iFolha - A importância do sol nos primeiros dias de vida

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 11 de Dezembro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 11/12/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 15 de Janeiro, 2018 - 17:11
A importância do sol nos primeiros dias de vida

Tomar sol é muito bom e faz um bem enorme à saúde, principalmente das crianças. Além de aproveitar os benefícios dos raios solares, é importante que o bebê saia de casa e conheça outros lugares; passear com frequência fará uma grande diferença em sua percepção do mundo à sua volta.

Antigamente os bebês não saíam de casa antes do terceiro mês de vida, além disso, ficava bem enroladinho e, de preferência, deitado quietinho num quarto com pouca luz. Tanta precaução tinha uma explicação: era para preservar o pequeno de doenças; era preciso que o bebê ficasse "fortinho" para que começasse a ter contato com o mundo externo. 

Com os avanços da Medicina, entendeu-se que a vida dos pequeninos poderia ser bem mais facilitada e hoje estes métodos viraram coisa do passado. Em condições normais, a mãe restabelece-se do parto rapidamente e os bebês saem das maternidades com os olhos abertos para o mundo, atentos a tudo e a todos.

No entanto, isso não quer dizer que os primeiros meses de vida não exijam cuidados. A visita ao pediatra é obrigatória, assim como são imprescindíveis os testes e as vacinas pertinentes aos recém-nascidos, mas se o bebê é saudável e está se desenvolvendo bem, nada impede que ele dê os primeiros passeios depois de um mês de vida, até porque o pequenino precisa tomar sol e ter contato com a natureza. Mas isso não pode ser feito de qualquer jeito.

Os primeiros passeios devem ser rápidos, porque é quase certo que o bebê estranhe a claridade, a rua e o barulho dos carros. Assim é melhor não demorar mais do que uma hora. É conveniente procurar lugares calmos e arborizados.

Os passeios e banhos de sol devem ser preferencialmente de manhã, antes das 10 horas, quando os raios solares não são tão intensos e o ar é mais puro. À tarde, depois das 16 horas também pode ser uma boa alternativa. Jamais no meio do dia, principalmente no Verão.

Nos dias mais frios, desde que não esteja ventando nem chovendo, o bebê poderá fazer o seu passeio habitual. É só esperar o sol esquentar e o horário ultrapassar às 10 horas, desde que o não esteja quente demais. É bom agasalhar o pequeno, mas sem exageros.

Primeiro, o bebê deve estar confortável. Antes de escolher roupa para o passeio, leve em conta as condições do tempo. Nos dias mais quentes, o ideal são as roupinhas de algodão. Fralda e uma camisetinha leve são o suficiente e nada de tecido sintéticos. Se esfriou, um macacão atoalhado ou de malha resolvem a situação, não se esquecendo de ter sempre à mão um casaquinho para prevenir quedas bruscas de temperatura. O casaquinho deve ser de linha, flanela ou moletom.

É importante que os passeios diários não alterem a rotina. Isso não é difícil desde que se mantenham os horários de banho, de sono e das mamadas. Durante o passeio, se o bebê se mostrar sonolento e faminto, o jeito é voltar imediatamente para casa e evitar que ele fique irritado.

O passeio e o banho de sol, antes de tudo, servem para despertar a atenção do pequeno para o mundo. Conversar com ele, mostrando tudo à sua volta é fundamental, mesmo que seja pequenino e pareça não entender nada. Estimular os pequeninos é importantíssimo.

O pequeno cresceu um pouquinho e já se acostumou aos passeios. Ainda respeitando os horários do sol, a mamãe já pode se dar ao luxo de passeios mais longos, no entanto é preciso carregar um pequeno arsenal: uma chuquinha com água ou suco, uma fralda descartável, uma fralda de pano, um casaquinho e talvez até uma muda de roupa, para prevenir qualquer "acidente".

Um dos maiores aliados no passeio é o carrinho porque carregar o bebê no colo, o tempo todo, pode ser penoso para a mamãe. É preciso ser cuidadoso na hora de escolher o carrinho. O modelo deve ser prático e fácil de manobrar e, acima de tudo, oferecer conforto ao pequeno.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
10 de Dezembro, 2018
Dia 10 de dezembro: Dia do Palhaço - 36
10 de Dezembro, 2018
Quadrilha rouba a fazenda Baculerê no início da madrugada de 3.ª feira - 122
10 de Dezembro, 2018
Idosa cai no golpe do “falso sobrinho” - 105
10 de Dezembro, 2018
Uma Olímpia “distópica” à espera de dias melhores - 86
10 de Dezembro, 2018
Autônoma perde R$ 920 em compras pela internet - 104


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       




























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites