iFolha - Advogado denuncia extermínio de árvores em Severínia

Ifolha - Folha da Região


Olimpia, 25 de Fevereiro de 2018
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 25/02/2018
REGISTRE-SE
SUGIRA O SITE PARA UM AMIGO

 


Notícias
Arte e Cultura
Cidades
Comportamento
Economia/Turismo
Educação
Esportes
Falecimentos
Geral
Justiça
Polícia
Política
Saúde
Entretenimento
Bastidores/TV
Beleza
CD/Dicas
Cinema
Classificados
  - Casas
  - Carros
  - Motos
  - Diversos
Culinária
  - Doces
  - Salgados
Datas
Dicas
Empresas
Horóscopo
Humor
Livros
Notícias/TV
Novelas
Perfil/TV
Social
Viagem
Viver Bem
Opinião
Artigos
Coluna do Arantes
Coluna do Ivo
Editorial
Zanoliando
Rádio / TV
Olímpia FC - TV
Radio iFolha
TViFOLHA

Ifolha

Olimpia, 05 de Setembro, 2013 - 18:59
Advogado denuncia extermínio de árvores em Severínia


Bastante estarrecido com a situação, o advogado André Domingues, denunciou à Polícia Ambiental, o extermínio de algumas árvores que estaria sendo praticado através de envenenamento de alguns exemplares. “Já acionamos a Policia Militar Florestal, que é especialista em apuração de crimes ambientais. É lamentável que ainda existam pessoas dispostas a agredir a natureza de forma  gratuita. A Justiça será feita", desabafou.

Uma situação que segue na contra mão dos apelos dos ambientalistas, como também do projeto de arborização municipal previsto no selo Município Verde Azul, árvores da espécie Ipê Roxo e Pinheiro, foram alvo de envenenamento nesta semana.

Essas árvores estão plantadas em frente da sede da Seicho-No-Ie e tem mais de 10 anos cada. Ao que tudo indica, o autor do envenenamento abriu cortes nos troncos a golpes de facão e depois aplicou o veneno.

Na base do tronco, as gramas que foram atingidas já morreram e ainda não foi possível identificar o veneno utilizado, mas no local o cheiro de amônia ainda é muito forte.

Segundo André, as árvores e sua robustez já foram motivo de reclamação por parte de um dos vizinhos, que culpava as plantas por não receber um bom sinal de internet via rádio.

“Recentemente essa pessoa fez uma poda sem critério algum e sem permissão, mas isso não significa que tenha sido ela a cometer agora essa barbaridade”, explica.

No Brasil, agressão às árvores e o envenenamento, constitui crime ambiental, sendo que o autor pode pegar de três meses a um ano de prisão mais multa. Isso se o fato não constituir infração mais grave.


Comentários - 0
Seja o primeiro a comentar
 
Ultimas Noticias
25 de Fevereiro, 2018
Caso interdição do Tifany e irregularidades na maioria dos empreendimentos: quem deve ser responsabilizado? - 12
25 de Fevereiro, 2018
Geninho deputado federal seria a busca pelo foro privilegiado? - 20
23 de Fevereiro, 2018
Caminhão desgovernado atinge 3 veículos na Constitucionalista - 395
22 de Fevereiro, 2018
Prefeitura interdita Tiffany por falta de regularização na prefeitura. Hotel de 70 apartamentos estava registrado como um escritório - 357
22 de Fevereiro, 2018
Duas crianças e um adolescente são pegos furtando depósito do Bachega - 295


Compartilhe: Facebook Orkut Twitter
       






























Site oficial do jornal Folha da Região de Olímpia | Fone: (17) 3281 6432
Desenvolvido por Infinity Web Sites