iFolha - Marcos Santos tú e o Eduardo Cunha podem pegar o terço que a coisa anda feia “procêis”.

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 20 de Agosto de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 20/08/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Coluna da Bruna
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Canal da Nicole
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 18 de Outubro, 2015 - 17:58
Marcos Santos tú e o Eduardo Cunha podem pegar o terço que a coisa anda feia “procêis”.

"Sentindo frio
em minha alma
Te convidei pra dançar
A tua voz me acalmava
São dois pra lá,
dois pra cá”.


Willian Zanolli

Então, Excelentíssimo Senhor edil e suplente elevado a condição de vereador Marcos Santos, popularmente reconhecido por Marcos Zero, o boi parece te derrubou peão.

Pior que isto, pisou com a pata cheia de frieira na suas partes, diríamos, para não melindrar almas suaves, menos frequentadas pelo sol e virou o casco até não dar mais.

Tú que já foi PBR sabe do que tou falando. Acho que você pegou o touro errado.

Diminuir salário de vereador, moço, é o mesmo que montar no Boi Bandido, vai preparado pro choque que o batalhão de mastim napolitano não larga o osso por nada

Tú foi na maior, na cara limpa, como se tivesse brincando com os meninos do prézinho né?

Depois sai pra rua falando que o bobinho sou eu. Posso dar uma pausinha nos escritos pra dar uma risadinha de leve do mico que você pagou.

O projeto era e é sério, se fosse apresentado por alguém sério, de fora da Câmara, por que falam que nossos representantes são os piores do século, pode ser que desse alguma coisa.

Daria nem que fosse um barulhinho bom, mas você, na ânsia de sair na capa do jornal, na televisão, na vontade de resgatar a credibilidade perdida, se precipitou e deu a ... caca que deu.

Agora tú tem que aguentar o cheiro, vai ter que conviver com ele.

E a sacanagem de tudo é que os vereadores com seus extremos de seriedade acusaram o senhor de ter feito chantagem para aprovar o aumento do número de vereadores que iria para quinze na próxima gestão, que assim ficaria fácil do senhor se eleger.

Pior quer isto, que ai o senhor retiraria o projeto de diminuição dos salários deles e do senhor também, óbvio.

Pô, não sei agora em quem acreditar, se no senhor que conheço tão bem e sei que é capaz destas coisas, ou se neles que não duvido que não sejam capazes disto.

Sim, por que se fossem minimamente sérios, já no dia da reunião da chantagem teriam denunciado o senhor; seriedade pra mim é isto, outra coisa é chantagem da chantagem.

Captou a mensagem caro gurú?

Se não captou nós pode esticar a cordinha dos enforcados.

São tão sérios, tão sérios, mas tão sérios que insinuam que vossa excelência pretendia também o aumento da verba de viagens e insinuam sobre possíveis viagens realizadas pelo senhor Marcos Zero deixando no ar um não sei o quê de suspeição que perguntar carece se não seria isto uma chantagem também?

Ou será omissão, ou será prevaricação?

Outra coisa, que há tantas dúvidas nesta questão da seriedade repentina de alguns em detrimento da conhecida falta de seriedade de outro que poderíamos continuar se perguntando.

Estariam mesmo preocupados com a constitucionalidade do projeto e não com a diminuição de seus salários, vereadores que frequentemente votam flagrantes inconstitucionalidades e até projetos sem ler, com nomes de avenida que nem existe mais, sem contar os erros de grafia e português?

Pode ser, parodiando um amigo, que tenham comido alguma coisa estragada.

Pode ser, os piores vereadores dos últimos cem anos não iriam melhorar tanto assim da noite pro dia.

Marcos Zero perdeu a chance de ficar calado, saiu na foto, no jornal, mas não emplacou seu projeto, tá parecendo o Eduardo, o que tomou no Cunha.

E os dois são evangélicos, o que de certa forma pode ser uma pena, pois não idolatram figuras, santos de barro, e ai, eu, idólatra não vou pedir com meu costumeiro ardor e fé para que não seja dolorido o futuro deles.

Acho que um terço eles pegam, acho que isto pode.

Se pode, pega o terço, foco, força e fé que o gramunhão, o coisa ruim, o viscoso, chifrudão, tá de olho em vocês.    

O Marco Zero, se acreditasse no sobrenatural, como está vivendo esta fase zen e despojada, não querendo mais nem salário, querendo sobreviver de fluídos espirituais, eu aconselharia derrubar uma garrafada das boas nas encruzilhadas da vida, vela preta, sete dias, farofa, dendê, umas galinhas ajeitadas, charuto cubano, cd da Elis cantando são dois pra lá dois pra cá, e toca mandinga braba na oposição situacionista xexelenta.

Marcos Zero, você e o Eduardo Cunha não estão sozinhos, creiam nisto irmãos, vocês estão com o divino, divino dom de tomar na tarraqueta.

Compra KY e Xilocaina que os caras vão vir pra cima de vocês com uma vibração de três mil volts.

Ora irmão, se não der certo, confia na palavra que diz que a hora de espiar os pecados que não são poucos chegou.

O Eduardo Cunha vai ter muito templo para orar se as previsões dele ir por monastério da Papuda se confirmarem.

Já você, se as ameaças se confirmarem vai ter tempo para se dedicar mais a obra abandonada, vai poder espanar o livro santo e frequentar mais a sua esquecida fé, sentar de joelho no milho e se perguntar onde você errou milhões e milhões de vezes, até concluir que é a esperteza do lobo que o leva à boca da espingarda do caçador.

E mais, que estou otimista hoje, boa sorte nos teus embates futuros, não desejarei o mesmo para o Cunha, não creio que terá embates e nem futuro.

Vê se aprende de uma vez, em rio que tem piranhas jacaré nada de costas, camarão que dorme a onda leva.

O malandro se soubesse o quanto é bom ser honesto seria honesto só de malandragem.

 

Willian A. Zanolli é ar­­tista plástico, tendo ilustrado vários anuários do Festival Nacional do Folclore, jornalista, estudante de Direito, pode ser lido no www.willianza nol­li.­blo­gs­pot.com e ouvido de segunda, quarta, quinta e sexta-feira, das 11h30 às 13h­00 no jornal Cidade em Des­taque, na Rádio Cidade FM 98.7, e, aos domingos, no Sarau da Cidade, das 10h00 às 12h00, na mesma emissora de rádio.

 


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
20 de Agosto, 2018
Galã abriu o coração - 20
20 de Agosto, 2018
Um dos procedimentos mais pedidos atualmente é o preenchimento labial - 21
20 de Agosto, 2018
Novo CD de Israel & Rodolffo chego nas lojas - 14
20 de Agosto, 2018
O filme O Touro Ferdinando já está nas locadoras - 18
20 de Agosto, 2018
Bolo de Maçã - 19


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites