iFolha - Mais de 6 mil pessoas viram desfiles das escolas de samba

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 19 de Julho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/07/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 05 de Março, 2017 - 14:37
Mais de 6 mil pessoas viram desfiles das escolas de samba

Mais de seis mil pessoas passaram pela Avenida Menina-Moça nas noites de domingo, dia 26, e terça-feira, dia 28, para ver os desfiles das escolas de sam­ba de Olímpia no carnaval deste ano. De acordo com a organização do evento, a estimativa da Polícia Militar é de que ca­da dia de desfile recebeu uma média de 3 a 5 mil pessoas. Na primeira noite o desfile iniciou com meia hora de atraso.

Com início dos desfiles programado para 21 horas, as apresentações das escolas iniciaram somente por volta das 21h30, com a Associação Cultural Sam­ba Sem Compromisso, que levou para a avenida o tema “Batuque na Cozinha”, que trouxe ele­men­­­tos que lembravam a cozinha, temperando o samba, alegrando as pessoas que estiveram presentes.

Em seguida veio a escola Unidos da Cohab, que tro­u­xe o maior número de componentes, agremiação que cresceu muito em relação ao ano passado, em termos de fantasias, e até um trio elétrico com samba enredo que cantou o te­ma “Brincadeira de Criança”, as alas lembravam os personagens infantis, além das brincadeiras de roda, fadas, magia e palhaços.

E fechando o desfile, a escola de samba Vem Comigo, homenageou o folclore da Amazônia, levando pra avenida nas fantasias da ala de frente o verde das matas da Amazônia, seguida pela ala das índias, as fantasias azuis, lembravam a água.

A bateria dessa escola mostrou-se afinada e com várias evoluções, uma marca registrada da escola da zona norte da cidade. A última escola terminou seu desfile por volta das 0h10 do dia 27 de fevereiro. O público se dispersou já que não teve baile na arena do recinto.

Já na segunda noite de desfile, terça-feira, teve início também com atraso, por volta das 21h15, com um público que aparentava ser maior do que o da noite de domingo, a ordem do desfile foi alterada.

Mesmo assim, a Associação Cultural Samba Sem abriu as apresentações. Em segundo lugar desfilou a Vem Comigo que em a­cor­do entre ambas, trocou com Unidos da Cohab.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
18 de Julho, 2018
Manifestantes queimam 15 ônibus, 9 veículos e até banheiros químicos - 2123
18 de Julho, 2018
Olimpiense de apenas 21 anos morre em batida de moto em árvore - 1041
18 de Julho, 2018
PM revida rojão disparado por manifestantes com gás lacrimogêneo no Jardim Santa Ifigênia - 723
18 de Julho, 2018
Irmão de “Beiço” diz que eletricista morreu por um motivo “besta” - 752
16 de Julho, 2018
PM de São Paulo mata olimpiense com um tiro no abdome em bar na Av. Aurora Forti Neves - 1088


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites