iFolha - Martines acredita que grande número de viroses é consequência do tempo e aumento de turistas

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 27 de Maio de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 26/05/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 16 de Janeiro, 2018 - 15:43
Martines acredita que grande número de viroses é consequência do tempo e aumento de turistas

Para o médico cirurgião, gastroenterologista, clínico geral e diretor clínico da Santa Casa de Olímpia, Nilton Roberto Martines, o grande número de viroses que tem sido verificado na cidade neste início de ano é consequência do tempo quente e úmido verificado nesta época do ano e também do grande afluxo de turistas que vem aumentando ano a ano em Olímpia.

Nilton falou na Rádio Cidade, 98,7 Mhz, na manhã da segunda-feira, no programa Cidade em Destaque, do jornalista José Antônio Arantes, quando explicou inicialmente que antigamente o período do época do ano em que se verificava mais o aumento de casos de diarreia chamadas viroses, era em julho e agosto provavelmente por causa do rotavírus. 

“Mas com esse grande fluxo de turistas, outros vírus podem estar aparecendo, como o norovírus e assim por diante”, complementou.

E destacou: “Outra coisa importante também é que nessa época que estamos vivendo há a predisposição para as gastroenterites infecciosas, pois o tempo é muito quente e úmido,  e as comidas, principalmente derivados de ovos, carne de porco e frutos do mar deterioram com muita rapidez. Mesmo a comida normal, após 20 minutos de exposição à temperatura ambiente,  também pode ficar contaminada com bactérias. Então é uma época assim... e nós estamos pagando esse preço por ser uma cidade turística. Isso é de difícil controle, pois o fluxo de visitantes aumenta a cada dia”.

Sobre se as viroses podem evoluir para situações mais graves, o médico salientou que embora seja raro, podem até causar risco de morte. “Se você tiver uma infecção bacteriana por essas bactérias mais agressivas, mais violentas, elas podem sim trazer problemas sérios de tratamento.  É raro, bastante raro, mas a gente tem que tomar mais cuidado principalmente com as pessoas idosas e com as crianças e também naqueles pacientes imunodeprimidos  que fazem tratamentos com quimioterapia, radioterapia e essas substâncias biológicas para tratamento de artrite reumatoide, entre outros”, concluiu.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
26 de Maio, 2018
Postos de combustíveis de Olímpia fecharam no sábado à tarde - 253
26 de Maio, 2018
Hortifrutigranjeiros e alguns produtos já começam a faltar em supermercados - 103
26 de Maio, 2018
Cidade em Destaque fez balanço das consequências da greve dos caminhoneiros em Olimpia - 99
26 de Maio, 2018
Santa Casa pode parar cirurgias eletivas se não receber oxigênio - 87
26 de Maio, 2018
Prefeitura adota racionamento do consumo de combustíveis - 116


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites