iFolha - Caso interdição do Tifany e irregularidades na maioria dos empreendimentos: quem deve ser responsabilizado?

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 18 de Outubro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/10/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 25 de Fevereiro, 2018 - 15:21
Caso interdição do Tifany e irregularidades na maioria dos empreendimentos: quem deve ser responsabilizado?

SEMANA ...

... quente nos bastidores e mesmo no mundo virtual que impera hoje como realidade de um grande contingente de pessoas que vive em estado de dormência, sendo teleguiados pela internet e levados a se expor conforme estímulos totalmente divergentes daquilo que consegue enxergar a razão dos que conseguiram um pouquinho mais de tutano cerebral.


TUDO COMEÇOU ...

... com a manifestação da dupla de dirigentes da mola propulsora da economia local, o Thermas dos Laranjais, o presidente, empresário Benito Benatti e seu braço direito desde do início, arquiteto Jorge Noronha, de que pretende continuar por mais quatro anos à frente do parque aquático.

BENITO, ...

... inclusive, já no auge dos seus 85 anos, declarou recentemente que tem mais de 40 projetos que ainda pretende ver implantados no quarto parque aquático mais visitado do mundo, que também quer ver atingir o patamar de maior ou mais visitado do mundo ainda nos próximos anos.

JORGE NORONHA ...

... hoje, um mestre na projeção e construção de atrações aquáticas, desde o início, há mais de 30 anos, soube trabalhar em conjunto com o empresário e transformar os seus sonhos em projetos que foram executados ao longo dos anos, atingindo hoje um patamar de 54 atrações, ou seja, quase duas por ano.

JORGE, HOJE, ...

... está debruçado (antigamente era prancheta onde se desenhava os projetos) em seu computador alinhavando um complexo de atrações que deverá ser entregue no segundo semestre deste ano que mescla cinco toboáguas, com uma nova montanha russa aquática, aquário, lago encantado, hidroba­lanço, um playground infantil aquático e outras atrações, tudo num só local e que elevará em pelo menos 10 mil o número de usuários que o parque poderá receber diariamente.

MAS, ...

... ainda relacionado ao Thermas, mas agora no aspecto negativo, a imprensa regional requentou matéria sobre o acidente na “Bolha” que deixou um empresário tetraplégico.

O CASO ...

... está em julgamento de segunda instância e, como é normal, dois juízes que ainda não tinham plena convicção da responsabilidade do parque, já que o brinquedo é considerado radical e não pode ser utilizado de maneira incorreta sob pena de se sofrer acidentes, pediram as chamadas vistas do processo, ou seja, mais prazo para poderem estudar melhor o processo.

MAS, NO ...

... presente caso, não que se queira julgar antecipadamente, pois esta é uma função da justiça, mas tentando refletir que um brinquedo radical que foi usado por tanto tempo sem ter nenhum tipo de acidente, acaba tendo um que deixa a pessoa tetra­plégica, dá margem a se pensar que não pode ser por problema no brinquedo que continuou com as mesmas características desde a sua implantação.

É SÓ A GENTE ...

... imaginar um sujeito querendo fazer a travessia de um vale de centenas de metros de profundidade por uma corda ou cabo de aço sem se prender corretamente ao mecanismo que garantirá a sua passagem pelo local. Correrá o risco de cair lá embaixo e morrer. Daí o nome de atração radical.

CLARO QUE ...

... a bolha não é tão radical assim. É uma bolha de plástico ou borracha, de vários metros de diâmetro, com dois ou três metros de altura que é inflada e molhada, ficando totalmente escorregadia e o usuário sobe por uma corda e depois desliza sobre bolha na sua lateral, caindo numa vala de água para amenizar a queda.

NO LOCAL ...

... existem placas avisando, por exemplo, que não pode dar cambalhota no local, justamente por provocar o risco de se machucar o pescoço, uma vez que a curva é íngreme de cima para baixo, escorregadia e cai num veio de água que não pode ser tão profundo.

MAS, SE ...

... o “requentamento” da matéria da “Bolha” poderia ser classificado como negativo, na quinta-feira pela manhã, surge outra que também não pegou bem para o turismo local. A interdição do Hotel Tifany, com seus 70 apartamentos e 200 leitos, com mais de 50 turistas hospedados no local tendo que sair em 24 horas.

ENTRETANTO, ...

... mesmo sendo negativo para o turismo, não se pode aceitar que os fins justifiquem os meios. Por pior que seja a imagem que se possa criar sobre Olímpia no setor turístico, não dá para deixar de ficar boquiaberto com a situação que acabou sendo levantada pela prefeitura.

VOCÊ PODE ...

... não ter percebido, mas o trabalho de fiscalização que está sendo desenvolvido pela secretaria de Finanças desde o ano passado, traz uma situação que pode ser analisada por vários aspectos.

O PRIMEIRO ...

... deles é que se não foi por incompetência do governo anterior, foi intencionalmente mesmo e aí se configuraria um crime inaceitável para uma cidade que foi deixada capen­gando e sem as mínimas condições de ser chamada de turística.

ORA SENHORES ...

... a secretária de Finanças, Mary Brito, declarou para toda a região, via TVTem, que começaram a fiscalização pelos grandes empreendimentos. A própria reportagem deu conta de que em 14 empreendimentos foram encontradas irregularidades.

A SECRETÁRIA ...

... deu a entender que, existem casos de empreendimentos que nem iniciaram o processo de regularização e que outras interdições poderão acontecer.

O QUE TUDO ...

... isso significa, poderia estar questionando vossas excelências, nobres leitores julgadores. Como não somos senhores da verdade, apenas podemos imaginar que a esmagadora maioria dos empreendimentos foi implantada durante o governo de Eugênio, o José.

E QUE ...

... não tinha como deixar passar tantas irregularidades gritantes sem estar conivente com elas. A não ser que entendêssemos que a administração Del Imperador fosse uma verdadeira bagunça, mesmo tendo contratado até empresa especializada em recalcular imposto por uma grana preta e que teria até feito o levantamento fotográfico por avião ou drone de toda a cidade para regularizar a cobrança do IPTU.

DE TODA ...

... a estória dá pra entender que este caso é mais um que cabe a investigação da promotoria local, pois, por ação ou omissão, o prejuízo para os cofres públicos foi imenso.

SÓ NO ...

... caso do Tifany, por exemplo, quanto se deixou de arrecadar de impostos num empreendimento hoteleiro de quase 4 mil metros de área construída que estava registrado com tendo apenas 260 metros quadrados?

E SOB O ...

... ponto de vista moral, são maiores ainda os aspectos. Quais os crimes cometidos pelos dois lados? Dá pra imaginar? Tanto do município que não cobrou como do contribuinte que nem regularizou sua situação para poder pagar, acreditando na impunidade geral.

E O PIOR ...

... é que os boatos e especulações que viralizam pela internet dão conta de coisas arrepiantes. Por exemplo, que um dos grandes empreendimentos não teria nem registro de escritura do imóvel em cartório.

OUTRO, ...

... que estaria registrado em endereço de um escritório no centro da cidade, mas ocuparia um imenso terreno no Vale do Turismo.

GENTE, ...

... se a prefeitura resolver passar tudo a limpo ou colocar ordem na desordem deixada por Don Eugênio, o José, pode ocorrer um efeito dominó de grandes proporções. Se a bagunça ou a irrespon­sabi­lidade do reinado anterior atingir realmente a proporção que se está a imaginar, restará apenas uma afirmação: “quem estiver com tudo certo que atire a primeira pedra”. Ou, se gritar olha a fiscalização, não fica um meu irmão.

José Salamargo, raciocinando se não seria por isso que os “apaniguados” e centenas de puxa-sacos do Genial Genioso estariam deflagrando esta verdadeira guerra pela internet contra o atual prefeito? Desviar a atenção para que o povo não se lembre pelo menos na hora de votar nas próximas eleições que o governo dele foi, sem sombras de dúvidas, em razão do momento que não poderia ter sido desperdiçado, o PIOR governo que Olímpia já teve.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Outubro, 2018
Prefeito e Pacaembu anunciaram mais 539 casas do Minha Casa Minha Vida em Olímpia - 31
15 de Outubro, 2018
Nada de traição! - 75
15 de Outubro, 2018
Reeducação alimentar é o grande segredo! - 70
15 de Outubro, 2018
Novo disco de Jana Linhares está nas lojas - 54
15 de Outubro, 2018
O filme Não Vai Dar chegou nas locadoras - 61


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites