iFolha - Prefeito anuncia déficit de R$ 500 mil com 53.º Fefol

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 17 de Julho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/07/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 18 de Junho, 2017 - 21:08
Prefeito anuncia déficit de R$ 500 mil com 53.º Fefol

Embora falando em res­gatar as tradições do maior festival de folclore brasileiro, o prefeito Fer­nando Augusto Cunha a­nunciou à imprensa local na quarta-feira desta semana, dia 14, que está previsto um déficit de aproximadamente R$ 500 mil com a realização do evento deste ano. Is­so porque, segundo ele, já não há tempo para buscar recursos utilizando o sistema de incentivo fiscal.

Porém, Fernando Cunha explica que para o próximo ano, quando será realizada a 54.ª edição do festival, já está determinado que esse trabalho seja realizado pela secretária municipal de Cultura, Esportes e Lazer¸ Maria Justina Boitar Riscali.


A ideia é, além de trabalhar com os pedidos de recursos junto a órgãos federais e estaduais, também é buscar patrocínio junto a grandes empresas que poderão montar seus estan­des no interior do recinto para divulgarem os seus produtos. Um exemplo citato por Fernando Cunha é o caso das operadoras de telefonia celular.

“Nós queremos resgatar o Festival do Folclore de Olímpia. Olímpia, antes de boom turístico, era conhecida como a Capital Nacional do Folclore. Nós não podemos perder isso. Temos que resgatar”, afirma Fernando Cunha.

COMEÇANDO A MUDANÇA?

O resgate é necessário e atenderá às várias reclamações que são comu­men­te registradas nesse período do ano, quando se percebe a falta inclusive de divulgação do festival. Em anos anteriores o cartaz promocional não recebia atenção antecipada com a finalidade de mostrar o que poderia ser visto durante o festival.

Para esse ano, no entanto, segundo já foi divulgado pela imprensa local, o cartaz promocional já foi concluído e está sendo con­feccionado para distribuição a partir da próxima semana, ou seja, cerca de um mês e meio antes do início do festival.

Mas o mais importante de um evento tradicional como no caso do Fefol, é a volta dos grupos folclóricos que, como sempre ensinava o professor José Sant’anna, idealizador e criador do festival, eram a razão principal da festa.

Ocorre que, nos últimos anos esses grupos folclóricos começaram a serem colocados de lado e, inclusive perdendo seus espaços e tempo das apresentações. Por isso, o que se viu, principalmente após o falecimento de José Sant’anna, foi a redução das quantidades desses grupos durante o festival e também no desfile de encerramento.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Julho, 2018
PM de São Paulo mata olimpiense com um tiro no abdome em bar na Av. Aurora Forti Neves - 365
16 de Julho, 2018
Pele macia e hidratada durante o Inverno - 28
16 de Julho, 2018
Personagem - 24
16 de Julho, 2018
Pele macia e hidratada durante o Inverno - 16
16 de Julho, 2018
O CD Sem Rótulos - Mano Walter chegou nas lojas - 18


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites