iFolha - Terra Devastada

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 15 de Outubro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 14/10/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 02 de Julho, 2017 - 19:08
Terra Devastada

Rapidinhas

* O papa Francisco (a Igreja Católica) estuda excomungar corruptos e mafiosos. Um tema altamente polêmico, complexo e extremamente delicado. Aguardemos...


* Trump está demolindo, uma a uma, ações importantes do governo Barack Obama (na área da saúde publica, nas relações internacionais – Cuba é a bola da vez).

* Little Havana (em Nova York) tem delirado com discursos de Donald Trump. Nada favoráveis à Ilha.

* Seu Sérgio Cabral é acusado de mais uma ação ilegal (crime de lavagem de dinheiro). Gastou R$ 14,5 bilhões e uns quebradinhos na compra de joias. É a décima primeira denúncia contra o sr. Cabral (o Insaciável).

* Emmanuel Macron recebeu Theresa May (primeira-ministra do Reino Unido) e a chanceler Ângela Merkel. O rapaz, educadíssimo, não conseguiu disfarçar que ficou bem mais à vontade com a visita da alemã...

* Incêndio, em Portugal, na região de Leiria, já é uma das maiores tragédias ocorridas no país nos últimos cinquenta anos. São mais de sessenta mortos, muitos carbonizados dentro dos próprios carros. A densa fumaça ofuscou totalmente a visão dos motoristas. A hipótese é que um raio seco teria provocado o incêndio. Lamentável.

* Bruno Covas foi pretigiar a “Parada LGBT” em Sampa. Fez um discurso politicamente correto a respeito da questão da diversidade. A parada reuniu quase 3 milhões de pessoas. É o maior movimento popular do país. Seu Doria preferiu viajar a botar a cara na vitrina, aliás, o que ele mais gosta de fazer.

Outras Notas

* O que há de errado (ou de certo?) com o reino Unido? Políticos muito confiantes em seus tacos, como David Cameron e Theresa May (atual primeira ministra), foram, ele, em 2016, ela, em 2017, derrotados nas urnas.

* Em 24 de junho de 2016, os britânicos disseram não a Cameron. Decidiram pela saída do Reino Unido da EU (União Europeia). Cameron acreditava, piamente, que a resposta ao plebiscito seria um retumbante não à saída. Os britânicos disseram sim: queremos sair das “amarras” da União Européia. O imbróglio continua.

* Dia 8 de junho, Theresa May foi a derrotada. Em eleições antecipadas (que só deveriam ser realizada em 2020), perdeu o controle do Parlamento Britânico: ficou com 318 cadeiras, precisava de, no mínimo, 326 lugares na Casa.

* Theresa queria fortalecer (aumentar) sua base de aliados no Parlamento. O tiro saiu pela culatra (são 650 parlamentares ao todo).

É cômodo!

* Seu Zé Serra (quem te viu, quem te vê) defendeu a permanência dos tucanos no governo Temer (para que largar o filé, não é?).

* Diz que o governo tocou adiante compromissos que assumiu “conosco” (os tucanos, é claro). E os compromissos assumidos (e não assumidos) com o povo?, pergunto eu. O PSDB se apequenou.

* Miguel Reale Jr., ex-ministro da Justiça, disse que o PSDB usa o discurso das reformas como desculpa. E que o partido poderia apoiar as reformas mesmo fora do governo. Foi no alvo. E acertou na mosca.

* O sr. Rodrigo Janot denunciará o presidente Temer, nos próximos dias, ao Supremo Tribunal Federal. No pacote, as delações de executivos da JBS. Vem bala por aí. A carne não é tão fraca como parece.

* O ministro Fachin (STF) anda preocupadíssimo: existiria uma articulação para retirá-lo da relatoria do caso JBS no Supremo Tribunal Federal. Ministro Edson Fachin, não durma com os olhos dos outros.

* O juiz Sérgio Moro terá sua conduta (na autorização da divulgação de áudios) julgada em processo disciplinar. Tem 15 dias para apresentar defesa neste processo.

* Entre os áudios, a divulgação de uma conversinha entre o ex-presidente Lula e Dilma Rousseff, à época presidenta da República.

Certas Notas

* Tiro no pé! Bolívar Lamonier, cientista político, acredita que o tucanato deu um tiro no próprio pé ao votar pelo continuidade do PSDB no governo Temer .

* E disse mais: “Isso pode afetar o partido em relações futuras” (2018 está às portas).

* E arrematou: “O PSDB reforçou sua imagem de partido envelhecido”.

* Frase da semana: É Hélio Gurovitz quem afirma em sua coluna na Época: Só no mundo do Faz de Conta processual tantos crimes resistem (‘impunes’) à tamanha abundância de provas.” Gurovitz aborda, aqui, artifícios retóricos do sr. Gilmar Mendes e dos demais ministros responsáveis pela absolvição (vergonhosa) da chapa Dilma/Temer. Pano rapidinho. A impunidade continua reinando na política tupiniquim. E salve-se quem puder, não é mesmo, Gal Costa?

* A cantora apareceu, “depois de longo e tenebroso inverso”, linda, numa foto de uma revista, dizendo que “deveria haver honra em ser político”. E mais: pede que rezemos (até mesmo os ateus) pelo Brasil e pelo mundo. Oremos, d. Gal, oremos!

Mais Notas

* Lavanderia Brasil S/A! Cada um lava dinheiro sujo (propinado) a seu modo. Pena que o dinheiro seja dos outros.

* Seu Renato Duque (cultíssimo!) lavou muita grana com a compra de obras de arte. Já seu Cabral preferiu comprar joias milionárias para sua querida. Uma vergonha! Seu Cabral foi condenado na Operação Lava Jato a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção passiva num contrato do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. Ele é réu em outras nove ações penais.

* Outra Vergonha! A corridinha do sr. Rocha Loures com uma maletinha contendo a “ninharia de R$ 500 mil. Ri-dí-cu-lo!!! Uma fuga indecente sr. Loures. O Brasil inteiro assistiu estarrecido à lamentável (e triste! cena). Que em certa perspectiva tornou-se cômica... não fosse trágica para o país.

Trombone! Seu Joesley Batista não economizou: “Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil.” Uma acusação pra lá de dura. Ele deve saber o que está falando. Ou não?

* Otto Warmbier estava preso na Coreia do Norte há mais de um ano (janeiro de 2016). Fora condenado a passar 15 anos na prisão (prestando serviços pesados) depois que confessou ter tentado destruir cartazes de apoio ao governo, no banheiro de um restaurante norte-coreano. Sofreu o pão que o diabo amassou. Volto aos EUA em coma.

* O rapaz (estudante americano) retornou em coma, aos Estados Unidos. Estava em um hospital de Cincinnati. Médicos americanos afirmaram que Warmbier sofreu danos neurológicos gravíssimos. O rapaz morreu na segunda-feira.

* Rodrigo Maia baixou a bola depois que a chapa Dilma/Temer foi absolvida pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O mo­­­­ço estava na expectativa de chegar ao Planalto por meio de uma eleição indireta. O que seria mais um desastre para o país.

* A decisão do TSE foi um balde de água fria (gelada) nas pretensões do sr. Maia †que anda feito a raposa da fábula à espera de que caiam uvas maduras ao chão... Por enquanto, estariam verdes. E uvas verdes só para cachorros.

* A pretensão de se parecer erudito pode esbarrar num lugar comum, beirando ao ridículo.

* A pérola vem do sr. Aloysio Nunes Ferreira: “O PSDB não é Madame Bovary.” Ou seja!, o PSDB não é traidor (em relação ao governo Temer). Poder-se-ia ser Capitu?

* E se o sr. Nunes Ferreira ficasse na seara literária tupini­quim e,  em vez de madame Bavary (do francês Gustave Flaubert), optasse por Capitu (muito mais enigmática que a francesa, é verdade), do grande Machado de Assis, nosso romancista maior. Na verdade “os olhos oblíquos e dissimulados” não significariam o que Aloysio quis dizer.

* Tão bom quanto Flaubert, Machado continua (sua obra prima não morre) botando uma pulguinha atrás da orelha de muitos leitores: Capitu teria traído Bentinho ou não? Nem Machado, dono de uma forma revolucionária de narrar (em Machado não importa “o quê?”, mas o “como”) revela quem é Capitu, a mais enigmática das grandes personagens de nossa literatura.

* Mas, porém, contudo todavia, entretanto, no entanto, o sr. Ferreira, no caso, precisava citar a literatura francesa, para explicar o que seu partido não é... Capitu provocaria dúvida nos ouvintes...

Cumpadres

Bom-dia, meus insignes leitores. Vocês são os culpados por essas mal traçadas linhas. Obrigado pelo prestígio que conferem à coluna. Paulinho Fonseca, bom-dia! Julio Tácio Amo­rim, bom-dia. Minhas condolências à família do amigo José Maria de Jesus Marangoni pelo seu passamento. Descanse em Paz. Zé sabia tudo sobre a história de Olímpia. Tem quatro belíssimas revistas sobre o assunto. Era um craque!

Cortina

Será que o BNDES vai escancarar os cofres aos governos estaduais? O sr. Henrique Meirelles (Fazenda) acredita que a dinheirama não sai. É bom que o BNDES não repita decisões tomadas pelo sr. Guido Manteiga (“aumentou o endividamento permitido aos estados”) e pelo sr. Luciano Coutinho (“então presidente do banco”), que abriu os cofres do BNDES aos Estados.

* É bom lembramos que a proposta primeira do BNDES é a promoção do crescimento econômico (“responsável) e o avanço do bem-estar da população “de modo sustentável”, funções já definidas no nome da instituição: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Na Ponta da Língua

Corrigindo frases:

1. “O que a gente observa é de que...”.

A preposição de está sobrando na frase: O que a gente observa é que... (muito mais simples, não?).

2. Da mesma forma: Eu acredito que... Eu julgo que... Meu desejo é que...

3. Ele foi salvar a própria pele da cadeia”: Vamos mudar a ordem da expressão “da cadeia”.

É ´perfeitamente compreensível a colocação da expressão “fora” de seu lugar, pois era uma fala ao vivo (quando a linguagem é mais espontânea; na escrita, porém sim,  melhor seria desloca-la do final da frase para perto do verbo salvar: “salvar da cadeia.”

4. “O processo vai implicar em duas circunstâncias...” O processo vai implicar duas circunstâncias.

Não use a preposição em neste caso.

Mais: Não as use no gênero masculino, pois as palavras agravante e atenuante são do gênero feminino: a agravante, a atenuante, uma agravante, uma atenuante.

E estamos conversados.

Gente Elegante (“fina, sincera, com mais habilidade pra dizer som do que não”)

Júlio Tácio de Amorim

Fabrício Raimundo

Carminha Moro

Teresa Coleto Souza (in memoriam)

Sebastião Arnaldo Piton

Luís Fernando Rimoli

Maria Vilela (in memoriam)

Nelly Spegiorim Rimoli

Selim Murad

Hélio Pereira

Rafael Gustavo Jorge

Sandra de Lima

Maria Inês Firmino

Eliana Bertoncelo

Maria Bachega

Elegância é fineza no trato com o semelhante, educação apurada, atitudes positivas, verdadeira humildade (modéstia) é não se preocupar com grifes de espécie alguma, principalmente aquelas (“na moda”) impostas pelo consumismo desenfreado – que uniformiza todo mundo numa “massa cinzenta e disforme”, como Maluf (vejam só!) chamou os professores do Estado (em greve) um dia. Dinheiro não compra elegância, nem decência, nem dignidade .Essas virtudes vem de berço. Ou se tem, ou não se tem.

Finalmentes

* A estrela sobe! Leandro Karnal é, segundo Ruan de Souza Gabriel, Época¸ o intelectual mais pop do Brasil. Vende livros e palestras aos milhares. É chamado de “isentão” – não faz parte da direita nem de esquerda radicais. Mas diz não defender a neutralidade: “Neutro é sabão de coco”. Defende a democracia e as liberdades individuais, o casamento igualitário (“?”) e as cotas raciais.

* E tem mais: É radica­mente contra o programa “Escola sem partido”. É crítico ferrenho do tal projeto “(critica com dureza o projeto”).

* “Eu acredito que o Bolsa Família melhorou a vida dos mais pobres – o que me aproxima da esquerda –, mas, como todo descendente de imigrantes, simpatizo com a merito­cracia e desconfio do Estado como promotor da felicidade”. Fez opção pelo bom senso. É o que todos deveríamos fazer.

* É doutor pela Universidade de São Paulo (USP) e professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humana da Univesidade Estadual de Campinas (IFCH – Unicamp). Dá aulas sobre história da América. O homem é gaúcho de São Leopoldo. É criticado por quem defende um engajamento mais (engajado) efetivo na política.

Sobre Intelectuais!  Leandro Karnal prefere o título de professor ao de intelectual. E fala do que chama de intelectual público. Cita Emile Zola como o criador do intelectual militante – que usa seu prestígio para defender uma causa. E cita Germinal, de Zola, como livro engajado.

* Papel do Intelectual num país à beira de um ataque de nervos? Segundo Vladimir Safatle (filósofo): O que se espera de um intelectual é o questionamento dos discursos hegemônicos.

* Mario Sergio Cortella (filósofo), filosoficamente, define o papel do intelectual: É semelhante ao de um farol no mar revolto (caótico): Ilumina, mas não aponta o caminho. Diz ser essa uma das virtudes de Kar­nal.

Frase da semana 2!: Continua Cortella: “Muito se cobra do intelectual, que dê satisfação sobre o que fala, a quem adere, aonde vai. Quem tem de dar satisfação (‘à sociedade’) é quem tem mandato ou é servidor público (‘?’), um intelectual representa suas próprias ideias. Pano rapidinho, meus senhores e minhas senhoras...

Em tempo: Karnal apareceu em foto, à mesa, com Luís Sérgio Moro. Para quê? As redes sociais (mídias sociais) ouriçaram-se... Ra-ra-rá!!!

Finalmentes 2

Custa-me crer certas “coisas” que leio. Mas é tudo verdade. E não é que o sr. Romero Jucá propôs a criação de um fundo de apenas R$ 3,5 bilhões (com dinheiro público!!!) para torrar em eleições.

* E tem mais! Pra coisa ficar à perfeição, o texto pode ser votado, em caráter de urgência, no Senado, senhoras e senhores!!!, para que a grana já seja “usada” nas eleições de 2018.

* E tem mais 2! Presidentes de sete partidos acompanharam a infeliz ideia (PMDB, PSDB, DEM, PSB, PP, PR e PSD!!!), fecharam acordo quanto ao “tema” (tentar aprovar a criação de tal fundão).

* E tem mais 3! Foi a forma mais digna que esses cidadãos (presidentes dos tais partidos) encontraram para conseguir contribuições (milionárias ou bilionárias) para suas miliardárias campanhas.

* E tem mais 4! Ratificando: o autor da belíssima proposta (numa hora de crise absoluta por que passa o país!!!) é o sr. Romero Jucá (aquele do “precisamos estancar essa sangria”, lembram-se?) Chega!!! Nós merecemos! Vai indo, que eu não vou, não é, seu Zé Simão?

Agendinha Secreta!  Entre Miche Temer e Gilmar Mendes, na terça-feira. Pauta: a indicação da Procuradora Geral da República, a que perdeu, mas levou. Tem parlamentar achando, digamos assim, o encontro, no mínimo, suspeito... Moreira Franco e Eliseu Padilha presentes...

Ivo de Souza é professor universitário, poeta, co­lu­nis­ta, pintor e membro da Real Academia de Letras de Porto Alegre.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
14 de Outubro, 2018
Chuva forte traz de volta enchente no Olhos D’Água e inundação no sistema São Benedito - 236
14 de Outubro, 2018
Ladrões encapuzados levam celular e R$ 200 de frentista no “Rei do Suco” - 115
14 de Outubro, 2018
Ladrões furtam animais de grande porte pela 3ª vez do Canil Municipal - 84
14 de Outubro, 2018
Eleitor disse que votaram em seu lugar no Capitão Narciso - 133
14 de Outubro, 2018
Discussão com professor no Facebook vira caso de polícia - 280


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites