nos padrões impostos pela mãe é Elisabeta. A jovem libertária e cheia de sonhos tem uma ousadia natural, que pode encantar ou afastar um possível pretendente. Seu comportamento é totalmente desaprovado por Ema Cavalcante (Agatha Moreira), que apesar de ser bem diferente de Elisabeta, é sua melhor amiga. Moça de família tradicional, Ema é neta do Barão de Ouro Verde (Ary Fontoura), e casamenteira oficial do fictício Vale do Café, vilarejo no interior de São Paulo.

Desejando conquistar o mundo, Elisabeta entra em conflito consigo mesma ao conhecer Darcy (Thiago Lacerda), um homem de caráter admirável e com posição social totalmente oposta a sua. Rico e aristocrata, ele desperta nela uma paixão arrebatadora, que a faz temer seu próprio destino, já que não se imagina casada, como todas as mulheres de sua época. Darcy, por sua vez, se vê desafiado por uma interiorana e sua forte presença, que o faz questionar seus preceitos tradicionalistas. O curso do relacionamento de Elizabeta e Darcy poderá ser decidido quando ele superar seu orgulho e ela se deixar levar pela paixão.

As mulheres Benedito e os preparativos para um grande evento

Ofélia, a matriarca da família, é obcecada pela ideia de conseguir bons pretendentes a qualquer custo. Seus dias de angústia parecem que estão chegando ao fim quando Ema Cavalcante, neta do homem mais rico do Vale e melhor amiga de sua filha Elisabeta, bate à sua porta para anunciar que dará um grande baile com a presença de todos os rapazes solteiros e elegíveis ao casamento da região.

Diante do verdadeiro furor que seu anúncio propaga na casa dos Benedito, Ema, a “casamenteira oficial do Vale do Café”, detalha que o baile é a fantasia. O traje solicitado no evento é bem específico: roupas típicas da época do Segundo Império, do reinado de Pedro II, o mais sábio de todos os governantes como gosta de dizer seu avô, o Barão de Ouro Verde, Afrânio (Ary Fontoura). Ema mal acaba de anunciar a festa e Ofélia já pensa mil planos para conseguir futuros maridos para suas filhas durante esta oportunidade única.  A matriarca começa, então, a se gabar de suas meninas, elencando as qualidades e virtudes de cada uma.

A mais velha das Benedito é também a mais bonita. Jane é doce, tímida e introvertida. Quando cai de amores por alguém, é incapaz de manifestar suas paixões. Em contraste, Mariana é uma moça aventureira e romântica, que não quer saber de casamento arranjado. A bela sonha em se encantar radicalmente pelo par ideal e se casar por amor.

Já Cecília é uma jovem que vive no mundo da imaginação e da literatura. Ela é a mais caseira da família e está sempre cercada de livros. Prefere viver no mundo da fantasia e dos mistérios e adora criar teorias para tudo, o que deixa Ofélia sem paciência. Se o seu pretendente entrar no universo encantado de Cecília, é fato que ela irá se deixar levar pela paixão.

O xodó da mamãe é a caçula Lídia, uma moça frívola e mimada. Sempre atrás de um pretendente, vive cometendo excessos, tanto na maquiagem quanto na vestimenta, sem falar da sua atitude extrovertida e despachada.

Ao traçar seus planos, Ofélia quase não considera Elisabeta por ser a filha que mais contraria suas vontades. Enquanto a matriarca das Benedito idealiza um futuro perfeito em que o casamento é o ápice da vida de suas filhas, Elisabeta vai na contramão: sonha em romper as fronteiras do Vale do Café em busca do seu lugar no mundo. Dona de uma personalidade única e marcante, Elisabeta tem o espírito livre.

O destino de Ema, Jane e Elisabeta toma um novo rumo quando as três decidem deixar o Vale do Café e seguem para a capital, São Paulo, cujo ritmo de imediato conquista Elisabeta. No entanto, logo ela percebe que sua trajetória não será fácil e doce como no Vale do Café.

“Orgulho e Paixão” é mais uma história de época que promete agradar o público. É mais uma aposta que a Globo faz nesse gênero de trama. É esperar e conferir.

 

Quem É Quem?!

 

- Ofélia Benedito (Vera Holtz) – Sem papas na língua, tem uma missão na vida: casar as cinco filhas. Ela passa os dias pensando em bons pretendentes para as jovens.

 

- Felisberto Benedito (Tato Gabus Mendes) – Um intelectual, professor de todas as escolas da redondeza, casado com Ofélia.   Entende-se muito bem com a filha Elisabeta.

 

- Elisabeta Benedito (Nathalia Dill) - Filha de Felisberto e Ofélia Benedito, é uma jovem a frente de seu tempo, que se recusa a se casar por conveniência.

 

- Jane (Pamela Tomé) - A mais velha das irmãs Benedito é também a mais linda. Doce e tímida, a ela não faltam pretendentes. É a irmã mais próxima de Elisabeta, talvez pela idade.

 

- Mariana (Chandelly Braz) – Filha de Ofélia e Felisberto Benedito; ela é uma apaixonada radical, sempre em busca de um amor forte e explosivo.

 

 

- Cecília (Anaju Dorigon) - É a filha da família Benedito mais caseira, está sempre cercada de livros com histórias de donzelas em perigo, de mortes por amores e de terror gótico.

 

- Lídia (Bruna Griphão) - É a mais extrovertida das filhas da família Benedito; sua ingenuidade é quase infantil. Sendo assim, não é de surpreender que Lídia se meta nas situações mais cômicas possíveis.

 

- Darcy Williamson (Thiago Lacerda) - Um bonito rapaz, de aparência marcante e austera. Nascido no Brasil, ele é filho de um industrial inglês e vai se apaixonar por Elisabeta.

 

- Julieta Bittencourt (Gabriela Duarte) - Emocionalmente distante, severa, educou o filho Camilo (Maurício Destri) sozinha, amando-o muito, mas sem nunca conseguir dar o carinho que o menino precisava.

 

- Susana (Alesandra Negrini) -  Dissimulada, manipuladora e sedutora. É o braço direito de Julieta, a Rainha do Café. Vê em Darcy  o alvo perfeito para se dar bem na vida.

 

- Camilo Bittencourt (Mauricio Destri) - Lindo, doce e romântico, mas de personalidade fraca. É o melhor amigo de Darcy.  

 

- Ema Cavalcante (Agatha Moreira) – Neta do Barão do Ouro Verde, é educada e confiante. É também a melhor amiga de Elisabeta. 

 

- Afrânio Cavalcante (Ary Fontoura) - O Barão de Ouro Verde. Como o próprio título já diz, navegou gloriosamente pelos vários booms de café e ainda ganhou um dos últimos títulos do finado Imperador, antes de sua queda.

 

- Ernesto Pricelli (Rodrigo Simas) - É um empolgado e bonito jovem, cheio de vida e cheio de ideias e vontade de mudar o mundo. Filho de imigrantes italianos, vai se apaixonar por Elisabeta.

 

- Coronel Brandão (Malvino Salvador) - Solteirão e sem filhos, é quem comanda o exército na região do Vale do Café. Vai apaixonar-se por Mariana.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Agosto, 2018
Faturando - 43
13 de Agosto, 2018
A acupuntura promete melhorar bastante a beleza do corpo e a autoestima - 31
13 de Agosto, 2018
O CD Piano Rock - Glaucio Cristelo – Coletânea chegou nas lojas - 24
13 de Agosto, 2018
O filme A Viagem de Meu Pai chegou nas locadoras - 33
13 de Agosto, 2018
Frango Assado Inteiro Recheado Com Farofa - 41


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites