iFolha - Casamento inusitado na Matriz tem quase um milhão de visualizações no Facebook

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 10 de Dezembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 10/12/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 29 de Janeiro, 2018 - 10:58
Casamento inusitado na Matriz tem quase um milhão de visualizações no Facebook

Um casamento inusitado que foi celebrado pelo padre Edgar de Souza Li­ma, de Piacatú, município da Diocese de Araçatu­ba, mas na Igreja Matriz de São João Batista em Olím­pia, no dia 23 de setembro de 2017, teve quase um milhão de visualizações depois de ter parte do ví­deo gravado postado no Facebook, na página oficial do Sport Clube Corin­thians Paulista, na manhã do sábado da semana passada, dia 20, às 10 horas, pela empresa Ramos Ví­deo Produtora.

De acordo com o que a reportagem apurou inicialmente, trata-se do casamento de Mirela, que é filha de Brasilino Garcia Ne­to, e de Marcos, filho de Go­rete, de uma família que reside na região de Araçatuba, que, inclusive, foi responsável pela vinda do padre para celebrar o casamento em Olímpia 

Na página, abaixo do vídeo, aparecem as inscrições: SC Corinthians Pa­ulista, 20 de janeiro às 10:00 e as seguintes palavras: “Depois das palavras sábias desse padre, esse casamento está abençoado”. Ramos Vídeo Produtora. #VaiCorinthians.

Confirmadas na tarde desta sexta-feira, dia 26, eram 854 mil visuali­za­ções da página. Além disso, foram registrados 7.419 compartilha­men­tos. Por quê, tudo isso? Por que durante o casamento o padre fez perguntas aos noivos e aos pais deles, sobre os times que torcem e, em seguida afirmou a quem deveria ser entregue alguns cuidados com os filhos.

Inicialmente o padre Edgar se dirigiu aos noivos: “Você é são-paulina. Mi­rela tem uma história muito diferente da sua (Marcos)”. E em seguida questionou a ele, inicialmente: “quantos filhos (desejaria ter), Marcos”. Ele respondeu: “dois”. Depois fez a mesma pergunta a Mirela que respondeu a mesma quantidade, mas o padre acrescentou dois mais dois são quatro, causando risos na igreja.

Em seguida o padre Edgar falou: “Eu ia perguntar algumas coisas com relação aos filhos, mas tem coisas que eu já percebi que vocês não entendem muito bem. Então, eu vou perguntar para quem entende dessas coisas certas de educação de filhos” e se dirigiu inicialmente ao pai de Mirela, Brasilino. “Brasa, que time os moleques vão torcer? Bra­silino respondeu: “Hora que eles me verem é Co­rinthians”. Em seguida se dirigiu a mãe do noivo e perguntou: “Gorete. Que time esses meninos vão torcer”. Ela respondeu: “Com certeza Corinthi­ans”.

Depois dessas perguntas e das respostas, o padre Edgar se voltou aos noivos e afirmou: “Então, vocês já sabem, tá? Deixe que o Braza e a Gorete tomem conta de algumas coisas na vida dos filhos de vocês”.

Padre José Antônio aprova a atuação do Padre Edgar

Depois de se declarar à reportagem que é um padre corintiano e que até se considera suspeito para co­mentar a questão, o Padre José Antônio Quisso­to (foto), vigário paroquial da comunidade de São Jo­ão Batista, disse aprovar a a­tuação do Padre Edgar de So­uza Lima, de Piaca­tu, du­rante a celebração do casamento de Marcos e Mi­rela, no dia 23 de setembro de 2017, na Igreja Matriz de São João Batista.

“Eu sou corintiano. Então sou suspeito para dar uma opinião, mas até agora eu não defendi o Corin­thians, eu defendi a postura que o padre teve de brin­car. Mas poderia ser Palmeiras, poderia ser outro time qualquer”.

Entretanto, destacou que “é muito importante que (a celebração) seja com seriedade, mas de u­ma forma tranquila, de uma forma descontraída, porque a vida tem que ser dessa maneira, se não a gente fica muito estressa­da”.

“Toda a assembleia sorriu com isso e acho que agregou na celebração e foi algo diferente e deu a entender que realmente estava acontecendo algo de muito sério e de muito importante, mas com algumas pitadinhas de humor e de descontração para que as pessoas possam entender a vida de uma forma alegre e festiva. Eu acho isso importante”, acrescentou.

Pode até ser que o Padre Edgar tinha até programado antes com os familiares que faria a brincadeira: “Pela história que a gente conhece um pouco me parece que o pai da noiva e a mãe do noivo eram corin­tianos e o padre brincou com o seguinte: que depois quem cuida de filhos, também ajudam a cuidar, são os avós”. “Porque muitas vezes o pai e a mãe trabalham e quem acaba cuidando, acontece muito disso hoje, são os avós. Dizem que avô e avó são pais duas vezes, e isso é verdade porque eles cuidam muito dos netos hoje”.

O padre conta que viu o vídeo e que se sentiu satisfeito porque se tratava de imagens da Matriz, “porque a nossa igreja é uma igreja diferenciada, ela é muito particular e tem uma característica muito própria, não só na região, mas em todo o Estado de São Paulo, no Brasil e no mundo. O monsenhor fez a arquitetura dela de uma forma muito peculiar”.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
10 de Dezembro, 2018
Aproveitando tudo - 9
10 de Dezembro, 2018
Áries; Não mate a galinha dos ovos de ouro. Cuidado com os sentimentos contraditórios - 9
10 de Dezembro, 2018
Sorria sempre; Monumentos - 9
10 de Dezembro, 2018
O livro O Homem de Areia chegou nas locadoras - 8
10 de Dezembro, 2018
Multishow promete episódios inéditos de “Chaves” e “Chapolin” neste final de ano - 10


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites