iFolha - Independência ou Morte!

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 25 de Maio de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/05/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 04 de Setembro, 2017 - 17:59
Independência ou Morte!

“Independência ou Morte!” de Pedro Américo é uma pintura de 1888 que retrata de forma fantasiosa o momento que Dom Pedro declarou a Independência do Brasil / GB Imagem

 

 

A situação política tinha atingido um nível de tensão que se tornara insuportável, tanto pela radicalização das posições em Portugal quanto pelas agitações que se espalhavam pelo Brasil. D. Pedro, temendo perder o controle da situação, decidiu-se pela viagem a São Paulo para renovar o apoio da província a sua política. Durante a viagem, a Regência do Brasil foi assumida por sua esposa, D. Leopoldina Josepha de Habsburgo.

Inúmeras cartas chegavam de Lisboa exigindo o retorno de D. Pedro até que vieram novas ordens acompanhadas de ameaças de fazê-las cumprir pela força. Com todo ministério reunido, D. Leopoldina e José Bonifácio decidiram avisar o príncipe. Ela escreveu ao marido alertando que “medidas de água morna”, nesse momento, só fariam piorar a crise com o Reino enquanto José Bonifácio organizava estratégias de defesa militar.

Os despachos de Lisboa acompanhavam as cartas que encontraram D. Pedro no caminho de volta, ainda em São Paulo, levadas pelo sargento-mor de milícia Antônio Ramis Cordeiro e pelo mensageiro Paulo Bregaro. Em seu breve repouso, antes de prosseguir para o Rio de Janeiro, D. Pedro leu as cartas e compreendeu que só poderia contar com duas saídas: voltar para Portugal e submeter-se às Cortes ou romper com elas, cortando laços de três séculos. Para que testemunhassem a sua escolha, reuniu a guarda de honra, o padre Belchior Pinheiro de Oliveira, o secretário Luís Saldanha da Gama, o secretário particular Francisco Gomes da Silva, o major Francisco de Castro Canto e Melo e os criados João Carlota e João Carvalho e, às 16:30 horas do dia 07 de setembro de 1822, proclamou a sua decisão: a Independência do Brasil.

Ao contrário de todo romantismo a respeito deste ato, D. Pedro não usava trajes de gala na ocasião, tampouco montava um magnífico cavalo. Vestia, sim, trajes sujos de viagem e era transportado por uma mula.

DATAS

03/09

- Chegada ao Brasil de D. Thereza Cristina Maria de Bourbon, noiva de D. Pedro II (1843)

- Dia da Polícia Militar

- Dia das Organizações Populares

- Dia do Biólogo

- Dia do Guarda Civil

- Expulsão dos jesuítas do Brasil e de todos os territórios portugueses (1759)

 

04/09

- Dia da lei Eusébio de Queiroz, proibindo o tráfico de escravos (1850)

- Nascimento do Padre José Joaquim de Campos da Costa Medeiros e Albuquerque, autor da letra do Hino da Proclamação da República (1867)

 

05/09

- Criação da Província do Amazonas, com o nome de São José do Rio Negro (1850)

- Dia da Amazônia

- Dia da Juventude

- Dia do Oficial de Farmácia

 

06/09

- Dia do Alfaiate

- Dia do Barbeiro

- Dia do Cabeleireiro

- Dia do Hino Nacional

- Oficialização do Hino Nacional Brasileiro, de autoria de Joaquim Osório Duque Estrada (1922)

 

07/09

- Dia da Independência do Brasil (1822)

- Primeira emissão de rádio no Brasil (1922)

 

08/09

- Dia da Dedicação

- Dia da Pátria de Andorra

- Dia Internacional da Alfabetização

- Padroeira da cidade de Curitiba (PR) - Nossa Senhora da Luz dos Pinhais

- Padroeira da cidade de Santos (SP) - Nossa Senhora do Monte Serrat

 

09/09

- Dia do Administrador de Empresas

- Dia do Técnico de Administração

- Dia do Veterinário

- Dia da Velocidade

- Nascimento de Leopoldo Américo Miguez, autor da música do Hino da Proclamação da República (1850)

- Nascimento do educador Abílio César Borges, Barão de Macaúbas (1824)

- Posse de João Belchior Marques Goulart, Presidente do Brasil (1961)

- Primeiro recenseamento da população do Brasil (1872) 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Maio, 2018
Folha tentou circular no dia 25 até o último instante - 26
23 de Maio, 2018
Ajudante para o carro e leva facada no pescoço - 472
21 de Maio, 2018
Orquestra do Sesi regida pelo maestro João Carlos Martins lota igreja da Matriz às 11 horas do domingo - 189
21 de Maio, 2018
Luciano Zangirolami venceu a 16.ª etapa da Fórmula Inter domingo em Interlagos - 47
21 de Maio, 2018
No palco - 98


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites