iFolha - Convivendo com a acne

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 16 de Novembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 13/11/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 15 de Janeiro, 2018 - 17:56
Convivendo com a acne

As áreas mais oleosas do rosto são regiões preferidas pela acne, que também pode aparecer no pescoço e nas costas. Quem tem a pele oleosa está mais propenso a ter acne / GB Imagem



A acne, popularmente conhecida como espinha, é um fantasma que persegue principalmente as mulheres. A melhor maneira de combater a acne é usar produtos específicos e nunca espremer a pele lesada / GB Imagem

 

 

A acne popularmente é conhecida porque “ataca” pessoas adolescentes, mas a verdade é que ela pode aparecer na pele do rosto, pescoço e costas em qualquer época da vida, inclusive pode afetar mulheres que estão na menopausa. E incomoda muito porque aparece principalmente no rosto comprometendo qualquer autoestima.

Todo mundo tem uma receita para acabar com elas, mas somente o dermatologista está qualificado para indicar este, ou aquele, medicamento geralmente de uso tópico, quer dizer, aqueles que são passados na pele e não ingeridos. Para os casos mais graves existem remédios específicos, mas sempre devem ser usados sob prescrição médica.

Será que os alimentos influenciam no aparecimento das espinhas e cravos?

Existem muitas controvérsias sobre os alimentos influenciaram no aparecimento de espinhas.  O resultado de pesquisas realizadas por uma universidade americana afirma que o consumo de alimentos que elevam o índice de açúcar no sangue pode acentuar os quadros de acne já existentes e mesmo fazer com que ela apareça. A explicação é que o pâncreas é obrigado a produzir mais insulina para controlar os elevados níveis glicêmicos no organismo e esta interfere diretamente em outras substâncias, inclusive estimulando a produção irregular de andrógeno, considerado o principal causador da acne.

Assim, tendo por base estes resultados, o controle da alimentação torna-se fundamental para quem quer ter a pele lisa, aliado é claro a outras medidas propostas pelo dermatologista.

E como fica o chocolate nesta história? A iguaria é tida como vilã quando o assunto é acne, no entanto nada comprova que o chocolate em si a provoca. Mas, não dá para esquecer que o chocolate é rico em açúcar e gordura e a sua ingestão excessiva pode causar os efeitos citados anteriormente quando se falou da interferência nos alimentos nos quadros acneicos.

Quando se fala de acne na fase adulta, quase sempre as mais atingidas são as mulheres, tanto pode aparecer de repente como pode persistir da fase juvenil. Os motivos são as disfunções hormonais, problemas nos ovários, problemas nas glândulas suprarrenais e ainda um aumento da sensibilidade da pele aos hormônios androgênicos, ou melhor, hormônios masculinos.

As lesões geralmente aparecem na região do pescoço, queixo e mandíbulas, apresentando pequenos nódulos vermelhos, sem muita inflamação, mas muito, muito doloridos. O pior de tudo é que, mesmo sendo uma consequência de problemas hormonais, os resultados dos exames laboratoriais específicos apresentam resultados com os níveis normais, daí é que decorre a experiência e capacidade do dermatologista para prescrever o tratamento adequado.

Outro grande aliado são os tratamentos tópicos, como os peelings superficiais, por exemplo; este tipo de procedimento feito geralmente por esteticistas limpa a pele das inflamações e facilitam a ação de substâncias secativas. Em alguns casos, é preciso mudar a composição dos cosméticos usados para a hidratação da pele e até mesmo dos produtos específicos a fim de combater o excesso de oleosidade da pele. 

Uma boa aliada é a maquiagem que ajuda a disfarçar o problema.

O primeiro passo é limpar bem a pele com produtos específicos que contenham ácido salicílico, enxofre, própolis ou hamamelis. Na hora de escolher o protetor solar, procure aqueles que são livres de óleo ou os recomendados para pele acneica.

O corretivo na cor verde ameniza bem as manchas avermelhadas. Existem ainda as loções tonalizantes específicas, em cuja composição entra o ácido lactobiônico; elas ajudam a uniformizar o tom da pele e ainda atuam como secativos da acne.

A boa e velha base uniformiza o tom da pele (sempre preferindo aquelas cujas fórmulas são livres de óleo) e o pó facial completa o make-up fixando tudo e controlando a oleosidade. Depois, basta realçar os olhos e os lábios.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
13 de Novembro, 2018
Thermas dos Laranjais é a 4.ª melhor do Brasil em gestão de pessoas do “Valor Econômico” - 126
13 de Novembro, 2018
3.º Jantar Beneficente em prol da Santa Casa lota o salão social do Thermas dos Laranjais - 169
13 de Novembro, 2018
Geninho entra com Habeas Corpus para não quebrar o seu sigilo bancário e fiscal - 372
12 de Novembro, 2018
O caos na Saúde pública local e a miopia de quem se nega a ver - 115
12 de Novembro, 2018
Tratando a pele do modo certo - 78


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites