iFolha - Zanolli registra boletim de difamação na delegacia de Polícia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 17 de Julho de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/07/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 14 de Agosto, 2016 - 20:04
Zanolli registra boletim de difamação na delegacia de Polícia

O artista plástico e jornalista Willian Antônio Zanolli, de 64 anos de idade, registrou um boletim de ocorrência de difamação na Delegacia de Polícia com a finalidade de apurar a origem dos comentários que surgiram sobre sua pessoa depois da circulação de um vídeo no qual apareciam dois homens fazendo sexo no interior de um banheiro.


Embora os boatos tenham iniciado no dia 21 de julho, um domingo, o boletim foi registrado pela delegada Débora Cristina Abdala Nobrega na tarde do dia 28, numa sexta-feira, sete dias depois, quando Zanolli procurou a repartição para relatar o que ocorreu e como ele tomou conhecimento da situação.

De acordo com o que consta no boletim, cuja cópia chegou à redação do jornal nesta semana, no dia 24 de julho, uma quarta-feira, Zanolli encontrou com o fotógrafo Wellington Cudinhoto, conhecido por Guduzinho, com quem conversou vários assuntos.

Porém, somente no dia seguinte, antes do início do programa jornalístico que produz na rádio Cidade FM, foi informado por Luciano Buzzoni de que Guduzinho queria passar-lhe uma informação, mas que este havia ficado constrangido de fazê-la.

Ao ser questionado sobre o que Guduzinho queria saber, Luciano Buzzoni revelou que havia um vídeo nas redes sociais que havia viralizado e que imputavam a Zanolli o fato de ter sido flagrado no banheiro da rodoviária praticando sexo com outro homem e que o mesmo apresentou o vídeo e evidentemente que ele sabia que não se tratava de Zanolli.

Também consta que inicialmente, em relação à coincidência do aspecto entre a pessoa gravada no vídeo, Zanolli imaginou tratar-se de uma brincadeira de alguém.

Entretanto, no dia seguinte, uma pessoa no Facebook, via Inbox, falou à esposa de Zanolli que tinha uma informação para dar e que não seria tão agradável, revelando também a história dos vídeos que ligavam Zanolli ao fato.

A partir dai outras pessoas na rua começaram a lhe informar sobre o fato e no domingo uma pessoa tirou um print da tela do Facebook onde dizia que um radialista da cidade de Olímpia tinha sido flagrado no banheiro da rodoviária fazendo sexo com outro homem. A princípio, imaginou que se tratava de um fake construído para contribuir no trabalho de difamação.

Na segunda-feira, fazendo o programa Cidade em Destaque com o também jornalista José Antônio Arantes, teve a informação de que a pessoa existia e que era um transexual da cidade de Olímpia atualmente radicado na cidade de São Paulo.

Ainda segundo consta na delegacia, depois dessa informação, várias outras foram chegando e dando conta de que tal vídeo havia rodado em vários grupos de Wattsapp e Facebook, que não se conhecia a origem do vídeo e que o mesmo já havia sido utilizado para difamar a figura do presidente do Flamengo e que o mesmo já havia sido retirado do Youtube.

Além disso, Zanolli disse que tinha a informação de que o mesmo vídeo causa problema a um médico na cidade de Itumbiara com a alegação de que o mesmo foi pego fazendo sexo no banheiro de um shopping. O vídeo está rolando em outras cidades com o nome de outras pessoas.

 


O artista plástico e jornalista Willian Antônio Zanolli, de 64 anos de idade, registrou um boletim de ocorrência de difamação na Delegacia de Polícia com a finalidade de apurar a origem dos comentários que surgiram sobre sua pessoa depois da circulação de um vídeo no qual apareciam dois homens fazendo sexo no interior de um banheiro.

Embora os boatos tenham iniciado no dia 21 de julho, um domingo, o boletim foi registrado pela delegada Débora Cristina Abdala Nobrega na tarde do dia 28, numa sexta-feira, sete dias depois, quando Zanolli procurou a repartição para relatar o que ocorreu e como ele tomou conhecimento da situação.

De acordo com o que consta no boletim, cuja cópia chegou à redação do jornal nesta semana, no dia 24 de julho, uma quarta-feira, Zanolli encontrou com o fotógrafo Wellington Cudinhoto, conhecido por Guduzinho, com quem conversou vários assuntos.

Porém, somente no dia seguinte, antes do início do programa jornalístico que produz na rádio Cidade FM, foi informado por Luciano Buzzoni de que Guduzinho queria passar-lhe uma informação, mas que este havia ficado constrangido de fazê-la.

Ao ser questionado sobre o que Guduzinho queria saber, Luciano Buzzoni revelou que havia um vídeo nas redes sociais que havia viralizado e que imputavam a Zanolli o fato de ter sido flagrado no banheiro da rodoviária praticando sexo com outro homem e que o mesmo apresentou o vídeo e evidentemente que ele sabia que não se tratava de Zanolli.

Também consta que inicialmente, em relação à coincidência do aspecto entre a pessoa gravada no vídeo, Zanolli imaginou tratar-se de uma brincadeira de alguém.

Entretanto, no dia seguinte, uma pessoa no Facebook, via Inbox, falou à esposa de Zanolli que tinha uma informação para dar e que não seria tão agradável, revelando também a história dos vídeos que ligavam Zanolli ao fato.

A partir dai outras pessoas na rua começaram a lhe informar sobre o fato e no domingo uma pessoa tirou um print da tela do Facebook onde dizia que um radialista da cidade de Olímpia tinha sido flagrado no banheiro da rodoviária fazendo sexo com outro homem. A princípio, imaginou que se tratava de um fake construído para contribuir no trabalho de difamação.

Na segunda-feira, fazendo o programa Cidade em Destaque com o também jornalista José Antônio Arantes, teve a informação de que a pessoa existia e que era um transexual da cidade de Olímpia atualmente radicado na cidade de São Paulo.

Ainda segundo consta na delegacia, depois dessa informação, várias outras foram chegando e dando conta de que tal vídeo havia rodado em vários grupos de Wattsapp e Facebook, que não se conhecia a origem do vídeo e que o mesmo já havia sido utilizado para difamar a figura do presidente do Flamengo e que o mesmo já havia sido retirado do Youtube.

Além disso, Zanolli disse que tinha a informação de que o mesmo vídeo causa problema a um médico na cidade de Itumbiara com a alegação de que o mesmo foi pego fazendo sexo no banheiro de um shopping. O vídeo está rolando em outras cidades com o nome de outras pessoas.

 

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
16 de Julho, 2018
PM de São Paulo mata olimpiense com um tiro no abdome em bar na Av. Aurora Forti Neves - 361
16 de Julho, 2018
Pele macia e hidratada durante o Inverno - 28
16 de Julho, 2018
Personagem - 24
16 de Julho, 2018
Pele macia e hidratada durante o Inverno - 16
16 de Julho, 2018
O CD Sem Rótulos - Mano Walter chegou nas lojas - 17


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites